Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 05.03.21

Eduardo #16

Zangado mas gentil

Purpurina
Na quarta-feira de manhã,  a Maria estava mais preguiçosa para se levantar e fui acordá-la com uns beijinhos. Entretanto fiquei a conversar um bocadinho com ela na cama. O Eduardo, que já tinha tomado o pequeno-almoço, veio atrás de mim, e começou a chamar a minha atenção e a falar comigo. A Maria, claro, ressentiu-se com o desvio da atenção da sua pessoa e começou a barafustar com o Eduardo. Nisto, o Eduardo começou também a barafustar, da sua forma preferida: batendo (...)
Qui | 25.02.21

7 coisas que podemos fazer para deixar os nossos filhos mais Felizes

Purpurina
Todos temos convicções, valores e formas de educar diferentes. Mas, numa coisa todos os pais são iguais: todos queremos ver os nossos filhos felizes. Mas, na correria dos dias, com a vida a acontecer a cada segundo, às vezes não temos tão presente este nosso objetivo maior. Por isso, partilho convosco, algumas dicas que escrevi sobretudo para mim, para me lembrar a cada momento, do que verdadeiramente importa. 1- Passear em parques com eles. Neste momento evitamos os parques (...)
Sex | 19.02.21

O livro preferido do Eduardo, da Maria e até da Lara

"Onde está?" de Christian Voltz

Purpurina
Trouxe-o da biblioteca na semana passada, através daquele sistema pouco eficiente de escolher os livros de um catálogo online, pelo título. Só o trouxe porque estava a pesquisar livros: "Onde está o Wally?" e achei que este era um do mesmo género. Não é. É um livro muito diferente, sem história, sem desenhos lindíssimos e sem um final concreto. É um livro fabulosamente inacababo,  sem um contexto e sem um encadeamento lógico ou percetível entre os acontecimentos. Uma (...)
Seg | 15.02.21

É preciso mimar os filhos do meio

Purpurina
Creio que é preciso dar mimos a todos os filhos. Dar-lhes muitos beijos, muitos abraços, muitas festinhas, muito colo, dizer-lhe muitas vezes o quanto os amamos. Faço isso todos os dias, com todos os meus filhos. Mas, quando paro para pensar nisso, percebo que a Maria, a minha filha do meio, precisa especialmente desses mimos. Ela está entre a irmã mais velha, que admira imenso e segue para todo o lado, e o bebé que, naturalmente, requer mais atenção. Sinto que, mesmo sem (...)
Qui | 28.01.21

Como acabei com os gritos e com o vício na televisão

Purpurina
  Os gritos eram meus pelo que, em princípio, não deveria ser difícil acabar com eles. Bastava que deixasse de exprimir a minha exaltação gritando. Mas não é tão simples assim. Na terceira semana em teletrabalho, em casa, com três filhos pequenos, dei por mim com os nervos todos escangalhados. O facto é que passava boa tarde do dia a gritar com os miúdos, com os miúdos agarrados a mim durante as reuniões e sempre com a sensação de manta curta, sem conseguir fazer nada bem. (...)
Seg | 18.01.21

O nosso vício partilhado

Purpurina
São livros. São, provavelmente, a minha coisa "material" preferida de sempre. Adoro livros! Eles ajudaram-me a construir a minha personalidade e até a minha vida. Os livros ajudaram-me a  educar-me e a perceber que podia ser exatamente aquilo que quisesse. Adoro-os, portanto. Os meus filhos vão pelo mesmo caminho e, quando trago livros da biblioteca, mandam-se a eles com um entusiasmo que me comove. Até o Eduardo já os adora e fica muito sossegadinho ao meu lado enquanto lhe (...)
Qua | 30.12.20

A primeira coleção de livros que a Lara lê

A magia do Arco-Íris

Purpurina
A Lara já consegue ler, mas nada que seja muito complexo. Por isso sou eu que leio para ela. Até há pouco tempo, líamos histórias pequenas, com muitas ilustrações. Mas, achei que já era tempo de apresentar à Lara livros diferentes, com capítulos e mesmo vários volumes, para que ela possa ganhar interesse por histórias mais complexas. Assim,  quando trouxe da biblioteca um dos livros da coleção "A magia do Arco-Íris, e vi que era um livro de uma coleção de 7 com uma (...)
Qui | 12.11.20

Quando desligamos a televisão, acontecem coisas maravilhosas!

Purpurina
O Eduardo descobriu que tem voz. E que pode utilizá-la para exprimir a sua vontade. Com veemência. Este facto tem tornado as nossas manhãs e noites um pouco ensurdecedoras. Ocorre que temos apenas uma televisão. E o Ipad da casa avariou e não o substituimos. Ocorre ainda que existem mais duas crianças em casa que calham a não ter o mesmo gosto para programação televisiva. De modo que resolvemos a questão da única maneira que julgamos possível: ninguém vê televisão. Pronto. (...)
Ter | 03.11.20

E, de repente, senti-me uma boa mãe

Purpurina
Um dia uma amiga disse-me que os resultados do nosso trabalho na educação dos filhos demoram a chegar mas, quando chegam, são muito compensadores. A verdade é que, se um dia pensei que educar pessoas era fácil e até divertido, rapidamente me desfiz dessa ilusão. É desafiante! Muito mesmo. E, educar três criaturas fofas ao mesmo tempo, tem questões muito peculiares. Eles unem-me para nos desafiar, fazem mais confusão, pedem mais atenção, entre muitas outras coisas.  Claro (...)