Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 16.05.22

Ser mãe é #1

Purpurina
Nunca saber com quantas pessoas vou acordar, de manhã, na minha cama. Deito-me sozinha, ou com um, e acordo, na maior parte das noites, com pelo menos mais duas pessoas na cama, para além do Milton. Se no inicio nem eu nem o Milton conseguíamos dormir bem, agora já aprendemos a sentir conforto e a dormir muito bem no estilo "sardinhas em lata". Confesso que até gosto muito de dormir aconchegadinha entre a Maria e o Eduardo. E, em certos dias, até a Lara se junta a nós. Gosto muito. 
Qui | 12.05.22

Eduardo #36

O grato

Purpurina
O livro que veem na foto: "Dicionário por imagens Vamos Aprender" foi requisitado por mim, na Biblioteca de Ponta Delgada, vezes sem conta. Trouxe-o para a Lara, depois para a Maria e, agora, para o Eduardo. É um livro muito antigo, com mais de 20 anos, que já não consigo encontrar à venda nas livrarias, mesmo online. O livro é giro porque é feito de jogos didáticos, uma espécie de passatempos, e os miúdos vão aprendendo coisas de uma forma que parece ser muito divertida.  (...)
Sex | 25.03.22

Os filhos salvam a nossa saúde mental

Purpurina
"Deixas-me louca!" Quantas vezes dizemos isso aos nossos filhos? E, se não dizemos, pensamos, muitas vezes, que estamos à beira da loucura. Às vezes tenho a sensação de que, nos recentes oito anos, a minha vida é uma repetição contínua entre dar comida à boca, limpar rabos, fazer máquinas de roupa, estender, roupa, arrumar roupa, cozinhar, preparar lanches, preparar mochilas, gritar com os miúdos para que parem de se aborrecer e de bater uns nos outros e tentar que a casa (...)
Seg | 21.03.22

Ainda sobre o 8º aniversário da Lara

Um presente maravilhoso!

Purpurina
A professora da Lara, que  é a professora mais querida que poderíamos desejar para os nossos filhos, faz uma coisa muito gira no aniversário dos miúdos. Pede a todos os meninos que façam um desenho para o aniversariante. Se quiserem, podem deixar uma pequena mensagem também. Assim, a Lara trouxe para casa um caderno, com as folhas presas com uma bonita fita, com desenhos e mensagens de todos os colegas, e também um da sua professora. Achei a ideia mais amorosa de sempre.   
Qui | 30.12.21

Voltei a ler desenfreadamente

Purpurina
Este foi o primeiro livro que li, de forma desenfreada, em 7 anos. E foi ótimo! Que sensação boa minha gente. Aproveitar cada momento, cada pausa, cada ida ao WC para ler sem parar. Já tinha lido a autobiografia  do Woody Allen, mas demorei bastante tempo a terminar. Entretanto já acabei mais um livro, o "Escrever" do Stephen King e estou a ler a uma velocidade inacreditável "O Filho de Mil Homens" de Valter Hugo Mãe. Ler é uma das atividades que mais me faz feliz e, vejo (...)
Seg | 20.12.21

A primeira série que vemos em família

Purpurina
O Eduardo tem três anos e, só muito recentemente, começou a ficar sossegado durante os trinta minutos de duração da série que estamos a ver em família. A série chama-se "Mundo Jurássico: Acampamento Cretáceo" e é uma adaptação em animação, do livro Jurássic Park. Todos gostamos muito da série, até o Eduardo, que fica sossegado o tempo todo. Geralmente vemos um episódio por dia, antes dos miúdos irem para a cama, nos dias de semana. À sexta-feira e ao sábado podemos (...)
Seg | 01.11.21

Não nos podemos mimar demais

Purpurina
Mas podemos mimar-nos alguma coisa. Um copo de vinho e um livro. Depois da saúde, família, amor, prosperidade, paz, meditação, yoga, pessoas alegres e inteligentes para conversar, cinema, comidinha boa, ver sítios novos e aprender qualquer coisa aqui e ali, não  preciso de muito mais para me sentir feliz!
Qui | 28.10.21

Um dos meus (poucos) vícios

Purpurina
Comer sem cozinhar. Afirmo com convicção que, se não tivesse mais onde investir o dinheiro, investia muito em bons restaurantes. Como até tenho onde investir o dinheiro, não faço disto um vício (ao contrário do que o título indica), mas uma coisa especial para fazer de vez em quando. E, nos Açores, come-se mesmo muito bem: peixe, carne, marisco, vegetais, doces... há por onde escolher. O problema é que a coisa está cada vez mais inflacionada, mas, de facto, não me importo (...)
Ter | 05.10.21

Não consigo ser minimalista nisto...

Purpurina
Praticamente todas as semanas vou à biblioteca e venho carregada de livros. Muitas vezes, trago mais de 20, sendo que, com os cartões de toda a família, posso trazer até 25 livros de cada vez. Na última vez que lá fui, na loucura, até trouxe dois livros para mim: um de Ken Follet, um triller muito atual sobre a ameaça duma pandemia, e uma autobiografia da Patti Smith, uma escritora e música que admiro pelo pouco que conheço, e que quero conhecer melhor. Para os miúdos (...)
Seg | 13.09.21

Temi desmaiar umas quatro ou cinco vezes no caminho de volta... mas foi bem bonito.

Purpurina
Tirei um dia de férias e fui com o Milton fazer o trilho da Rocha da Relva, que fica muito perto de Ponta Delgada e que ele tinha feito, sozinho, uns dias antes. Já não fazia um trilho sem crianças há uns 8 anos, de modo que este passeio me soube pela vida. Logo antes de começarmos vimos chegar um rapaz de uns 10, 12 anos, suadíssimo, seguido pelo seu (...)