Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qua | 09.10.19

Eduardo, 14 meses

Purpurina
Está um rapazinho muito crescido. Já anda sozinho, come tudo o que lhe damos a provar e já tenta reproduzir algumas palavras (embora nada de muito percetível). Em termos de desenvolvimento motor é bem diferente das irmãs. É mais cauteloso que a Lara mas  já sobe para cima do sofá, para cima de bancos e de tudo o que consegue. No que diz respeito à linguagem é muito tagarela e farta-se de conversar connosco, não se percebe é nada. Bom, perceber percebemos, mas não por ele (...)
Dom | 23.06.19

Maria #25

Purpurina
Estava a caminhar com a Maria ao colo. Ia à farmácia, eram quase horas de fechar e estava com um passo apressado. A Maria pergunta-me: "Posso dormir no colinho da mamã?" "Podes filha." Ela encosta a cabeça ao meu pescoço mas a minha trança, de lado, incomoda-a. A Maria começa a mexer na minha trança e diz-me: "A mãe está linda com estes totós." Eu: "Ohhhhhhh..." Nisto a Maria dá-me um beijo na bochecha e um abraço. Coisa mais querida da sua mãe. <3
Qua | 19.06.19

Maria #24

Purpurina
A Maria, com 2 anos e 10 meses, surpreende-nos todos os dias com as suas atitudes, determinação e desenvoltura. É a mais desafiante dos meus filhos e obriga-me, todos os dias, a controlar os meus nervos e a minha paciência para conseguir dar a volta às birras e aos gritos dela. Em termos de birras, tudo o que funcionava com a Lara, com a Maria é mais complexo. A Maria luta muito por aquilo que quer e não se deixa convencer facilmente. Todavia, cede a uma boa argumentação e a (...)
Seg | 17.06.19

Irmãos #1

Purpurina
Sempre quis ter irmãos. Desde pequena e até ser adulta. Adoraria ter um irmão ou uma irmã. Hoje, de certa forma, sinto-me a viver a "experiência de ter irmãos" através dos meus filhos. Não será a mesma coisa, claro, mas é muito bom acompanhar a dinâmica de 3 irmãos com idades semelhantes, a crescerem juntos. Estou a aprender exatamente o que é ter irmãos, no seu melhor e também naquilo que é mais desafiante. Irmãos brigam. Muito. Pelas coisas mais "parvas". Por tudo e (...)
Qua | 12.06.19

Lara #23

Purpurina
O Milton contou-me isto: Estava ele a conversar com a Lara, a determinada altura do dia em que estavam só os dois, quando a Lara começa a contar um episódio na escola. Parece que ela se esqueceu do casaco de ginástica num canto e, como os casacos dos colegas são todos iguais, a professora disse-lhe que ela tem que dizer à mãe para o identificar com o nome. Faz sentido. A brincar a professora disse à Lara que qualquer dia vendia a mãe dela. A Lara, depois de dizer isto ao pai, (...)
Qui | 06.06.19

Lara #21

Purpurina
A Lara tem 5 anos e é a mais velha dos meus três filhos. É também a mais bem humorada, a mais criativa e a mais sensível. Em casa é a que nos dá mais mimos e não é raro oferecer-se para me fazer uma massagem se estou cansada (dura 10 segundos, mas vale a intenção), aconchegar-me com uma mantinha se adormeço no sofá, ou trazer-me uma almofada para colocar atrás das costas se me queixo de estar com dores nas costas. A Lara está atenta aos outros e é muito carinhosa. Adora (...)
Qui | 30.05.19

Ver sempre o lado positivo das coisas

Purpurina
Cozi arroz branco para acompanhar almôndegas de vegetais mas, para não variar, aquilo ficou demasiado cozido e com a consistência de argamassa. Chorei, desesperei, insultei o meu reduzido talento para a culinária? Nada disso.  Se é argamassa que temos, então vamos moldá-la, juntar umas sultanas e animar o prato das crianças. Ps: Até fiquei comovida a observar a Lara a comer o arroz com muito cuidado para ir deixando a estrela o mais direita possível, à medida que ia (...)
Seg | 27.05.19

Coisas de irmãs #7

Purpurina
Domingo de manhã e o rapaz acordou pela 8h00. Deu-nos uma noite inteira de sono, interrompido apenas uma vez pela Lara que quis fazer chichi a meio da noite. Quando me levanto oiço as miúdas no quarto e vou espreitar devagarinho. Encontro a Lara sentada no berço com a Maria, a contar-lhe histórias de uma coleção de livros pequeninos que elas têm. Como não me viram, saio sem fazer barulho e deixo-as assim mais algum tempo. Mais tarde, já depois do pequeno almoço, a Maria (...)
Dom | 26.05.19

Lara #22

Purpurina
Na hora de almoço, a Lara está a comer arroz de peixe enquanto eu lavo a loiça. "Lara, depois do arroz vais querer comer quivi, ou outra coisa?" pergunto. Responde-me ela: "Sim. Vou querer um cachorro quente."
Seg | 15.04.19

A festa de 5 anos da Lara

Purpurina
No ano passado não fizemos festa porque a Lara esteve adoentada durante vários dias. No dia de aniversário fomos almoçar fora com ela (e planeávamos dar um passeio) mas acabámos por regressar a casa mais cedo porque o tempo estava péssimo e ela, de facto, estava abatida. Senti-me mesmo triste com isso porque gosto mesmo que os dias de aniversário sejam especiais.  Este ano foi ela que decidiu o que queria fazer e, com muita antecedência, já tinha pedido para fazer uma festa (...)
Qui | 04.04.19

Esperei muito por este momento!

Purpurina
E, finalmente, chegou. O dia em que as minhas filhas passaram a ser verdadeiras cúmplices, amigas e companheiras. No início, quando a Maria nasceu, a Lara ainda era um bebé com 2 aninhos. Nunca senti que existissem ciúmes nessa altura e, mesmo tão pequenina, a Lara sempre foi muito cuidadosa e meiguinha com a irmã. Quando a Maria começou a crescer e a impor-se (mais ou menos a partir de um ano e meio) começaram os conflitos entre as duas, que se agudizaram cada vez mais até (...)
Seg | 25.02.19

Adoro esta família de 10 filhos

Purpurina
Descobri esta família nas sugestões do Youtube e fiquei logo viciada nos vídeos. Sempre que tenho uma oportunidade (normalmente enquanto dou de mamar ao Eduardo) vejo os vídeos que a mãe, Taina, coloca no seu canal. São finlandeses (mas a mãe cresceu na Austrália) e vivem com os filhos (têm 10) numa casa maravilhosa numa zona rural da Finlândia. Na verdade vivem com 9 filhos (que têm idades que vão do bebé de 1 ano a uma rapariga de 18 anos) porque o filho mais velho, de 20 (...)
Dom | 10.02.19

Eduardo, os 5 meses

Purpurina
  Os cinco meses do Eduardo continuaram a ser muito pacíficos, excepto no que diz respeito às noites.  O rapaz continua um bem disposto todo o dia mas acorda duas a três vezes para mamar todas as noites. E nem sempre adormece de seguida pelo que o pai tem tido a paciência de o adormecer ao colo quase todas as vezes em que ele acorda para mamar. Já tem dois dentinhos a nascer mas não têm chateado muito. A uma semana de fazer 6 meses, iniciámos a sopa e foi uma maravilha: comeu (...)
Qui | 24.01.19

Lara, a babysitter

Purpurina
Ela e a Maria adoram o bebé. Fazem uma festa quando o vêm, falam-lhe com vozes "fininhas" e querem pegar-lhe ao colo e brincar com ele a toda a hora. A Lara já me ajuda a entrete-lo muitas vezes. Fica perto dele e vai falando com ele enquanto eu vou fazendo tarefas em casa (sempre por perto e de olho neles, claro). Um dia destes a Lara sentou-se ao lado do irmão e começou a ler-lhe uma história (à maneira dela, descrevendo o que via no livro e recitando as partes que já tinha (...)
Seg | 24.12.18

Feliz Natal

Purpurina
  Tenham todos um Natal muito Feliz! Saúde, Amor e Paz é o que desejo para mim, para a minha família e para todos. Tudo o resto (e isto também) somos nós que construímos. Que usemos a nossa mente, as nossas forças e a nossa vontade para nos tornarmos mais empáticos e mais gentis (com os nossos semelhantes e connosco próprios). Que o Natal seja todos os dias!  
Sex | 30.11.18

Conversas da Lara #18

Purpurina
Já tenho mencionado aqui que as conversas que tenho com a Lara,na cama, antes dela dormir, são do melhor que há. Temos sempre o hábito de contarmos como foi o dia de cada uma (ela também faz o mesmo quando é o pai a deita-la) e, no meio da conversa, achei por bem dizer-lhe que ela era muito sortuda por ter dois irmãos, por ter um quarto tão fofinho e poder dividi-lo com a Maria e depois com e Eduardo. Disse-lhe que sempre quis ter irmãos, alguém com quem partilhar as coisas do (...)
Dom | 21.10.18

Momentos vintage #1 O melhor pão do mundo

Purpurina
    O pão de Ansião     O pão de Ansião, onde viviam os meus avós maternos persiste na minha memória como o melhor que já comi. Na verdade, nunca havia muita fartura na casa deles, muito menos excessos, mas havia sempre um pão maravilhoso, margarina e às vezes um queijo de ovelha caseiro maravilhoso. Acredito que não sou a única a ter esta memória do pão da casa dos avós. Os meus avós viviam numa pequena aldeia de Ansião, o Casal de São Brás, e os seus 8 filhos com (...)
Sab | 08.09.18

Coisas de irmãs #5

Purpurina
  A Lara e a Maria vão deitar-se ao mesmo tempo, pelas 21h00. Na maior parte dos dias ficam uma boa hora a rir e a cantar até adormecerem. Ultimamente têm ficado também a conversar. Uma noite destas comecei a ouvir a voz calma da Lara a conversar e, curiosa, fui escutar atrás da porta (começo cedo). Estava então ela a contar à Maria sobre o seu dia da escola e a falar sobre os seus amiguinhos: quantos anos tinham, de que altura eram, as brincadeiras de que gostavam mais. E a (...)
Sab | 21.07.18

Coisas de irmãs #4

Purpurina
Um destes dias a Lara encontrou a fita métrica do pai e resolveu, sentada no seu "triciclo gato", percorrer a casa toda e medir todos os móveis que encontrava. A determinada altura a Maria sentou-se atrás dela - ainda não sei como cabem ali as duas - e lá foram as duas, medir as coisas. Estavam engraçadíssimas e muito queridas. A Lara toda concentrada a fazer medições e a Maria muito concentrada a ver com atenção tudo o que a irmã estava a fazer. E assim ficaram, nesta (...)
Sab | 14.07.18

Coisas de irmãs #2

Purpurina
  A Maria, com 2 anos, imita tudo o que a irmã faz e segue-a para todo o lado. Uma das últimas brincadeiras delas é ficarem deitadas, na sala, a verem desenhos animados. A Lara coloca almofadas no chão, vai buscar uma manta e deitam-se as duas, muito sossegadinhas, a ver desenhos animados.  Não sei bem como é que isto funciona mas o facto é que a Maria odedece á irmã e fica ali sossegadinha imenso tempo. E a Lara mostra uma paciência admirável a conversar calmamente com a (...)