Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sab | 02.01.21

Ser minimalista no Natal

Purpurina
Este ano o "Pai Natal" trouxe 3 presentes para cada um dos meus filhos. Existiram anos em que eram o triplo ou mais. Eles rasgavam os papeis das prendas freneticamente só para as deixarem de lado e passarem à seguinte. Não era interessante, não era agradável de ver e creio que não lhes ensinava grande coisa. Para além disso, o desinteresse deles aumentava com o número de presentes. Este ano escrevemos as cartas ao Pai Natal e conversámos bastante sobre o que pedir. A Lara (...)
Sab | 03.10.20

10 coisas que não compro mais

Purpurina
Há algum tempo que tento praticar o minimalismo e o desapego de coisas materiais. Os motivos são vários, mas o principal é o facto de acreditar que ter muitas coisas não só enche a casa como também enche a mente.  Ainda tenho um longo caminho pela frente até ter apenas o essencial, mas creio que já evoluí o suficiente para fazer um texto sobre as coisas que já não compro. 1- Bijuteria ou jóias Tenho alguns fios, alguns anéis e uns 2 pares de brincos. Tudo de prata. Uso (...)
Ter | 08.09.20

Definir metas

E tentar cumpri-las

Purpurina
  Influenciada pelo livro "O Poder do Menos", estou a definir um objetivo por mês para tornar um hábito permanente. De acordo com o livro devemos definir um objetivo de cada vez e cumpri-lo até se tornar um hábito. Mas começo já por perniciar tentando alcançar três ao mesmo tempo. 1) Acordar mais cedo 2) Comer alimentos mais saudáveis 3) Praticar alguns minutos de exercício físico todos os dias Na verdade, faço os três há algum tempo, praticamente todos os dias. Ainda (...)
Qui | 27.08.20

10 coisas em que sou minimalista

Purpurina
Interesso-me cada vez mais por este tema. Acho até que, neste momento, é o assunto que está no topo dos meus interesses. Quero simplificar a minha vida cada vez mais e o minimalismo, naturalmente, enquadra-se perfeitamente no estilo de vida que quero seguir. Posto isto, sem qualquer esforço ou intenção, eis as características minimalistas que já cá cantam: - Temos apenas um  carro, sendo que é o Milton que anda sempre com ele. - Compro cada vez menos roupa e sapatos e (...)
Seg | 24.08.20

A minha avó é que era uma verdadeira minimalista

Purpurina
(Esta senhora, claramente, não é a minha avó.) Hoje fui até à Mango. Vi que estava com saldos, entrei e pus-me a vasculhar uns vestidos pretos. Depois espreitei as t-shirts, os tops e as saias compridas. Em poucos minutos já me estava a dirigir aos provadores com os braços cheios de roupa. Experimentei, não gostei, e decidi que aquilo era tudo uma grande tolice. Arrumei tudo nos cabides e deixei no local da roupa "experimentada", perto dos provadores. A verdade é que não (...)
Qua | 19.08.20

Os únicos 5 itens de que precisa para ir à praia com crianças

Purpurina
Aqui temos 3 crianças. Para dois adultos. Simplificar não é opção, é sobrevivência. Feita esta pertinente introdução vamos à lista minimalista: - 3 toalhas de praia (Os adultos não precisam. Secam-se enquanto andam a correr de um lado para o outro a tentar dominar as crianças.) - Protetor solar (A primeira aplicação deve ser feita em casa, para poupar tempo e estardalhaço na praia). - Água, fruta, iogurtes liquidos e bolachas, se possível, numa geladeira pequena. ( (...)
Seg | 10.08.20

Curiosidades sobre mim #1

Uma das melhores formas de me acalmar

Purpurina
É destralhando. Destralhar e deitar excessos fora deixa-me de alma lavada. O problema é que, entusiasmando-me, sou capaz de começar a deitar coisas fora de uma forma mais ou menos compulsiva. Começo por deitar fora (ou doar) o que está estragado, depois as coisas que não uso à algum tempo, depois as coisas de que não gosto muito, depois as que são difíceis de lavar, ou de passar a ferro, ou as coisas que naquele dia me chatearam por algum motivo... e quando dou por mim já (...)
Seg | 27.07.20

Ter 3 filhos pequenos ensinou-me a simplificar tudo

Purpurina
  Basicamente não tive outro remédio. Com 3 filhos pequenos temos duas hipóteses: ou simplificamos ou ficamos loucos. Escolhi a primeira. Então a minha vida tornou-se cada vez mais simples e o meu foco começou a incidir apenas sobre o essencial. Eis o que mudou: - Tornei-me cada vez mais minimalista no que diz respeito ao material. Poucos móveis, poucas roupas, poucos sapatos, poucos materiais em geral. É um caminho que ainda estou a percorrer e que se tem tornado muito (...)
Qua | 10.06.20

Isto está a tornar-se uma obsessão!

Purpurina
Minimalismo. Umas vezes sinto que vou deitar tudo fora e que, quando quiser algo para vestir só vou encontrar leggings velhas e casacos de malha cheios de borboto, que por serem confortáveis me parecem ser objetos verdadeiramente úteis. As leggings, que os casacos com borboto são mais para o estilo (grunge). Outras vezes sinto que continuo a acumular demasiadas coisas em casa, no computador e na cabeça e que deveria ser muito mais radical nas minhas ações. Deveria apagar todos (...)
Dom | 12.04.20

Objetivo: Viver com o mínimo

Purpurina
É um dos meus objetivos. Não para um ano ou um mês, é algo que procuro todos os dias. Começo por viver com o mínimo de coisas materiais, mas depois quero passar também a levar esta forma de vida a outras áreas: quero viver com o mínimo de stress, o mínimo de preocupações, o mínimo de tensão, o mínimo de informação supérflua, o mínimo de planos e por aí fora. Para já, esta "quarentena" tem-me ajudado a focar no essencial: passar tempo de qualidade com a minha (...)