Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Dom | 07.06.20

Lara #35

Purpurina
A Lara plantou uma tangerineira num vaso, na varanda comum do prédio onde vivemos. Ela fala com a planta e vai regá-la todos os dias. Tem muita estima e cuidado com as suas plantinhas e trata-as com muito amor. A Lara acredita (por o pai lhe ter sugerido dessa forma) que as plantas lhe respondem abanando as suas folhagens. Hoje, depois de contar às meninas uma história antes de dormir, que calhou ser sobre uma árvore, a Lara confidenciou-me o seguinte: "Sabes mãe, eu dei um nome (...)
Qui | 28.05.20

A Maria com 3 anos (quase 4)

Purpurina
A Maria surpreende-nos constantemente com as coisas que diz, muito racionais para a idade. Adora brincar com bonecas e é capaz de ficar horas a brincar e a criar cenários com as bonecas. Se estiver muito concentrada fica a brincar sozinha, mas prefere companhia. Não gosta de estar sozinha e pede sempre para alguém ficar com ela a brincar, mesmo que seja só a assistir à brincadeira. Muitas vezes ela fica comigo na cozinha a brincar enquanto eu faço as refeições ou arrumo a cozinha. O (...)
Seg | 25.05.20

A Lara com 6 anos

Purpurina
Fez 6 anos no dia em que iniciámos a quarentena. Nesse dia foi à escola e pôde comemorar com os colegas da sua turma, numa festa. Desde pequena que é muito sensível, alegre e divertida: prega-nos partidas e está sempre a inventar brincadeiras e a fazer coisas para nos oferecer, oferece-se para nos fazer massagens e está sempre pronta para abraços e beijinhos. Mesmo meio ensonada, quando a colocamos a fazer chichi antes de nos irmos deitar, insiste em dar-nos um abraço e um (...)
Qua | 20.05.20

O Eduardo com 21 meses

Purpurina
Cortei-lhe o cabelo e ficou com ar de rapazinho. Mas fica muito fofo na mesma, com umas bochechas grandes e um sorriso maroto sempre pronto. Está crescido mas continuo a vê-lo como o meu bebé. Obviamente.  Continua a comer muito bem e de tudo. Continua a mamar e agora pede para mamar puxando-me a camisola e abrindo muito a boca, como fazia para pedir comida quando ainda não falava. É uma figura. Ainda não bebeu leite de vaca. Gosta muito de pão, banana, bolachas e papa, como (...)
Seg | 18.05.20

Maria #39

Purpurina
A Maria gosta de leite frio. A Lara gosta de leite morno. Enganei-me uma ou duas vezes com o leite da Maria e dei-lhe morno. Parece que este meu lapso foi marcante. Numa destas tardes a Maria pediu-me leite e um pão com manteiga para lanchar.  Preparei tudo e chamei-a para lanchar. Ao ver o copo com leite, olhou para ele desconfiada e disse: "Mãeeee, eu gosto de leite frio." Respondo que sei disso e que o seu leite está fresquinho, como ela gosta. Responde-me ela, com (...)
Qui | 14.05.20

Lara #34

Purpurina
Com alguma frequência, a Lara faz “presentinhos” para oferecer aos pais. Geralmente é um desenho mas outras coisas também. Esta semana fez uns cestinhos com rolos de papel higiénico para mim e para o pai. Lá dentro colocou um balão azul, uma cápsula de café (café que ela faz questão de fazer para nós), um caderninho feito e decorado por ela e uma esferográfica. Nem eu nem o Milton somos de fazer surpresas. Isto é uma característica da Lara. Que sorte nós temos de ter (...)
Seg | 27.04.20

A festa de 6 anos da Lara, mesmo antes de começar a quarentena

Purpurina
A Lara fez 6 anos no último dia de escola, quando já se sabia que as escolas iriam fechar a partir da segunda-feira seguinte.  Ela tinha pedido para fazer uma festa na escola, com pula-pula, tal como fez no ano passado e os seus amiguinhos costumam fazer. Já tínhamos tudo marcado mas ponderámos cancelar. Pensámos mesmo muito no que havíamos de fazer mas, uma vez que a Lara iria à escola de qualquer maneira e a festa era só connosco e com os colegas com que ela iria estar (...)
Dom | 19.04.20

Diário de quarentena #5

A nossa rotina

Purpurina
Mais de duas semanas depois de estarmos em casa com os miúdos ainda nos estamos a adaptar. Tentámos estabelecer uma rotina várias vezes mas, com 3 crianças pequenas, não conseguimos seguir nada muito rígido. Temos sempre o Eduardo a precisar de mais atenção e, mesmo as miúdas, ainda pedem muita atenção individual. Assim, seguimos uma rotina flexível, com tarefas pensadas para cada dia que se vão fazendo conforme a dinâmica do dia e as disposições de cada um. É mais ou (...)
Qui | 16.04.20

A maior birra do Eduardo

Purpurina
Ele gritou tanto, mas tanto, que eu já estava a ficar desesperada. Fiquei mesmo sem reação!  O pai, que estava a trabalhar no quarto (e costuma estar de headphones) veio à cozinha ver o que se passava. Foi, basicamente, isto: O Eduardo lanchou pão integral e 3 bolachas Maria. Ia eu dar-lhe um iogurte natural quando ele começou a gritar: - Pãoooooooo! As irmãs estavam a lanchar também e ainda estavam a comer pão. E o Eduardo não pode ver ninguém a comer se ele não (...)
Sab | 04.04.20

Eduardo #5

O faxineiro

Purpurina
O Milton estava sentado a ver televisão. O Eduardo chega ao pé dele e aponta para uma mancha que temos na manta do sofá e diz: "Ba ba ba ba ba", apontando para a mancha. Depois desapareceu a correr para a cozinha. Voltou a aparecer com um guardanapo de papel na mão, subiu para cima do sofá e começou a esfregar a mancha com o guardanapo de papel. Encara o Milton de frente, como quem quer dizer algo muito importante e repete: "Ba ba ba ba ba ba ba". O Milton olhou para o sofá e, (...)
Seg | 30.03.20

Coisas de irmãs #8

Purpurina
De manhã as miúdas veem sempre televisão. Felizmente alinharam os gostos por desenhos animados e, neste momento,  são as duas grandes fãs da "Ladybug". Então, pelas 9 horas da manhã, podemos encontrá-las a tagarelar tranquilamente sobre as peripécias da Ladybug. Normalmente, a Maria faz perguntas e a Lara vai-lhe explicando o que está a acontecer. A forma como a Maria olha para a Lara, vendo nela uma verdadeira autoridade sobre o assunto, é uma delícia. São estas (...)
Sex | 28.02.20

Que hábitos querem passar aos vossos filhos?

Purpurina
Naturalmente a gentileza, a empatia, a alimentação saudável, o gosto pela aprendizagem, a ética, talvez a prática de desporto, a leitura, a música e tantos outros que dependem da dinâmica de cada família. Por aqui, para além do hábito de criar piadas tolas de hora a hora (é mais forte que nós), tentamos criar o hábito da leitura. Acho que este hábito se tem sobreposto a muitos outros, porque as miúdas adoram livros e desfolham-nos todos os dias e ainda não dizem bom dia (...)
Ter | 25.02.20

O pai é, literalmente, um cocó

Purpurina
Na festa de Carnaval da escola dos miúdos vi 3 pais mascarados: o Milton, um dos amigos que foram connosco à festa e um outro pai, que também conhecemos fora da escola. Mães mascaradas (e muito giras) havia muitas. Crianças, todas. Pais 3. Eu não gosto de Carnaval. Pessoalmente, acho uma festividade bem dispensável. Sou tímida, reservada e tenho medo de pessoas cuja cara não posso ver. Até divaguei sobre este meu desagrado aqui (...)
Dom | 23.02.20

Maria #32

Purpurina
Digo à Lara (5 anos): “És a minha bomboca querida!” e ela sorri e enche-me de beijinhos e abraços. Digo ao Eduardo (1 ano e meio): “És o bombom da mãe!” e ele ri-se muito, faz gracinhas e encosta a cara à minha para eu lhe dar muitos beijos repenicados naquelas bochechas gostosas. Digo à Maria (3 anos): “És uma bolachinha gostosa!” e ela, muito séria e algo importunada, replica: “Não sou nada. Sou a Maria Marques Moura.”
Qui | 20.02.20

Quem é que disse que as mulheres não são unidas?

Purpurina
Tenho acordado de manhã, aconchegada entre a Maria e Lara. Têm vindo as duas parar à nossa cama durante e noite e acabam por ficar a dormir connosco. A determinada altura o Eduardo acorda e começa a chamar por nós. Todo estremunhado, o Milton tenta chamar-me a atenção e estica o braço para tentar chegar a mim. Sem se aperceber, toca na cabeça da Maria e diz: “Está na tua vez.” Reforço e digo à Maria: “Ouviste o pai Maria? Está na tua vez de ir buscar o Eduardo.” Muito (...)
Qua | 05.02.20

Coisas de pessoas que têm 3 filhos pequenos

Purpurina
  Eu estou de férias e o Milton está a trabalhar em casa. A determinada altura da tarde, o Milton resolve dormir uma pequena sesta. Eu continuo a fazer as minhas coisas, faço a minha sessão de 30 minutos de yoga e, pelas 18h00, acordo o Milton para irmos buscar as crianças à escola (já muito mais tarde do que era suposto). Acordo o Milton a custo, pois estava a bom dormir. A cara dele é do mais estremunhado que há. Digo-lhe: "São 6 horas Milton, temos que ir." Diz ele: (...)
Ter | 28.01.20

Como fazer os filhos brincarem juntos

Purpurina
Quando pensei em ter um segundo filho, tinha uma certeza ingénua de que dois irmãos iam dar-se naturalmente bem: iam ser muito amigos, brincar juntos, rir juntos e ter uma cumplicidade única. Claro que esta ideia romântica da relação entre irmãos estava totalmente condicionada pela minha mente de filha única cujo maior desejo sempre foi ter um irmão ou uma irmã. Hoje, tenho 3 filhos com idades muito próximas - 17 meses, 3 anos e 5 anos - e uma visão muito mais realista da (...)