Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 11.07.24

"Mãe, já Posso ver porcarias?"

Purpurina
"Hoje é quarta-feira, por isso sim, podes ver porcarias.", respondo eu, ao meu filho, de cinco anos. Sou muito pouco apologista do uso de ecrãs pelos meus filhos. Ainda assim, eles veem muita televisão, jogam e assistem a vídeos sem sentido no YouTube. Estes últimos incluem tubarões a comer o Homem-Aranha, numa produção que parece ter sido feita com o Paint, bolas de metal magnéticas a colarem-se umas às outras, adultos a brincar com bonecas, adultos a abrir ovos Kinder, entre (...)
Qui | 20.06.24

Os meus miúdos e a música

Purpurina
Quando entro no Conservatório, tudo me parece maravilhoso: o ambiente, as paredes, os miúdos que circulam com os violinos às costas. Esta é, claro, a visão fantasiosa de quem nunca estudou música num conservatório ou em qualquer outro lugar. Tenho uma visão romântica do Conservatório. Por isso, assim que foi possível, inscrevi os meus três filhos em aulas livres e coloquei-os na lista de espera para as aulas regulares. A Maria começou a aprender Viola da Terra, mas achou (...)
Sex | 14.06.24

Eduardo #47 - O Simpático

Purpurina
Aos 5 anos, Eduardo é um menino cheio de energia, extremamente ativo e sempre pronto para brincadeiras e palhaçadas, sendo ocasionalmente teimoso. No entanto, devo admitir que tem uma personalidade muito fácil. É conciliador, prontamente cede às irmãs e tem uma qualidade que aprecio muito: oferece-se frequentemente para ajudar nas tarefas domésticas e realiza tudo o que pode, da melhor forma possível para a sua idade, sem reclamar. Às vezes, preciso pedir-lhe que pare de (...)
Sex | 07.06.24

Para educar os nossos filhos… mais do que Dinheiro, precisamos de Tempo

Purpurina
Num mundo onde o tempo é um recurso escasso e o trabalho domina a maior parte do nosso dia, é fácil perder de vista o que realmente importa. E quando se trata de criar e educar os nossos filhos, percebo que é o tempo que se torna o recurso mais valioso, até mais do que o dinheiro. Atualmente, com os horários de trabalho cada vez mais longos e as exigências constantes da vida profissional, sinto que o tempo que tenho com os meus filhos é uma corrida contra o relógio. Passamos os (...)
Ter | 21.05.24

Os meus filhos pareciam uns duendes atarefados e muito eficientes

Purpurina
Educar crianças é como andar na corda bamba entre a responsabilidade e a diversão. Por um lado quero que se divirtam e passem tempo a brincar, por outro, quero incutir-lhes a responsabilidade de contribuirem para o bem da família, responsabilizando-se por uma parte da organização da casa. Com este propósito em mente, decidi testar algo novo com os meus três filhos de 5, 7 e 10 anos: atribuí-lhes a árdua missão de dobrar e arrumar a roupa miúda e aborrecida lavada, como cuecas (...)
Ter | 30.04.24

10 jogos simples para entreter as crianças num restaurante

Purpurina
Às vezes, levar os mais pequenos a um restaurante pode ser um desafio, especialmente quando a tentação dos telemóveis e tablets está sempre presente. No entanto, existem alternativas divertidas e interativas que podem manter as crianças entretidas enquanto esperam pela comida. Aqui estão 10 jogos simples que não exigem muito material e são uma excelente alternativa aos dispositivos eletrónicos: Jogo das Palavras Encadeadas:Uma palavra leva à outra enquanto cada pessoa diz uma (...)
Qua | 10.04.24

Três Livros para Crianças de 10 Anos

Purpurina
Um dos orgulhos da minha vida é o interesse que os meus filhos mostram por livros.  Até o Eduardo, que ainda não sabe ler, adormece quase sempre depois de ter um livro na mão, nem que seja para observar as imagens e a inventar histórias a partir delas. A Maria está a descobrir a Banda Desenhada e a Lara está a ler o primeiro livro do Harry Potter. A literatura tem o poder de, tal como faz com os adultos, transportar crianças para mundos mágicos, despertando a imaginação e (...)
Qua | 03.04.24

Uma pequena dica para praticar a empatia durante as férias

Purpurina
Imaginemos as nossas férias ideais. Como seriam as vossas? Para mim (perguntou... ninguém), estar de férias é estar deitada, numa bela espreguiçadeira à beira de uma piscina bonita, a ler um livro e a beber uma cerveja belga, enquanto os meus filhos brincam na água. Isso é que são umas férias agradáveis. Felizmente, tive uns dias desses na semana passada. Estive agradavelmente instalada a ler um meu belo livro. Mas também existiu uma ocasião em que estive sentada, na toalha, (...)
Seg | 22.01.24

Lara, a criativa

Purpurina
Nada passa pelos olhos ou mãos da Lara sem ganhar uns olhos divertidos, uma língua, umas orelhas ou qualquer outra caraterística que o torne mais interessante, nem mesmo um saco de papel.
Qua | 17.01.24

Castigo ou consequência? Como educar uma criança de 9 anos.

A limpeza do carro

Purpurina
Se eu soubesse, dir-vos-ia. A verdade é que todos os dias me encontro num sistema de "tentativa e erro", intercalado com um esforço de autocontrolo muitas vezes frustrado. Assim, aquilo que partilho convosco são alguns episódios em que sinto que as coisas correm melhor. São aqueles em que acredito estar a acertar mais e a obter resultados mais positivos, especialmente na formação de valores nos meus filhos. Se estou ou não a acertar, só saberei depois. A situação foi a (...)