Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 25.05.18

O que é que uma grávida veste???!!!!!

Purpurina
Nesta foto estou grávida da Maria. :P Na gravidez do primeiro filho, se tiver sorte, até pode vestir mais ou menos o que quiser.Quando estive grávida da Lara, à exceção de calças de ganga que tinham mesmo que ser de grávida, vesti sempre roupa normal. Os meus vestidos de malha de algodão serviram-me sempre e levei um desses vestidos para o hospital na altura do parto.Quando estive grávida da Maria, esses vestidos já não me serviam aos 6 meses de gravidez e com 4 meses de (...)
Sex | 25.05.18

Elas vão ter um irmãozinho

Purpurina
 E o universo parece considerar que cá por casa até vamos levando bem esta coisa maravilhosa de lidar com várias crianças pequenas ao mesmo tempo porque decidiu presentear-nos com mais um bebé. :)Foi mesmo uma grande surpresa e a melhor coisa que nos aconteceu: vem aí um menino para nos tornar ainda mais felizes!Quando soubemos reagimos de uma forma inacreditável (acho eu): foi natural. Simplesmente aceitámos e ficámos logo muito felizes e com a certeza que seria fantástico ter (...)
Seg | 23.04.18

E ir à praia quando se está mesmo muitooooo grávida?!

Purpurina
 Gosto sempre de ver grávidas na praia. Parecem-me sempre bonitas e felizes e acho que ficam lindamente de biquíni, com a barriga de fora.  Mas o facto é que, para mim, prefiro fato de banho (grávida ou não). Sinto-me mais protegida e mais bonita. Lembro-me de estar grávida da Maria, na praia, e de não me sentir nada à vontade. É uma coisa minha que não tem qualquer tipo de justificação lógica na minha cabeça, mas sinto-me meio nua por não conseguir ver da minha barriga (...)
Ter | 20.09.16

Comprar roupa de grávida: sim ou não?

Purpurina
 Quando engravidei da Lara comprei algumas coisas e emprestaram-me outras.Deram-me umas calças de ganga que usei imensas vezes e foram das melhores peças que usei.Depois comprei soutiens de amamentação, vestidos, camisolas, pijamas, leggins, uma faixa para a barriga e collants. Depois de ter a minha filha, olhei bem para tudo o que tinha de roupa de grávida e concluí que só tinha usado cerca de 15% daquilo.Claro que algumas pessoas podem encontrar utilidade numa série de peças (...)
Ter | 28.06.16

O que não vestir na gravidez ou Carla, a tenda humana

Purpurina
  O que não vestir na gravidez, a não ser no carnaval, se quiserem disfarçar-se de tenda familiar.Se na gravidez da Lara tinha comprado muito pouca roupa de grávida, desta vez não cheguei a comprar mesmo nada, embora tenha engordado bem mais e, a partir do 7º mês, tenha sentido verdadeira dificuldade em entrar nas roupas da gravidez anterior. De qualquer forma nunca pensei bem no que vestir e o que não vestir na gravidez. Ia sempre improvisando conforme a ocasião. Fui sempre (...)
Qui | 09.06.16

Diário de gravidez: As 37 semanas

Purpurina
A posição curiosa da mão deve-se ao vento e ao sentido de oportunidade do fotógrafo. :P A primeira coisa que noto é que esta gravidez tem passado a correr. Estou grávida há quase 9 meses no entanto parece que passaram apenas 3 ou 4. Com as coisas que tenho para fazer, a Lara que pede uma atenção constante e os dias que passam a voar, a gravidez parece estar em velocidade 4. Para além desse pormenor e de me sentir muito pesada (o que, na verdade, acontece desde antes dos 6 (...)
Sab | 28.05.16

Sintomas de gravidez, e quando não há?

Purpurina
 Quando estava grávida da Lara, não fiquei muito surpreendida por ver os dois riscos que indicam um teste de gravidez positivo. Por via das dúvidas repeti o teste mas os sintomas estavam lá: ausência de menstruação, mamas muitíssimo sensíveis e uma soneira incompreensível. Basicamente foram estes os sintomas que tive. Nada de enjoos ou desejos estranhos.Outro sintoma que tive, mas na altura não associava muito à gravidez, foram alterações bruscas de humor. De repente ficava (...)
Ter | 24.05.16

Desejos na Gravidez: mito ou realidade?

Purpurina
  Confesso que antes de engravidar sempre achei isso dos desejos na gravidez um grande mito. :P E, depois de engravidar, a minha opinião mudou... pouco.Bem... claro que não posso falar por toda a gente. Cada caso é um caso e há mulheres que podem ter realmente desejos fortes que as deixem completamente ansiosas. No meu caso até tive desejos, vários e recorrentes. Mas nunca senti que se não os satisfizesse ficava muito mal ou demasiado stressada. Quando estava grávida da Lara, (...)
Qua | 18.05.16

Uma das coisas de que sinto mais falta nesta gravidez...

Purpurina
 É de pegar na Lara ao colo.Sempre lhe dei muito colo e adorava adormece-la no meu colo, até um ano de idade. Mesmo que a pediatra me dissesse que não era a melhor forma de a adormecer (aliás, não devia adormece-la de todo e sim deixá-la no berço ainda acordada) , nunca abdiquei daqueles momentos só nossos, em que a embalava no colo e ela adormecia assim, encostada a mim, e eu aproveitava para a observar, cheirar, sentir aquele calorzinho bom e todos os efeitos da
Seg | 16.05.16

Sintomas de gravidez às 34 semanas

Purpurina
 Às 34 semanas de gravidez ainda me consigo mexer qualquer coisa, no entanto tenho andado com uns sintomas de gravidez um pouco caricatos. Não me lembro de os ter quando estava grávida da Lara (mas a minha memória também não está grande coisa). Passo a enumerá-los: - Quase sempre que lavo os dentes, a água que me sai da boca vem tingida de vermelho, como se tivesse acabado de arrancar um dente pequenino. Vá, também não são litros de sangue mas é mais do que alguma vez vi (...)
Qua | 04.05.16

Não posso ficar sozinha em casa

Purpurina
 Ou como tudo o que existir no armário e no frigorífico. Acho que este é um problema que assiste às mulheres em geral mas há muito tempo que não me acontecia. Ontem fiquei em casa da parte da tarde e, mais ou menos uma hora e meia depois do almoço, deu-me um ataque de fome (daqueles completamente emocionais) e papei tudo o que vi à frente. Como não tenho doces em casa dirigi o meu ataque às bananas, pão, queijo, nozes, bolachas e capuccino. Vá, comi um pãozinho, uma mão (...)
Dom | 01.05.16

Consultas de nutrição na gravidez

Purpurina
 Fui à consulta de nutrição do terceiro trimestre de gravidez e vim de lá bastante satisfeita e com apenas duas recomendações: caminhar cerca de 30 minutos por dia e comer mais proteína. Já tinha falado sobre a minha dieta para o segundo trimestre, mas gostava de explicar como tem sido importante ser seguida por uma nutricionista na gravidez. Nesta gravidez fiz algumas consultas de enfermagem no centro de saúde e as enfermeiras, por ter tido diabetes gestacional anteriormente (...)
Dom | 24.04.16

Como a minha filha, de 2 anos está a reagir à gravidez

Purpurina
  Hoje tive a primeira conversa "mais séria" com a Lara sobre a chegada de uma irmãzinha. A Lara tem agora 25 meses e desde há alguns meses (desde que começou a notar-se a minha barriga) que lhe temos dito que a mamã tem um bebé na barriga, um irmãozinho ou uma irmãzinha que depois ia brincar com ela. Perguntava-lhe se ela queria um bebé cá em casa para brincar com ela e umas vezes ela dizia que sim, outras dizia que não. Concluí que ela não estava a perceber nada do que (...)
Qui | 21.04.16

Diferenças entre a primeira e a segunda gravidez

Purpurina
  Este é um texto totalmente pessoal. Não é baseado em nenhum dado científico ou verdade universal, apenas na minha experiência pessoal que, tanto pelo que sei, pode ser totalmente diferente da de milhares de outras mulheres.Em termos emocionais não verifico grande diferença. A segunda gravidez é tão desejada como a primeira e as preocupações com o bem estar do bebé são exatamente os mesmos, nem maiores nem menores. Em termos físicos, já existem muitas diferenças: - A (...)
Dom | 27.03.16

Quando começamos a sentir o bebé pela primeira vez

Purpurina
 Provavelmente, antes do parto, sentir o bebé a mexer é um dos momentos mais esperados por todas as grávidas. Andei nessa espera/ansiedade desde as 14 semanas. Depois de jantar, ficava deitada com as mãos sobre a barriga a tentar descortinar algum movimento leve que pudesse ser um pontapé do bebé. A partir das 15 semanas já suspeitava que sentia qualquer coisa mas, sinceramente, nessa altura ainda é muito difícil discernir os movimentos do bebé dos movimentos próprios (...)
Sex | 18.03.16

Ando com um apetite incontrolável!!!!

Purpurina
 Já nem sei se a gravidez pode justificar este apetite. O facto é que, logo depois de almoço, tenho uma vontade incrível de comer gelados. Hoje despachei um magnum de amêndoas como se não comesse há dias! E soube-me tão bem!!!!!E, logo a seguir, papei o lanche que só devia comer duas horas depois. Chegando a casa, pelas 17h30, como um pão de leite com queijo, um capuccino muito bem servido e uma taça de cajus. Aí sim, fico satisfeita.Não percebo este apetite (...)
Qua | 02.03.16

Sobre a barriga da Carolina Patrocínio

Purpurina
  A Carolina Patrocínio é uma apresentadora de televisão portuguesa que, atualmente, deve ser mais conhecida pelas suas barrigas de grávida do que por outro motivo qualquer. Não sei muito sobre ela, não acompanho o trabalho dela, mas é muito difícil fugir a toda a polémica instalada à volta do seu estilo de vida e ao facto de praticar exercício físico na gravidez de uma forma que a maioria das mulheres parece considerar desadequada. O que me chama a atenção nisto (...)
Sex | 19.02.16

Alimentação para grávidas - 2º trimestre

Purpurina
 Quando estive grávida da Lara, tive diabetes gestacional e, para além dos cuidados normais que devia ter por estar grávida (como não comer peixe ou carne mal passados e legumes crus) tinha que ter atenção aos níveis de açúcar dos alimentos.Entretanto consultei vários profissionais de saúde, na área da endocrinologia e nutrição,  e pesquisei bastante sobre o tema chegando a um plano alimentar que me convinha. Este plano alimentar é bom para mim (que tenho pre (...)
Ter | 10.11.15

O vídeo de parto que mudou a minha vida

Purpurina
Quando estava grávida da Lara, assisti a vários vídeos de partos. Queria ver exatamente como era para saber o que podia esperar. Nunca desejei que fosse algo inesperado, queria ter o máximo de conhecimento possível antes de passar por isso.Vi muitos mas houve um que me marcou. É o parto de uma youtuber brasileira que passei a seguir quase diariamente.   Achei o parto tão simples, bonito e humano que passei a pensar no parto de uma perspetiva completamente diferente, mais positiva e (...)