Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 12.11.20

Quando desligamos a televisão, acontecem coisas maravilhosas!

Purpurina
O Eduardo descobriu que tem voz. E que pode utilizá-la para exprimir a sua vontade. Com veemência. Este facto tem tornado as nossas manhãs e noites um pouco ensurdecedoras. Ocorre que temos apenas uma televisão. E o Ipad da casa avariou e não o substituimos. Ocorre ainda que existem mais duas crianças em casa que calham a não ter o mesmo gosto para programação televisiva. De modo que resolvemos a questão da única maneira que julgamos possível: ninguém vê televisão. Pronto. (...)
Ter | 03.11.20

E, de repente, senti-me uma boa mãe

Purpurina
Um dia uma amiga disse-me que os resultados do nosso trabalho na educação dos filhos demoram a chegar mas, quando chegam, são muito compensadores. A verdade é que, se um dia pensei que educar pessoas era fácil e até divertido, rapidamente me desfiz dessa ilusão. É desafiante! Muito mesmo. E, educar três criaturas fofas ao mesmo tempo, tem questões muito peculiares. Eles unem-me para nos desafiar, fazem mais confusão, pedem mais atenção, entre muitas outras coisas.  Claro (...)
Dom | 18.10.20

Lara #39

A coordenadora

Purpurina
No sábado estivemos a fazer limpezas cá em casa.  Antes das limpezas expliquei à Lara que se conseguíssemos limpar tudo antes do fim da tarde, podíamos ir passear. Mas, para que tudo corresse bem era necessário que ela e os irmãos colaborassem. Expliquei-lhe que, por ser a mais crescida, teria uma grande influência no sucesso do nosso plano, pois os irmãos haviam de a querer seguir e imitar. Pedi-lhe que arrumasse os brinquedos do quarto e da sala com os irmãos, e fui (...)
Sex | 09.10.20

Eduardo #7

Açúcar e Pimenta

Purpurina
É um rapazinho muito maroto, enérgico e alegre. Vem da escola quase todos os dias com um arranhão, uma dentada ou uma nódoa negra nova. Muito mais do que as irmãs. A julgar pelo que vejo em casa, é fácil adivinhar o que acontece mas, pelo sim pelo não, confirmei com a educadora e auxiliares da escola. O Eduardo gosta de se mandar para cima das outras crianças, roubar brinquedos e, eventualmente, aplicar-lhes uns carolos na cabeça. Eu explico-lhe todos os dias que não se (...)
Qua | 30.09.20

A entrada para o 1º ano da escola primária

Nos anos 80

Purpurina
  Lembro-me vagamente do meu primeiro dia de escola. Lembro-me de estar num pavilhão grande cheio de pessoas, com a minha mãe, e a determinada altura chamarem o meu nome para me juntar a um grupo de crianças que seriam da minha turma. Havia muitas crianças a chorar e eu não entendia porquê.  Eu não chorava. Eu nem percebia bem o que estava a acontecer. Tinha 5 anos e não me recordo de me terem falado muito na escola. Não estava receosa nem entusiasmada. Não sabia bem ao que (...)
Qui | 06.08.20

Brincadeira para 6 anos que ajuda a praticar a leitura

Purpurina
Durante a quarentena comecei a ensinar a Lara a ler. Ela já conhecia as letras todas desde os 3 anos e começámos a juntar todas as consoantes com vogais para formar sílabas simples. Neste momento consegue ler palavras simples como tapete, bebé, pai, gaveta, banana, casa, caneta, etc. Como em setembro já vai para a escola deixei de a ensinar a ler de forma muito ativa. Não sou professora e não quero ensinar a Lara de forma errada ou diferente da que vai ser utilizada na escola. (...)
Qui | 30.07.20

Cor de pele

Purpurina
Há uns tempos a Lara pediu-me um lápis cor de pele para pintar o desenho de uma menina num livro de colorir. Fiquei bastante surpreendida porque, tanto quanto me podia lembrar, nunca tinha ouvido tal coisa. Nem em criança, nem em adulta. Expliquei-lhe porque não era correto chamar cor de pele a um lápis. Hoje foi a vez da Maria. Pega num lápis bege e refere-se a ele como cor de pele. "Maria, esse lápis não é cor de pele." Diz ela: "Claro que é." Pego num lápis azul e (...)
Sex | 05.06.20

O regresso à creche depois da quarentena

Purpurina
Ficámos todos em casa durante dois meses. O Milton saía para fazer as compras e mais nada. Íamos ocasionalmente à varanda comum do prédio, mas a maior parte dos dias era passada no nosso apartamento. E foi muito bom. Foi ótimo estar 24 horas por dia com os nossos filhos, a conhece-los melhor, a brincar mais com eles e a fazer uma série de coisas que nunca imaginámos possível: trabalhar com os três em casa e, ao mesmo tempo, cozinhar, fazer limpezas e tratar de tudo o que é (...)
Seg | 13.04.20

Maria #37

Purpurina
Inspirada no Raminhos, decidi fazer uns testes à Maria (3 anos). No quarto, com o pai, está a Maria e eu. Digo: - Maria, vai ver se o teu pai está na sala. A Maria, muito séria, a apontar para o pai: - Mãe! O pai está aqui a trabalhar! Chama-me a Lara, da casa de banho: - Mãeeee, já acabei de fazer cocó. Aproveito e peço à Maria: - Maria, por favor, vai limpar o rabo da Lara. Podes ir tu desta vez, por favor? E ela: - Ó mãe, não posso, não sou adulta. E vai-se (...)
Sex | 28.02.20

Que hábitos querem passar aos vossos filhos?

Purpurina
Naturalmente a gentileza, a empatia, a alimentação saudável, o gosto pela aprendizagem, a ética, talvez a prática de desporto, a leitura, a música e tantos outros que dependem da dinâmica de cada família. Por aqui, para além do hábito de criar piadas tolas de hora a hora (é mais forte que nós), tentamos criar o hábito da leitura. Acho que este hábito se tem sobreposto a muitos outros, porque as miúdas adoram livros e desfolham-nos todos os dias e ainda não dizem bom dia (...)
Dom | 16.02.20

10 dicas de poupança para famílias numerosas

Purpurina
Com 3 filhos pequenos e, modéstia à parte, uma gestão muito organizada do orçamento familiar, acredito que estou em condições de vos passar algumas dicas que uso cá em casa. Sempre fui relativamente poupada mas, com uma família de 5, aquilo que era um hábito engraçado, tornou-se uma regra essencial.  Sem mais delongas, seguem algumas formas de fazer o dinheiro "esticar" e "sobrar". Usar tarifa de eletricidade tri-horária Uso desde que a Lara era bebé e creio que poupo (...)
Qui | 30.01.20

5 coisas maravilhosas da minha infância nos anos 80

Purpurina
Sempre vi a minha infância de uma forma pouco positiva, tendo escolhido olhar mais para o que eu gostaria que tivesse sido e pensando pouco nas coisas positivas que tive na minha infância nos anos 80, essa época maravilhosa. A minha infância foi bastante solitária porque sou filha única e não tinha primos ou outras crianças por perto. Isso sempre me deixou com a ideia de que a minha infância poderia ter sido muito mais alegre e animada. Hoje, mãe de três filhos pequenos, (...)
Dom | 12.01.20

Como são: o Eduardo com 16 meses, a Lara com 5 anos e a Maria com 3 anos

Purpurina
  Eduardo Como o tempo não tem abundado por estes lados, hoje faço um texto "todos em um" para não deixar de registar como têm sido estes dias. O Eduardo está cada vez mais adorável e enérgico. Ele não pára quieto e está sempre a fazer "escadas" e "escadotes" para chegar a todo o lado. Se eu pensava que a Lara era a alpinista da família estava muitíssimo enganada! O rapaz escala tudo o que encontra pela frente, corre de um lado para o outro, dança, pula, anda sempre a (...)
Seg | 02.12.19

Mensagem para mães que sentem "Culpa"

Purpurina
  Nos últimos tempos, tenho sentido uma dificuldade maior em encontrar paciência e sabedoria para gerir as frustrações dos miúdos (e as minhas). Se consigo ser calma e assertiva durante os primeiros desafios da manhã, as saídas de casa acabam por ser quase sempre num ambiente de “stress” e aborrecimento. Com isto, umas vezes sinto que devia ralhar menos com os miúdos, outras sinto que devia chamar-lhes mais a atenção para certos comportamentos, outras vezes sinto que devia (...)
Qui | 21.11.19

O que trouxemos da biblioteca esta semana #5

Purpurina
Esta semana trouxe 13 livros da biblioteca mas quero destacar apenas 3 enciclopédias infantis que trouxe para a Lara. A Lara está numa fase em que adora aprender coisas novas e tem uma curiosidade imensa. Ainda me lembro de ser criança e ter essa sede de conhecimento que originava um rol interminável de perguntas que afligia os adultos. Creio que algumas vezes me respondiam uma coisa qualquer só para eu me calar e não me está a apetecer muito fazer isso com os miúdos. Com isto (...)
Ter | 19.11.19

Andei a evitar escrever este texto

Purpurina
Mas senti que era necessário. Sempre julguei que devia escrever sobre coisas essencialmente positivas e que pudessem acrescentar algo de bom à vida de alguém. Queria falar apenas do que fazia bem para poder dar informação útil e relevante às outras pessoas.  Não que quisesse parecer perfeita aos olhos dos outros, não era isso. Era mesmo porque pensava que contar as minhas falhas não iria acrescentar nada a ninguém. Até que, numa altura que andava muito aborrecida comigo (...)
Qui | 07.11.19

Livros de Expressão Plástica para 4 anos: a descoberta do mês

Purpurina
Lembro-me de ter uns 5 ou 6 anos e adorar uma disciplina na escola que se chamava "Expressão Plástica". Alguém se lembra disso? Pessoas dos anos 80? Havia colagens, picotagem, pinturas, plasticina... e eu adorava aquilo tudo. Era mesmo o que eu mais gostava de fazer. Sentia que construía mundos, inventava coisas bonitas e adorava sentir que podia criar com as minhas mãos aquilo que a minha mente ditasse. Dito assim parece um pensamento muito profundo para uma criança de 6 anos (...)
Dom | 27.10.19

"Queria tanto ser uma mãe perfeita"

Purpurina
  Esta expressão, assim mesmo: "queria tanto ser uma mãe perfeita", foi uma das pesquisas que levaram alguém do google até ao meu blogue no último mês. "Coitada...", pensei eu, com verdadeira consternação por alguém vir parar a uma página tão desadequada às suas intenções. Depois, só por curiosidade, fiz a mesma pesquisa que a senhora, acrescentando vinil e purpurina aos termos de pesquisa, e vim parar a esta página do meu blogue  (...)
Sex | 25.10.19

Como lidar com uma criança de 3 anos com personalidade forte e o "Dia de filho único"

Purpurina
Quem já anda por aqui há algum tempo sabe que a minha maravilhosa filha do meio, a Maria, é uma criança dotada de uma personalidade forte e determinada, que nos achincalha os nervos praticamente todos os dias. A Maria é uma menina muito querida, inteligente e atinada mas lida com a frustração de uma forma bastante emocional. Claro que tem apenas 3 anos e é a filha do meio numa família com 3 crianças pequenas, onde ambos os pais trabalham e a atenção é limitada mas, para (...)
Ter | 01.10.19

O nosso fim de semana em imagens #5

Purpurina
O nosso fim de semana foi fantástico! A primeira coisa excelente foi termos começado a fazer coisas com os miúdos na sexta-feira à noite, o que nos deu a sensação de que o fim de semana "alargou" e que durou mais do que dois dias. O tempo esteve bom, existiram atividades giras para os miúdos em Ponta Delgada e pudemos reunir-nos com amigos. Temos aqui a fórmula de sucesso para um bom fim de semana: boa disposição + boa companhia + bom tempo. Na verdade só precisamos de boa (...)