Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 02.05.22

Tag Isto ou Aquilo #1

Purpurina
Ser diplomático ou ser realista? Acho que é melhor ser diplomático, mas, geralmente, sou realista. Agir pela emoção ou pela razão? Devemos agir pela razão, mas, muitas vezes, deixo-me levar pela emoção. Estou a trabalhar nisso. Esconder os seus sentimentos ou mostrá-los sempre? Normalmente mostro. Os mais íntimos escondo, mas só das pessoas que não precisam de os conhecer. Ser sincera ou dizer o que as pessoas querem ouvir? Ser o mais sincera possível, sem ferir os (...)
Qui | 28.04.22

Resumo de um feriado: 3 cascatas, algumas quedas e boleia com desconhecidos

Purpurina
Com um fim de semana prolongado em vista, já que o dia 25 de abril calhava numa segunda-feira, o Milton sugeriu que fizéssemos com os 3 miúdos (Lara de 8 anos, Maria de 5 anos e Eduardo de 3 anos) uma caminhada num trilho de que ouvira falar: O trilho do Moinho do Félix. Não sei se percebi o que quis perceber ou se o Milton não se explicou bem, mas o que entendi (...)
Sab | 19.03.22

Estou de dieta

Purpurina
De modo que estou de dieta. Outra vez. Desta vez é uma coisa simples, despretensiosa e que mexe mais com a minha vontade de auto controlo do que com a minha vontade de caber nas calças 34 outra vez (embora esta vontade também esteja presente). O que aconteceu é que me fartei da minha própria voz interior sempre a queixar-se do volume da barriga. Achei que, queixar-me apenas, sem fazer exercício e sem fechar a boca, era simplesmente parvo. De modo que cortei nos doces, no vinho e (...)
Qui | 24.02.22

As minhas preferências numa série de tópicos mais ou menos banais

O que preferes?

Purpurina
Ora vamos lá a uma destas publicações lúdicas que tanto serve para nada, como para vocês me conhecerem um bocadinho mais, como para eu me divertir a escrever estas coisas neutras e que não mudam a vida de ninguém. Isto também não pode ser só trabalhar, lavar roupa e fazer coisas potencialmente interessantes e úteis, não é? Vamos a isso. Viver num lugar super movimentado 24 horas por dia ou um lugar sempre calmo onde ninguém passa? De caras, viver num lugar super (...)
Qui | 23.12.21

Respostas a perguntas que ninguém me fez #3

O estilo de vida minimalista

Purpurina
1- Qual foi a última coisa que compraste? Presentes de Natal para os filhos: dois para cada um. 2- Cita uma coisa que deixaste de comprar. Vernizes para as unhas. 3-  Qual foi a tua maior dificuldade com o minimalismo? Ainda está a ser. Comprar menos comida e menos livros de atividades para os miúdos. 4- O que é que o minimalismo mudou na tua vida? Tornou-a muito mais simples e organizada. A minha casa está mais arrumada, mais fácil de limpar e de organizar. Não demoro muito (...)
Ter | 16.11.21

Hoje respondo a 100 perguntas (sobre mim) que ninguém perguntou

Purpurina
O que posso dizer? Gosto de responder a estas coisas. Isto descontrai-me. É a minha versão feminina de levar a mente para uma "gaveta vazia". Colocado este preâmbulo, vamos a isto. Ser diplomático ou ser realista? A minha personalidade, vontade e hábitos vão quase sempre no sentido do realismo, mas, na verdade, às vezes é necessário ser diplomático e eu gostava de ser muito mais. Agir pela emoção ou pela razão? Ajo muitas vezes pela emoção. Quando é mesmo, mesmo, (...)
Seg | 01.11.21

Não nos podemos mimar demais

Purpurina
Mas podemos mimar-nos alguma coisa. Um copo de vinho e um livro. Depois da saúde, família, amor, prosperidade, paz, meditação, yoga, pessoas alegres e inteligentes para conversar, cinema, comidinha boa, ver sítios novos e aprender qualquer coisa aqui e ali, não  preciso de muito mais para me sentir feliz!
Qua | 01.09.21

Primeira vez a acampar com os miúdos #2

Tudo o que fizemos nas Furnas

Purpurina
Passámos 3 noites e 3 dias nas Furnas. Já lá tínhamos estado, dezenas de vezes, com e sem os miúdos. Ainda assim, houve espaço para fazer coisas que nunca tínhamos feito. Eis o que fizemos de especial: - Estivemos um dia inteiro na praia, mesmo até ao final da tarde.  Pode não parecer nada de especial, mas já nem me lembro há quantos anos eu não fazia isso. Provavelmente, desde criança. Os miúdos, claro, adoraram. Energia não lhes faltava para correr, para se enfiarem (...)
Ter | 31.08.21

Auto cuidado também é isto

Purpurina
Depois de uma manhã chata, aborrecidinha e mais cinzenta, optar por "me animar a mim própria", como diz a minha filha Maria. Decido, então, almoçar numa simpática esplanada repleta de turistas, fingir que sou turista também e que estou de férias, e ficar ali a ler um livro e a beber uma cerveja durante uma hora. Fiquei outra. A nuvem em cima da minha cabeça transformou-se num sol radioso e pude desfrutar da tarde com muito mais ânimo.