Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 12.05.22

Eduardo #36

O grato

Purpurina
O livro que veem na foto: "Dicionário por imagens Vamos Aprender" foi requisitado por mim, na Biblioteca de Ponta Delgada, vezes sem conta. Trouxe-o para a Lara, depois para a Maria e, agora, para o Eduardo. É um livro muito antigo, com mais de 20 anos, que já não consigo encontrar à venda nas livrarias, mesmo online. O livro é giro porque é feito de jogos didáticos, uma espécie de passatempos, e os miúdos vão aprendendo coisas de uma forma que parece ser muito divertida.  (...)
Qui | 05.05.22

Eduardo #35

O iogurte de paus

Purpurina
De manhã, como de costume, o Eduardo abre o frigorifico e tira de lá um iogurte liquido. Não conseguindo chegar ao iogurte que queria, vem chamar-me e diz-me que quer o "iogurte de paus" e que gosta muito desse. Intrigada, peço-lhe que me aponte o iogurte que quer, porque não estou mesmo a perceber qual poderá ser. Era o de baunilha. 
Qui | 14.04.22

Eduardo #34

"Os pais dos meus amigos"

Purpurina
Depois de um dia de escola, estávamos todos a conversar acerca do dia de cada um. Conta a Maria que receberam na turma dela o pai de um dos amiguinhos, que é Romeiro e explicou o que significava ser Romeiro (Os Romeiros de São Miguel são grupos de católicos que percorrem a ilha a pé, durante o tempo da Quaresma, cantando e rezando em todo o percurso). O Eduardo, não querendo ficar mal, disse: "Os pais dos meus amigos também são Romeus."
Seg | 07.02.22

Eduardo #33

Purpurina
Apesar de já terem comido sopa ao jantar centenas de vezes, os miúdos continuam a queixar-se de quando em vez. E eu, às vezes, queixo-me das suas queixas. Digo que me sentiria muito satisfeita se, em vez de queixumes, recebesse agradecimentos por lhes preparar uma refeição nutritiva (ainda que nem sempre deliciosa). Um destes dias, estão os miúdos todos sentados à mesa e eu a preparar-me para dar a sopa ao Eduardo, quando ele se volta para mim, faz-me umas festinhas na cara e (...)
Qui | 03.02.22

Eduardo #32

Purpurina
Depois de nos informar que precisava de ir ao WC, fazer o nº 2, o Eduardo senta-se na sanita e diz: "Ufa, ainda bem que não fiz cocó nas cuecas." Nota: Na verdade ele não faz cocó nas cuecas há meses e meses. Nem chichi. Faz ficou contente, pronto. É válido. 
Qui | 13.01.22

Eduardo #31

O asseado

Purpurina
Já tinha referido aqui que o Eduardo não pode ver um bocadinho de água na roupa que começa a gritar que está sujo. Imaginem quando, nas brincadeiras no parque, se suja mesmo. É um drama. Chega a gritar como se lhe estivesse a doer qualquer coisa e, nós, invariavelmente, não nos conseguimos impedir de rir. A última exigência dele, no que ao asseio diz respeito, foi comer de bata de pintura, daquelas de plástico, com mangas compridas. Eu ainda tentei demovê-lo, dando-lhe um (...)
Seg | 22.11.21

As coisas mais difíceis são as melhores

Purpurina
Disse ao Eduardo que lhe dava um gelado. Como ele tinha comido muito ao almoço e o gelado era grande, achei melhor não lhe dar logo a seguir à refeição. Passou as duas horas seguintes a pedir gelado e eu a dizer-lhe que quando estivesse na hora ou dava-lhe o gelado. Ele nunca fez birra nem nada parecido, limitando-se a perguntar calmamente se já podia comer o gelado. Umas dezenas de ações destas depois, lá lhe dei o gelado. Já tinha dado algumas dentadas no gelado quando se (...)
Qua | 10.11.21

Eduardo #30

O desenrascado

Purpurina
Cá em casa, o Eduardo é quase sempre o primeiro a acordar. E, a primeira coisa que faz é ir ter connosco ao quarto e dizer que quer comer. Sendo que ele chega a acordar pelas 6h00 da manhã para comer, nós começámos a deixar de nos levantar para lhe dar comida e dissemos que teria que esperar que o resto das pessoas acordasse, para que pudéssemos tomar o pequeno-almoço todos juntos. Ouvindo isto, o nosso Eduardo resolveu mudar de técnica. Agora ele levanta-se pelas 7h00 da (...)
Qui | 04.11.21

Eduardo #28

O consciencioso

Purpurina
O Eduardo, com 3 anos e 2 meses, está naquela altura deliciosa em que vem para a cama dos pais a meio da noite. Nos últimos dias, como tínhamos colocado a lavar o resguardo da nossa cama, sempre que o Eduardo ficava lá a dormir colocava-lhe uma fralda, não fosse ele fazer um chichi na cama. Ele já não usa fralda de dia nem de noite e incomoda-o colocar fralda. Eu expliquei-lhe que lhe colocava a fralda porque se ele fizesse chichi na cama, molhava o colchão e seria uma grande (...)
Qui | 14.10.21

Eduardo #27

O animado

Purpurina
O Eduardo teve febre no inicio da semana e ficou comigo em casa.  A febre era baixa e ele esteve sempre muito bem disposto e animado, apesar de ter alguma tosse. À tarde já ele perguntava pelas irmãs e quando poderia ir para a escola com elas. Dizia que tinha saudades das irmãs, dos amigos e das professoras. No dia seguinte, tendo acordado sem febre, decidimos que o Eduardo ia para a escola. Quando estacionámos o carro, na escola, o Eduardo começou a gritar e a pular de (...)