Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 17.01.19

Eu tinha tantas certezas antes de ter filhos

Purpurina
Mesmo antes de saber que queria ser mãe, sabia exatamente como deveria ser educada uma criança.Sabia exatamente o que era e o que não era admissível e que tipo de atitude se devia ter em cada situação.Agora, que tenho 3 filhos, as minhas certezas anteriores dão-me vontade de rir... e de chorar.Perdi a conta aos livros que li sobre educação, sobre bebés, crianças, parentalidade, disciplina positiva, birras, alimentação saudável e tantas outras coisas. E continuo a ler. E, ao (...)
Sex | 28.12.18

Fui à biblioteca em 10 minutos e trouxe estes livros

Purpurina
Hoje fui à biblioteca a correr, aproveitando que a minha sogra estava a tomar conta do Eduardo e antes de uma consulta no dentista.Na última vez que tinha ido à biblioteca tinha trazido apenas 2 livros para as miúdas e a Lara mostrou-se muito desiludida. Então hoje aproveitei uma oportunidade de 10 minutos para trazer os livros que conseguisse.Já se torna difícil escolher livros para trazer. Já trouxe dezenas (ou centenas) de livros da biblioteca. Já repeti muitos, os nossos (...)
Qui | 27.12.18

Como ensinar duas irmãs pequenas a dar-se bem?

Purpurina
Bom... não tenho receitas mágicas mas estou em aprendizagem constante.Tenho a Lara de 4 anos e a Maria, de 2 anos, numa fase onde as brigas têm sido diárias e muito saturantes.Com certeza que a maior parte dos pais de crianças pequenas irão identificar-se com isto: as brigas pelo mesmo brinquedo, as brigas por causa da quantidade de comida, das cadeiras, porque uma está a cantar na cama, porque a outra está muito encostada, porque uma tem a papa mais branquinha, porque a outra tem (...)
Sex | 30.11.18

Conversas da Lara #18

Purpurina
Já tenho mencionado aqui que as conversas que tenho com a Lara,na cama, antes dela dormir, são do melhor que há.Temos sempre o hábito de contarmos como foi o dia de cada uma (ela também faz o mesmo quando é o pai a deita-la) e, no meio da conversa, achei por bem dizer-lhe que ela era muito sortuda por ter dois irmãos, por ter um quarto tão fofinho e poder dividi-lo com a Maria e depois com e Eduardo.Disse-lhe que sempre quis ter irmãos, alguém com quem partilhar as coisas do dia (...)
Qua | 14.11.18

Tentei pô-las a dormir juntas, mas não deu certo

Purpurina
O rapaz está a crescer a olhos vistos e a alcofa onde dorme não vai durar muito mais tempo.A Lara dorme numa cama montessoriana de pessoa e meia e a Maria dorme no berço que passará para o bebé em breve.Posto isto experimentámos colocar a Maria a dormir na cama da Lara, uma vez que há espaço suficiente para as duas. A Lara ficou muito contente com a ideia e a Maria também alinhou.Então lá fiquei com as duas no quarto, a contar uma história e depois de mão dada com a Maria, à (...)
Ter | 13.11.18

Grandes desafios de uma mãe de três

Purpurina
Eu e o Milton começamos os nossos dias a tirar 3 fraldas. A Lara e a Maria só usam de noite mas, ainda assim, lidamos com muitas fraldas por dia. Esta conversa só serve para justificar a foto porque os grandes desafios que experimentamos nestes dias pouco têm a ver com as fraldas.Na última semana, a Maria esteve com amigdalite e ficou comigo e com o bebé em casa e devo dizer que foram os dias mais desafiantes que tive como mãe.Os fins de semana que passamos a 5 em casa também são (...)
Seg | 12.11.18

Como acabar com as brigas entre irmãos e educá-los para serem muito amigos?

Purpurina
Não faço ideia. Por isso estou a estudar o assunto e a tentar aprender.Para isso comprei o livro "Irmãos sem ciúmes" e falo muito com amigas que têm irmãos e me dão conselhos preciosos sobre um assunto que eu, como filha única, não domino nada.Já percebi que cometo muitas falhas (como comparar os filhos) e quero muito cometer o mínimo possível de falhas que possam afetar a relação futura dos meus filhos.Já sei se vou continuar a cometer erros vários mas vou fazer o (...)
Sab | 13.10.18

2 meses de Eduardo

Purpurina
  O Eduardo já tem quase dois meses e meio. Dois meses e meio que passaram a voar, apesar de todos os dias estar com ele, não poupar nada o colinho e ficar a vê-lo dormir completamente embasbacada como se fosse o primeiro filho.Digo bebé feliz com alguma confiança porque de todos os meus filhos este é, sem dúvida, o mais tranquilo, o mais pacífico e o mais sorridente. O rapaz está sempre a sorrir. basta aproximarmo-nos um pouco e ele abre um sorriso rasgado e de olhos (...)
Sex | 12.10.18

Aquele momento #3

Purpurina
 Em que decides ir com o teu filho recém nascido e com o teu namorado buscar as tuas duas filhas  (de 2 e 4 anos) à escola e só tens na mala uma garrafa com cerca de 100 ml de água.E, assim que as meninas entram no carro, pedem água e achas que podem dividir a água da garrafa.Mas cada uma delas quer ser a primeira a beber e, em menos de 2 segundos tens 3 crianças a berrar no carro, o caminho todo (de 7 minutos) até casa. Mas a berrar como deve de ser, altíssimo e de forma (...)
Ter | 02.10.18

Um dos maiores sacrifícios que faço como mãe

Purpurina
 É tirar macacos do nariz dos meus filhos.Detesto macacos do nariz. Detesto ter que tirar até os meus.Não gosto da cor, da consistência e até do formato deles.  BlerghhhAntes tirar 5 fraldas cheias de cocó mole do que um macaco do nariz (cada um com as suas peculiaridades, esta é a minha).Mas, nos últimos anos, tenho tirado macacos do nariz alheio com frequência. Macacos de tamanhos inimagináveis retirados de narizes minúsculos. Ainda hoje tirei um belo exemplar do nariz do (...)
Qui | 27.09.18

3 ou 4 formas de sermos pais melhores

Purpurina
  Escrevo estas notas não por ser esta a minha forma natural de agir mas para me recordar de que posso fazer melhor todos os dias. Na verdade, algumas coisas que escrevo no blogue são notas para mim, para ler e reler sempre que preciso de me lembrar de que forma quero fazer as coisas e que tipo de mãe quero ser. Felizmente muitas destas dicas dependem apenas do bom senso e da vontade que temos de fazer sempre mais e melhor, pelo que acredito que cada vez mais pais as pratiquem, (...)
Sex | 21.09.18

Maria #16

Purpurina
 A Maria anda numa fase em que é completamente viciada na Xana Toc Toc.Acorda a dizer que quer ver a Xana Toc Toc e assim que vem da escola pede para ver a Xana Toc Toc.Conseguimos que coma a sopa dizendo-lhe que só depois de comer a sopa pode ir ver a Xana Toc Toc.Convencemos-la a não fazer birra para ir para a escola (tem-lhe custado ir depois das férias e depois da educadora dela ter ido embora) dizendo-lhe que, quando regressar pode ver a Xana Toc Toc.A irmã tem uma boneca da (...)
Qua | 05.09.18

Os nossos filhos devem ser felizes o tempo todo?

Purpurina
 Acredito que não.Todos os pais gostariam que sim, que os seus filhos fossem felizes o tempo todo mas isso não é possível nem sequer desejável.Acredito que as crianças devem aprender a lidar com a frustração desde cedo para poderem construir uma forma de felicidade futura mais real e mais duradoura.Se os pais fizerem de tudo para manter as crianças sempre felizes, sem chorar, sem berrar, sem ter frustrações, elas vão crescer sem saber lidar com contrariedades e, quando elas (...)
Qui | 12.07.18

Senti-me tão feliz pela minha filha! E por mim também.

Purpurina
 Sempre fui uma criança tímida. Hoje ainda sou tímida, mas em criança a minha insegurança e a minha timidez eram muito mais acentuadas, impedindo-me de vivenciar as coisas com descontração e alegria.Nunca tive muitas crianças (ou adultos) com quem brincar e mesmo quando entrei na escola pela primeira vez (ainda tinha 5 anos) nunca fiz muitos amigos nem brincava muito com as outras crianças. Lembro-me de estar permanentemente assustada, insegura e com medo de qualquer coisa. A (...)
Qua | 11.07.18

Para fazer nas férias com os miúdos #1

Purpurina
Ou ao fim de semana, ou sempre que estiver bom tempo e houver uma folga para passar tempo com as crianças.Uma coisa é certa: ficar muito tempo num apartamento com duas crianças pequenas, num dia de sol é só uma loucura imensa.Então, se não tivermos muito tempo para preparações, agarramos numas frutas e em algo que se coma rápido, alguns brinquedos de praia, um ou dois livros, umas mantas, a trotineta da Lara e vamos para um jardim passar umas boas horas.Não é preciso mais (...)
Ter | 26.06.18

Ser pai não é nada fácil

Purpurina
 É a melhor coisa do mundo, sem dúvida, ou não estivessemos quase com o terceiro filho em 5 anos, mas apresenta os maiores desafios que já tive que enfrentar. E o que é que não é fácil: Ficar vários anos sem ter uma noite de sono completa e acordar a meio da noite toda estremunhada (eu e o Milton) para mudar roupa de cama com chichi, acalmar um choro (ou dois) e inventar formas de acalmar crianças quando estamos com o cérebro a meio gás. Acordar todos os dias pelas 7h00 da (...)
Qua | 13.06.18

Eu e a Lara: diferenças e semelhanças

Purpurina
 Dizem que a Lara é parecida comigo. Eu acho que é uma boa mistura entre mim e o pai com mais características minhas: físicas e psicológicas. Mas, olhando bem para ela, é diferente de mim em muitas coisas. É parecida comigo mas está longe de ser igual. E ainda bem.Fisicamente até é parecida nos traços mas tem cores diferentes. A cor da pele é diferente, a cor dos olhos, do cabelo.Psicologicamente é, de facto, mais parecida comigo: é tímida como eu mas muito expansiva (...)
Qua | 25.10.17

Como é criar filhos nos Açores?

Purpurina
 Vivo nos Açores, em Ponta Delgada, há mais de 7 anos. As minhas filhas nasceram aqui.  Antes, vivia em Lisboa e adorava. Só posso falar sobre a minha experiência a educar crianças nos Açores porque é a única que conheço. Educar crianças nos Açores é bom, é fácil e agradável por vários motivos. 1- Aqui tudo é pertinho: escolas, centros médicos, jardins, parques, praia, piscinas, as casas dos amigos, o local de trabalho. Por ser tudo tão perto, ganhamos imenso (...)