Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 06.02.23

5 razões pelas quais desencorajo o consumismo nos meus filhos

Purpurina
O consumismo causa-me uma certa aflição.  Não foi sempre assim. Tive os meus momentos de consumidora de roupa e sapatos. Ainda hoje tenho os meus vícios consumistas: caixas de plástico, vídeos do Youtube (daqueles que ensinam alguma coisa, de preferência) e lápis de cor. Tenho lápis de cor para 20 anos, calculo. Mas, por alguma razão, associo sempre o consumismo a uma certa inquietude mental, a um certo desassossego. Em relação às crianças associo o consumismo a uma falta (...)
Seg | 19.09.22

O que não pode faltar na bagagem das crianças para as férias de verão

Purpurina
A meio do verão viajámos os cinco (dois adultos e três crianças de 4, 6 e 8 anos), para um destino de sol, apenas com bagagem de mão, o que implicou algum esforço extra de organização. Poderíamos ter comprado uma bagagem de porão e ter despachado grande parte das nossas coisas nessa bagagem, mas achei que, para além de pouparmos dinheiro, seria mais rápido e mais prático levar toda a bagagem connosco na cabine. Decidimos que cada um dos miúdos levaria a sua própria (...)
Seg | 12.09.22

O que acontece quando eu não interfiro nos planos da família

Purpurina
Um dos meus traços de personalidade mais marcantes é a constante necessidade de controlo. Sou a pessoa das listas, do plano A, B, C e D e da organização ao ínfimo pormenor. Não sou assim em tudo, claro, mas no que me interessa verdadeiramente. Provavelmente quem me conhece melhor pode considerar-me um pouco caótica, mas garanto que é um caos muito controlado. Mas, ontem, num exercício de alguma loucura, decidi não opinar em relação a nada em relação ao final de dia e (...)
Seg | 29.08.22

A primeira viagem com os meus três filhos para fora do país

Férias na Gran Canária #1

Purpurina
Viajar é uma das coisas que me fazem respirar com o ânimo de uma criança que antecipa uma brincadeira nova. Ainda se lembram como costumava ser? Viajar, para mim, é um dos aspetos maravilhosos de existir.  E, nos últimos anos, não o tenho feito com a frequência que gostaria.  Primeiro era o medo de viajar com várias crianças pequenas. Uma pessoa começou a ter filhos de dois em dois anos e, quando dei por mim, tinha três crianças pequenas, em fases diferentes de (...)
Sex | 25.03.22

Os filhos salvam a nossa saúde mental

Purpurina
"Deixas-me louca!" Quantas vezes dizemos isso aos nossos filhos? E, se não dizemos, pensamos, muitas vezes, que estamos à beira da loucura. Às vezes tenho a sensação de que, nos recentes oito anos, a minha vida é uma repetição contínua entre dar comida à boca, limpar rabos, fazer máquinas de roupa, estender, roupa, arrumar roupa, cozinhar, preparar lanches, preparar mochilas, gritar com os miúdos para que parem de se aborrecer e de bater uns nos outros e tentar que a casa (...)
Qui | 10.06.21

O nosso primeiro trilho em família

Purpurina
Exatamente um dia antes de começarmos o desfralde do Eduardo, fizemos o nosso primeiro trilho em família. Na verdade, não foi nada planeado. Decidimos ir passar o sábado às Furnas, sem mais planos que isso.  Connosco levámos água, sandes, iogurtes, bolachas, fruta, bicicletas para os miúdos e roupa a menos. Chegámos à lagoa das Furnas, tirámos as bicicletas e fomos logo inundados por aquela beleza que nunca nos deixa de fascinar, mesmo depois de termos estado naquele sitio (...)
Qui | 14.05.20

Lara #34

Purpurina
Com alguma frequência, a Lara faz “presentinhos” para oferecer aos pais. Geralmente é um desenho mas outras coisas também. Esta semana fez uns cestinhos com rolos de papel higiénico para mim e para o pai. Lá dentro colocou um balão azul, uma cápsula de café (café que ela faz questão de fazer para nós), um caderninho feito e decorado por ela e uma esferográfica. Nem eu nem o Milton somos de fazer surpresas. Isto é uma característica da Lara. Que sorte nós temos de ter (...)
Dom | 10.05.20

Uma visão muito peculiar da nossa família

Purpurina
Estou a dar o jantar aos miúdos e a determinada altura comento: - O Eduardo está sempre a querer comer! É um comilão. Diz a Lara: - E nós o que somos? Eu: - Bom... A Maria está sempre a reclamar. É uma reclamona. - E tu, Lara estás sempre a queixar-te. És uma queixona. Continua a Lara: - Tu és uma gritona.  Olhamos umas para as outras... E o pai? Diz a Lara: - O pai está sempre a trabalhar. É um trabalhão. Ainda bem que existe alguém que faça algo de útil (...)
Dom | 19.04.20

Diário de quarentena #5

A nossa rotina

Purpurina
Mais de duas semanas depois de estarmos em casa com os miúdos ainda nos estamos a adaptar. Tentámos estabelecer uma rotina várias vezes mas, com 3 crianças pequenas, não conseguimos seguir nada muito rígido. Temos sempre o Eduardo a precisar de mais atenção e, mesmo as miúdas, ainda pedem muita atenção individual. Assim, seguimos uma rotina flexível, com tarefas pensadas para cada dia que se vão fazendo conforme a dinâmica do dia e as disposições de cada um. É mais ou (...)
Ter | 07.04.20

Diário de quarentena voluntária #4

Purpurina
Cá estamos. Otimistas. A tentar organizar a tropa o melhor possível. Gosto de dizer que estamos bem, o melhor possível. Não sei se é verdade. Estaríamos melhor com um quintal, ou mesmo uma quinta, para os miúdos poderem brincar ao ar livre e correr. Mas estamos bem. O nosso apartamento apanha muito sol o dia todo e já decidi que vou passar a usar fato de banho para a apanhar banhos de sol com uma toalha estendida na cozinha. Estamos otimistas. Pensamos positivo e tentamos fazer (...)