Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 21.09.18

Maria #16

Purpurina
 A Maria anda numa fase em que é completamente viciada na Xana Toc Toc.Acorda a dizer que quer ver a Xana Toc Toc e assim que vem da escola pede para ver a Xana Toc Toc.Conseguimos que coma a sopa dizendo-lhe que só depois de comer a sopa pode ir ver a Xana Toc Toc.Convencemos-la a não fazer birra para ir para a escola (tem-lhe custado ir depois das férias e depois da educadora dela ter ido embora) dizendo-lhe que, quando regressar pode ver a Xana Toc Toc.A irmã tem uma boneca da (...)
Qua | 19.09.18

Maria #15

Purpurina
 As primeiras frases da Maria ao acordar:- Quero comer.- Quero sair (do berço).- Quero ir à praia.- Quero ir à piscina.Ahhh os deliciosos 2 anos! Adoro! :)
Sex | 07.09.18

Como reagiram as miúdas ao novo irmãozinho

Purpurina
 Bom dia pessoas simpáticas e divertidas!Começo por explicar que só coloquei uma foto da Lara e do Eduardo porque é complicado apanhar a Maria numa foto que não esteja tremida ou em que apareça apenas uma orelha ou um braço. A rapariga está numa fase em que (felizmente) não para quieta um segundo.Colocada esta nota passo a descrever a relação entre os meus três miúdos.As meninas adoram o Edu, principalmente a Lara (que é mais expansiva em relação aos sentimentos). Dizia (...)
Qua | 05.09.18

Os nossos filhos devem ser felizes o tempo todo?

Purpurina
 Acredito que não.Todos os pais gostariam que sim, que os seus filhos fossem felizes o tempo todo mas isso não é possível nem sequer desejável.Acredito que as crianças devem aprender a lidar com a frustração desde cedo para poderem construir uma forma de felicidade futura mais real e mais duradoura.Se os pais fizerem de tudo para manter as crianças sempre felizes, sem chorar, sem berrar, sem ter frustrações, elas vão crescer sem saber lidar com contrariedades e, quando elas (...)
Ter | 04.09.18

Férias em casa com 3 crianças pequenas!!!!!!

Purpurina
Olá pessoas!Acho que vou começar os meus textos assim, de uma forma mais pessoal, porque o facto é que já não sinto que esteja a escrever para mim mesma ou que esteja a escrever um artigo para uma plataforma digital qualquer. Sinto que estou a escrever para pessoas, dou por mim a esperar respostas, feedback e opiniões dessas pessoas e nada mais educado que assinar a sua presença à partida. Ou então, sou apenas muito otimista e sou lida apenas pelo Milton e por duas ou três amigas. :DCom (...)
Qui | 16.08.18

Amamentação: a subida do leite não é sempre dolorosa

Purpurina
 Amamentei a Lara até aos 18 meses e a Maria até aos 11 meses. Com a Lara foi tudo mais difícil (falo disso aqui): eu era inexperiente, tive imensas dores, mamilos feridos durante um mês e meio e a Lara chegou a perder peso durante o processo. A subida de leite também foi muito dolorosa, com o peito enorme e pesado como se fosse feito de pedra. Não cheguei a ter febre ou (...)
Sex | 10.08.18

Parto do terceiro filho: o mais fácil e o mais difícil

Purpurina
O Eduardo nasceu com 3,805 kg e 51,5 cm. Estava a contar com um parto tão fácil como o da Maria, isso estava. Aquilo foram duas forcinhas e já estava cá fora. Pensei que, ao terceiro, a coisa corresse ainda melhor.Não foi bem assim.O parto foi induzido (tal como os anteriores) poucos dias depois das 40 semanas. O Eduardo nasceu dois dias depois, tal como a Maria.Curiosamente calhou a mesma equipa que tinha feito o parto da Lara (aqueles médicos que preferem que tenhamos algumas (...)
Qui | 26.07.18

Aquele momento #2

Purpurina
 Em que estás a passear no meio de um jardim, a observar as árvores e a natureza, e a tua filha de 4 anos te informa que tem que fazer cocó - tipo já - e a casa de banho mais próxima fica a uns minutos de distância.Perguntas-lhe se aguenta e ela diz claramente, e algo aflita, que não.E decides, em 3 segundos, levar a miúda para trás de um arbusto e deixá-la fazer cocó ali mesmo. E enquanto tentas apoiar a miúda numa situação mais ou menos confortável e tentas não cair com (...)
Qua | 25.07.18

Ironias da maternidade #1

Purpurina
   Lembro-me bem de ter vinte e poucos anos e achar a maior parte das criancinhas extremamente irritante.A coisa acentuou-se durante os anos em que trabalhei numa loja de roupa de crianças e via coisas que considerava bastante caricatas (na verdade considerava-as horrendas): miúdas a 3 anos a darem valentes estaladões nos pais porque não queriam vestir (ou despir) uma roupa; crianças que mandavam artigos da loja ao chão e se punham a pular em cima deles, outros que tiravam (...)
Sex | 20.07.18

Aqueles dias fantásticos #1

Purpurina
 Ao fim de semana, em que o Milton pode ficar um bocadinho mais na cama e as miúdas portam-se lindamente ao pequeno-almoço.Consigo sentar as duas à mesa e comem, cada uma o pequeno-almoço da sua preferência, sem brigas, sem birras e sem muito barulho.Parecendo que não, há mesmo dias assim. 
Qui | 12.07.18

Senti-me tão feliz pela minha filha! E por mim também.

Purpurina
 Sempre fui uma criança tímida. Hoje ainda sou tímida, mas em criança a minha insegurança e a minha timidez eram muito mais acentuadas, impedindo-me de vivenciar as coisas com descontração e alegria.Nunca tive muitas crianças (ou adultos) com quem brincar e mesmo quando entrei na escola pela primeira vez (ainda tinha 5 anos) nunca fiz muitos amigos nem brincava muito com as outras crianças. Lembro-me de estar permanentemente assustada, insegura e com medo de qualquer coisa. A (...)
Seg | 09.07.18

O desfralde da Maria #1 Os primeiros 2 dias em casa

Purpurina
 Começámos o desfralde da Maria mal ela fez os 2 anos de idade.Não foi propriamente pela idade mas foi porque começaram a fazer o desfralde na creche e a Maria já mostrava sinais de estar preparada:- Comunica muito bem e diz claramente chichi e cocó.- Já fez vários cocós e chichis no bacio.- Mostra quando tem vontade de fazer chichi ou cocó e diz quando fez.Como vamos ter mais um bebé daqui a menos de um mês, achámos por bem pedir na creche que iniciassem o desfralde da Maria (...)
Dom | 08.07.18

Maria #12

Purpurina
 Quase todos os dias é a mesma coisa.Vamos busca-la à creche e logo que nos vê começa a fugir para o fundo da sala a correr.Ela quer continuar a brincar e nunca tem vontade de sair da escola. :DTem que ser uma das senhoras da creche a ir busca-la ao colo e, algumas vezes, ela vem de má cara e a reclamar.Quando chega ao carro, fica mais bem disposta e começa a cantarolar e a brincar com a Lara, mas para sair da creche é sempre a mesma coisa. :PSó não fico envergonhada porque a (...)
Sex | 06.07.18

Elas fazem sempre uma festa antes de dormir!

Purpurina
 E nós não nos importamos nada.Há alguns dias começámos a deitar a Lara e a Maria ao mesmo tempo, às 21h00. Antes, a Maria dormia pelas 20h00 e a Lara pelas 21h00.Agora aguentamos a Maria até às 21h00: fazemos a rotina normal e depois brincamos e lemos histórias até à hora de dormir. E tem corrido muito bem.Elas ficam sempre na brincadeira, cada uma na sua cama, a cantar, a rir e a fazer palhaçadas. Às vezes isso dura uma hora.No inicio nós íamos lá dizer para se (...)
Qui | 05.07.18

Carla, a mãe chata

Purpurina
  A Lara estava na banheira a brincar, depois do banho, e eu estava com o Milton e a Maria na sala. Às vezes deixamo-la uns minutos a brincar na banheira enquanto fazemos outra coisa qualquer. Já tem 4 anos e julgo que é seguro mas fico sempre meio desconfortável quando não a estou a ver.Eu: "Lara está tudo bem?"Lara: "Sim!"Eu: "Não te levantes, está bem?"Lara: "Sim."Passam 3 minutos. Continuo a ouvir splash splash.Eu: "Lara tudo bem?"Lara: "Siiiim."Eu: "Não te levantes."Lara: (...)
Qua | 04.07.18

Momentos mesmo muito relaxantes...

Purpurina
 Em que estou no sofá com as miúdas, a Maria com as perninhas em cima das minhas, toda recostada e descontraída, a ver um filme para crianças.É mesmo muito bom!O único senão é que tem a duração máxima de 2 ou 3 minutos.A não ser que existam pipocas envolvidas na situação. :D 
Dom | 01.07.18

2 anos de Maria

Purpurina
 A Maria foi muito desejada. Mesmo muito.Todos os meus filhos foram desejados mesmo quando vêm de surpresa mas a Maria representa o que sempre desejei desde pequena. Sempre disse que, a ter filhos, gostaria de ter mais que um.O parto dela foi mais fácil que o da Lara e só foi necessário uma enfermeira parteira e uma assistente (apesar do parto estar a ser provocado há 3 dias, como o da Lara).Emocionei-me imenso quando a vi e achei-a perfeita. Esta muito séria e até parecia zangada.
Sab | 30.06.18

Como a Lara me vê

Purpurina
 Há dias trouxe um livro da biblioteca sobre o desenvolvimento do bebé desde a gravidez até ao primeiro ano de vida.Li-o várias vezes à Lara e à Maria, a pedido delas.Numa dessas vezes, na parte da preparação da chegada do bebé, há uma imagem da mãe a descansar e do pai a preparar o berço.Diz a Lara:"Mãe, tu também fazes estas coisas que o pai faz!""Esta mãe é tarouca, não faz nada."Lá lhe expliquei que aquela mãe está sentada porque está cansada, tal como eu também (...)