Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 17.01.20

Eduardo #4

O super fofo

Purpurina
O miúdo está cada vez mais fofo e mais maroto. Parece um boneco a pilhas duracel. Corre super rápido de um lado para o outro, cheio de genica. E não se limita a correr, ele trepa a tudo o que consegue, enfia-se na cama da Maria com toda a facilidade através das escadas e também consegue sair muito facilmente. Por outro lado é muito meiguinho. Está sempre a abraçar e a dar beijinhos às irmãs e aos pais. Basta pedir-lhe um beijinho ou um abraço que ele vem logo a correr (...)
Qua | 15.01.20

Eduardo #3

O fofo

Purpurina
  O Eduardo adora dar abraços e beijinhos. Do nada, vem abraçar-se às nossas pernas e começa a dar-nos beijinhos. Faz isso com os pais, com as irmãs e até com as amigas das irmãs, se elas lhes derem atenção. Também gosta muito que sejamos nós a dar-lhe abraços e beijinhos. É um mimoso como nunca vi. Cada dia que passa o miúdo está mais fofo e meiguinho.
Dom | 12.01.20

Como são: o Eduardo com 16 meses, a Lara com 5 anos e a Maria com 3 anos

Purpurina
  Eduardo Como o tempo não tem abundado por estes lados, hoje faço um texto "todos em um" para não deixar de registar como têm sido estes dias. O Eduardo está cada vez mais adorável e enérgico. Ele não pára quieto e está sempre a fazer "escadas" e "escadotes" para chegar a todo o lado. Se eu pensava que a Lara era a alpinista da família estava muitíssimo enganada! O rapaz escala tudo o que encontra pela frente, corre de um lado para o outro, dança, pula, anda sempre a (...)
Qui | 26.12.19

Eduardo #3

Purpurina
O Eduardo não chora quando fica na escola embora também não se mostre eufórico quando o deixamos lá. O que acontece com ele é algo bastante curioso e que não me lembro de acontecer com as irmãs. Quando o levo ao colo para a escola ele vai-se tornando gradualmente mais pesado, à medida que vamos avançando para a sala. Começa a ficar mais pesado assim que entramos à porta da escola. E, quando chego à sala, já estou com os braços a latejar de dores. Parece que ele faz o (...)
Seg | 16.12.19

Maria #33

A "familiar"

Purpurina
  A Maria é a mais refilona dos meus três filhos. Tem uma personalidade bastante forte e luta muito pelo que quer. É, também, muito conservadora e ligada à família. Gosta de rotinas e de saber o que vai acontecer. Gosta que estejamos todos juntos e, se for necessário, protege os irmãos ou os pais de qualquer coisa que ela julgue que pode ameacá-los. Já a vi a defender a Lara de outros meninos no parque infantil, dizendo-lhes coisas bem pouco simpáticas. Ultimamente, a Maria (...)
Ter | 10.12.19

Ahhhhhh os maravilhosos TPC artísticos...

Purpurina
Ah, como é gratificante ter trazer trabalhos manuais para fazer em casa com os filhos (só que não). Estes são os mais recentes: o prato da Maria e o triângulo da Lara. O que vale é que a Lara gosta muito destas coisas e faz praticamente tudo sozinha. No trabalho dela só fiz mesmo o desenho do presépio. Seja como for, e apesar da minha falta de "boa vontade" em relação a estes trabalhos, ficam aqui registados para que as minhas filhas vejam como eu me esforço (ahahahahah).    
Qui | 05.12.19

Cinco ideias simples para decorar o quarto das crianças

Purpurina
Depois de muito alterar e repensar a decoração do quarto dos meus filhos, trago algumas ideias para partilhar convosco, que acredito poderem ajudar muito a decorar os quartos dos mais pequenos de uma forma simples, económica, divertida e ao gosto dos miúdos, já que são eles os proprietários desse espaço.  1-Se tiverem quartos próprios (e mesmo que não tenham), podem colocar os seus nomes nas portas. Estes "letreiros" podem ser feitos por eles com materiais como cartolina, (...)
Seg | 18.11.19

Um dos meus maiores sonhos realizou-se!

Purpurina
Não é o euromilhões! Acho que nunca sonhei em ganhar o euromilhões. Sonho com viagens, com algumas coisas materiais, com mais algum dinheiro, mas nada muito extravagante. O meu sonho também não se realizou na sua essência mas vai-se realizando, de uma forma maravilhosa, através dos meus filhos. Desde criança que sonho ter irmãos. Gostava de ter partilhado os meus dias e os meus brinquedos com um irmão ou uma irmã; alguém com quem pudesse brincar, conversar, fazer tolices e (...)
Dom | 27.10.19

"Queria tanto ser uma mãe perfeita"

Purpurina
  Esta expressão, assim mesmo: "queria tanto ser uma mãe perfeita", foi uma das pesquisas que levaram alguém do google até ao meu blogue no último mês. "Coitada...", pensei eu, com verdadeira consternação por alguém vir parar a uma página tão desadequada às suas intenções. Depois, só por curiosidade, fiz a mesma pesquisa que a senhora, acrescentando vinil e purpurina aos termos de pesquisa, e vim parar a esta página do meu blogue  (...)
Ter | 22.10.19

Eduardo #1 O comilão

Purpurina
  Com 14 meses parece-me que o Eduardo já merece uma rúbrica própria neste blogue.  O Eduardo é um menino fofo e calminho que, na creche, parece destacar-se pelo grande apetite que demonstra à hora das refeições. Várias funcionárias já me tinham referido que o rapazinho é uma maravilha para comer e que consolava dar-lhe o almoço. Também me tinham dito que ele "exigia" ser o primeiro a comer e que repetia o segundo prato. Ontem, quando fui buscar os miúdos, a senhora que (...)
Seg | 14.10.19

Diferenças entre o primeiro, segundo e o terceiro filho

Purpurina
Quando a Lara, a minha primeira filha, começou a andar foi muito cansativo para nós. Andava sempre à volta dela a fazer uma espécie de escudo com os braços para que não caísse. Assim que ela se punha a andar, lá íamos nós atrás dela a supervisionar tudo a poucos centímetros de distância. Isto durante meses e meses, mesmo depois dela já saber andar bastante bem. Vale a pena referir que isso não a impediu de dar umas boas cabeçadas.  Com a Maria a história já foi (...)
Qui | 10.10.19

Maria #28

Purpurina
Estou a dar o almoço à Maria (excecionalmente porque ela está constipada e mais mimosa) quando ela me começa a passar o dedo indicador na cara. Diz a Maria: “Mãe, o dedo está sujo?” Eu: “Espero que não.” Maria. “Está, está.” Eu: “Então não limpes o dedo à minha cara.” Maria: “Não estou a limpar mãe. Estou a fazer festinhas com o dedo.”
Qua | 09.10.19

Eduardo, 14 meses

Purpurina
Está um rapazinho muito crescido. Já anda sozinho, come tudo o que lhe damos a provar e já tenta reproduzir algumas palavras (embora nada de muito percetível). Em termos de desenvolvimento motor é bem diferente das irmãs. É mais cauteloso que a Lara mas  já sobe para cima do sofá, para cima de bancos e de tudo o que consegue. No que diz respeito à linguagem é muito tagarela e farta-se de conversar connosco, não se percebe é nada. Bom, perceber percebemos, mas não por ele (...)
Sab | 07.09.19

Coisas de irmãos #1 Lara, a irmã dedicada

Purpurina
Se estou com a Lara e o Eduardo em casa, a Lara ajuda-me muito a tomar conta do irmão. E fá-lo de uma forma enternecedora, animada e muito querida. É capaz de tomar conta dele o dia todo, brincando com ele e entretendo-o para eu poder fazer o almoço, arrumar a casa e tratar do que é preciso. Faz-me mesmo muita diferença esta ajuda da Lara. É evidente que vou sempre vendo como estão a correr as coisas, mas nunca precisei de intervir em nada porque a Lara mostra-se bastante (...)
Dom | 01.09.19

A festa de aniversário da Maria e do Eduardo

Purpurina
Este ano decidimos fazer uma festa única para comemorar o primeiro aniversário do Eduardo e o terceiro da Maria. Eles fazem anos com um mês de diferença mas para conseguirmos fazer uma festa para os dois, e porque eles não se importam mesmo nada com isso, decidimos comemorar três dias depois do aniversário do Eduardo.  Claro que no dia de aniversário da Maria já tínhamos festejado em família. Decidimos desta forma por várias razões: porque queríamos ter uma festa de (...)
Qui | 29.08.19

Os meus bebés pequenos

Purpurina
  A Maria e o Eduardo são muito cómicos um com o outro. Ele procura muito as duas irmãs mas parece achar especial graça à Maria. Gosta de lhe tirar coisas da mão e de se mandar para cima dela. Às vezes ela acha graça, outras nem por isso. Quando o Eduardo a “chateia” muito ela dá-lhe um safanão com a mão e ele dá-lhe outro de volta. Ainda assim diria que se dão bem. Ela gosta de lhe dar bolachas (das comestíveis, entenda-se) e, quando está bem-disposta, dá-lhe (...)
Sab | 24.08.19

Irmãos #2

Purpurina
Estes dois são muito cómicos. O Eduardo anda atrás da Maria, como da Lara, e manda-se para cima dela. Interessa-se por qualquer coisa que ela tenha na mão e tanta tirar-lha com a maior das latas. A Maria, que fazia o mesmo à Lara, não tolera muito o comportamento do irmão. Às vezes levanta-lhe a mão e ele defende-se logo fazendo o mesmo. Muitas vezes brinca com ele, conversa com ele e dá-lhe brinquedos para o distrair. Se acha que ele está em perigo, corre a chamar-nos. Se (...)
Qua | 21.08.19

Lara #26 A acrobata!

Purpurina
A Lara sempre foi bastante ágil e enérgica. Com 11 meses já andava sozinha muito bem o que fazia alguma confusão, uma vez que não tinha um único dente na boca. Gosta de trepar a tudo quanto é sitio e fazer acrobacias várias cá por casa.  Há umas semanas, a Lara viu uma menina a trepar a um "encaixe"  de porta num dos canais de Youtube que sigo. Desde esse dia que tem tentado fazer o mesmo cá em casa, treinando todos os dias. Agora é uma das atividades preferidas dela, (...)
Seg | 12.08.19

O parto: 5 coisas que eu teria feito diferente se soubesse o que sei hoje

Purpurina
Três partos induzidos depois, todos semelhantes no inicio e com várias diferenças entre eles no meio e no fim, creio que já reúno uma certa autoridade para dar algumas dicas sobre o tema. Não vou falar do que fiz bem ou mal porque, na altura, fiz o que podia e sabia com a informação que tinha. Vou falar antes do que faria diferente se tivesse o conhecimento que tenho hoje (era bom não era?). Fazia um plano de parto Pode parecer um bocadinho desnecessário e, sinceramente, não (...)
Ter | 23.07.19

Lara #25

Purpurina
Os miúdos crescem mesmo rápido. Sim, é um grande cliché mas não deixa de ser também uma grande verdade. Quando damos por nós já eles andam pela casa cheios de vontades, manias, opiniões e, espantem-se, sugestões de melhoria para processos vários. A Lara nasceu ontem e, de repente, já passaram 5 anos! É uma rapariga com uma personalidade muito própria: não para quieta, está sempre a saltitar, a trepar a qualquer coisa ou a inventar brincadeiras pouco comuns. É tímida (...)