Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 25.04.17

Dicas de felicidade #5

Purpurina
Ser um facilitador   Depois de ser mãe, e depois de ler livros sobre "isto de ser mãe" (principalmente os do pediatra Mário Cordeiro), creio que passei a mudar coisas na minha forma de estar que se refletiram em todas as áreas da minha vida.   Isto de que vos falo hoje é, talvez uma das que mais positivamente tem afetado a minha vida.   Há uns anos atrás, a minha postura nem sempre era a mais facilitadora, fosse no trabalho, na minha vida pessoal ou mesmo nas coisas mais (...)
Seg | 24.04.17

Imagens do nosso fim de semana

Purpurina
Finalmente vestimos todos roupas de verão.   E, nunca como antes, posso dizer que gosto mesmo do verão, estava cheia de saudades do tempo quente, de vestir apenas roupa fresca, de sentir a água do mar nos pés (sim porque, não me aventuro muito mais antes de chegar a julho), de ficar numa esplanada a observar o mar e a conversar. Com as miúdas, aprendi a apreciar ainda mais o verão. A Lara adora praia, adora água, brincar e correr na areia. A Maria, para já, não parece apreciar (...)
Dom | 23.04.17

As minhas filhas têm brinquedos mais do que suficientes

Purpurina
A Lara e a Maria têm mais brinquedos do aqueles de que precisam.Existem muitas crianças que têm muitos mais (certamente muitas crianças terão menos) mas, olhando para todos os brinquedos que têm, sei que são mais do que suficientes.Apesar disso, brincam com todos. Não há nenhum brinquedo com que nunca tenham brincado.Não os tenho todos disponíveis por uma questão de arrumação física e mental. Não temos muito espaço no quarto delas e acredito que se tiverem tudo à (...)
Dom | 23.04.17

Uma brincadeira muito perigosa para fazerem com as vossas crianças

Purpurina
Já tinhamos feito isto antes e até tinha corrido bem. Mas, como não é uma coisa que apeteça fazer todos os dias, guardei tudo e só voltei a pegar no material há uns dias.Entusiasmei-me, a Lara entusiasmou-se e, quando dei por isso, estava ela a mandar milhares de contas pequeninas ao ar...Não me preocupei muito e continuei a fazer o colar que a Lara me pediu para lhe fazer, com a sequência de cores que ela escolheu.No fim é que foi lindo! Eu só via milhares e milhares de (...)
Sab | 22.04.17

Como e porque comecei a alterar a minha alimentação

Purpurina
  Comecei a mudar a minha alimentação há alguns anos e devido a uma série de fatores (nem todos positivos e acertados). Lembro-me de haver uma altura da minha vida (no secundário e nos primeiros anos de universidade) em que comia bifes com batatas fritas, hambúrgueres e doces, quase todos os dias. Nos picos da juventude (e loucura) chegava a comer um hambúrguer, cheio de molhos, com coca-cola, ao pequeno-almoço. Depois, lá pelos 21 anos, decidi que queria ser mais magra. Ficava (...)
Sex | 21.04.17

Há sempre uma razão para tudo

Purpurina
  Ou duas. Passo a explicar.   Quando regressámos de férias encontrámos no correio 3 encomendas (presentes que tínhamos mandado vir para a Lara) e uma carta dos correios para levantar uma coisa.   Pensámos logo que seria mais uma das coisas que mandámos vir para a Lara. Aflitos por já terem passado tantos dias (a carta veio logo no primeiro dia em que estivemos ausentes de casa) fiquei com a carta para ir aos correio na hora de almoço.   E assim foi. Praticamente a correr, (...)
Qui | 20.04.17

Panquecas cor de rosa recheadas com caril de legumes

Purpurina
Para comer tinhamos quinoa com legumes salteados, o prato vegetariano da semana.A Lara não tinha apreciado muito os legumes, porque o pai tinha colocado caril, o que os deixou ligeiramente picantes. Para o jantar, ainda havia sopa, por isso foi o que a Lara comeu mas, para o dia seguinte não havia mais nada e não nos apetecia fazer nada de muito complexo.   Vai daí pensámos em fazer umas panquecas cor de rosa (vá, ficaram mais para o bordeaux) e recheá-las com os legumes para ver (...)
Qua | 19.04.17

Acho que descobri a minha "cena"

Purpurina
    A minha "cena" nunca foi desporto. Tudo o que seja massacrar o corpo fazendo algo que, aparentemente, não tem utilidade imediata é algo que não me apraz.   Claro que existe também  a parte lúdica do desporto mas, para mim, ela nunca existiu. Não gosto de praticar desporto e pronto. Não gosto, não sei porquê. Nunca gostei das aulas de educação física e sempre que tentei frequentar um ginásio acabei por desistir. Aquilo não me dizia absolutamente nada.   Há umas (...)
Ter | 18.04.17

Deu-me a loucura e comprei mais de 20 pares de sapatos

Purpurina
Para a Barbie. Já vos tinha falado do facto de adorar brincar com bonecas (ver texto aqui).   E, finalmente, a minha filha mais velha, descobriu o encanto de vestir e despir bonecas e experimentar sapatos atrás de sapatos naqueles pés pequenos das Barbies. Que alegria!   E, assim, passamos horas nisto. Só falta brigarmos pelo mesmo par de sapatos ou por discordarmos com (...)
Seg | 17.04.17

Ele disse que foi pior compra que fizemos!

Purpurina
    Comprámos um alimentador anti sufoco para a Maria quando ela começou as sopinhas, perto dos 6 meses.   Supostamente, há cerca de 2 meses que ela já poderia começar a comer pão, legumes cozidos e outras coisas sólidas. Ainda pensei em usar o método blw  mas rapidamente verifiquei que não era para mim. Tenho a certeza que é um (...)
Dom | 16.04.17

A nossa Páscoa é feita do melhor que temos, todos os dias.

Purpurina
Para não sair do registo habitual, posso dizer que estes feriados da Páscoa foram exatamente iguais a grande parte dos nossos fins de semana e feriados.Basicamente fizemos aquilo que nos faz mais felizes, a todos:- Estivemos juntos, os 4, a brincar, a passear e a fazer parvoíces em conjunto (o que torna tudo mais aceitável e menos embaraçoso).- Estivemos com outros membros da nossa família mais chegada.- Comemos docinhos e outras coisas boas. Foi tempo da Lara comer um chocolatinho, (...)
Dom | 16.04.17

As birras que a minha filha de 3 anos não faz

Purpurina
  Sempre ouvi falar muito das famosas birras dos 2 anos. Até que a Lara fez 2 anos e fiquei à espera do pior. Não aconteceu. Se calhar sou eu que sou muito otimista ou tive sorte mas, contam-se pelos dedos de uma mão as birras feias que a Lara fez até hoje, com 3 anos. Ou então foram mais e eu já me esqueci (é possível).   Não vou dizer que é criança sempre fácil porque seria mentira. É teimosa, muito sensível e mesmo muito enérgica e aventureira. Anda sempre a correr, a (...)
Sab | 15.04.17

Vocês têm que conhecer o melhor jogo de construção de sempre: Magna-tiles

Purpurina
Magna-tiles é o brinquedo preferido da Lara e dos pais neste momento. É de tal forma que até para arrumar é divertido. Só falta andarmos a lutar para sermos nós a arrumar. :PE o que é que vos posso dizer sobre isto?Quando a Lara fez 3 anos queríamos dar-lhe algo especial. Não queríamos dar-lhe muitos brinquedos porque achamos que seria mais benéfico para ela receber uma ou duas coisas realmente especiais do que muitos brinquedos diferentes que, invariavelmente, ficariam mais (...)
Sex | 14.04.17

Dicas de felicidade #4

Purpurina
Aceitar as outras pessoas tal como elas são.Não somos obrigados a conviver com todas as pessoas e ainda menos a privar com elas (em príncipio) mas, se escolhemos fazê-lo, é bom que aprendamos a estar pacificamente com elas.   Esta questão não é simples.Em primeiro lugar é importante perceber que existem características nas outras pessoas que são muito difíceis (ou mesmo impossíveis) de suportar. Refiro-me a coisas como a violência, a mentira constante, a agressão (...)
Qui | 13.04.17

Coisas que só me acontecem a mim #1

Purpurina
  Depois de um brunch maravilhoso no Louvre Michaelense, remato com o fantástico waffle da imagem. Estava perfeito, no ponto certo e quentinho.   A coisa começou a correr menos bem quando, ao tricar um pedaço de amêndoa, sinto que trinco uma coisa demasiado dura. Tive um “certo feeling” e começo a passar a língua pelos dentes. Ao chegar ao último dente de cima, do lado direito da boca, sinto que está partido.   O dente já estava a arranhar há algum tempo, pelo que devia (...)
Qua | 12.04.17

Os únicos sapatos de salto alto que uso

Purpurina
    Parecem uns ténis por dentro. São extremamente confortáveis, são simples mas bonitos, pretos, de pele, e estão reservados para todas as ocasiões especiais a que vou. Só uso esses e nenhuns outros. Tenho vários sapatos de salto alto (que comprei há anos quando ainda achava que era capaz de os usar) mas, eventualmente, tenho que lhes "dar descaminho" porque, cá em casa, só estão a ocupar espaço.   Desde que me acostumei a andar de ténis que não quero outra coisa. (...)
Seg | 10.04.17

16 fotografias das nossas férias

Purpurina
Foram simples, em família e muito boas!De certa forma foram umas férias especiais em que, por estar com as minhas duas filhas, tudo me fez mais sentido. Foram cansativas, sem dúvida, mas foi um cansaço bom, desejável e que foi largamente ultrapassado pelo prazer de estar em família com as minhas duas filhas.   Tirei várias fotos mas, por questões de privacidade de várias pessoas, não vou publicar as fotos de família.Mostrarei outras.   Apesar de estarmos de férias, não (...)
Dom | 09.04.17

Quais os melhores fatos de banho para crianças?

Purpurina
  A Lara sempre adorou praia e tudo indica que a Maria também venha a gostar.   Ainda por cima, por ter eczema atópico, ir à praia (nas horas de menos calor) faz muito bem à Maria.De modo que já tenho que ir pensando nas coisas que preciso de comprar para ela (e também para a Lara). Dentro das minhas convições minimalistas, não vou comprar muitas coisas, embora não seja grande tolice ter um ou dois fatos de banho a mais para crianças. No ano passado, a Lara fez uns cocós e (...)
Sab | 08.04.17

9 meses de Maria

Purpurina
  Por mais que puxe pelo neurónio não consigo perceber como é que a Maria já está tão crescida!   Ela nasceu ontem! Ela era tão pequenina, ontem!   Olho para ela, a bater palminhas, com um olhar tão atento quando lhe ensino alguma coisa nova e não percebo como é que aquele serzinho já é tão independente.Já a vejo com uma personalidade tão vincada, com um amor tão grande pela irmã, com uma perceção das pessoas e do mundo que estranho num bebé tão pequenino.  Creio (...)