Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Dom | 10.11.19

Carla, a mãe que não celebra o Halloween

Purpurina
Por aqui (entenda-se: nesta casa) não se celebra o Halloween. Não é algo radical ou uma convicção para a vida. Se os miúdos quiserem muito, um dia, lá terei que "amargar o caramelo". Até lá, não sou eu que os vou estimular a andar de porta em porta, a encher um saco de doces, para depois ter que dar três nós ao cérebro para inventar uma maneira de me ver livre daqueles quilos de açúcar sem traumatizar, muito, os miúdos. Somos capazes de ir a casa de amigos ou de fazer (...)
Qui | 07.11.19

Pequenas notas mentais #1

Purpurina
Se não tiver tempo para ler um livro inteiro, posso sempre ouvir uma boa música. Caramba! Uma música refresca-nos a alma e coloca tudo, instantaneamente, no sítio certo.  Ando nesta, atualmente.  Depois de ouvir isto sinto-me capaz de levantar voo num  tapete até ao país das maravilhas!
Qui | 07.11.19

Livros de Expressão Plástica para 4 anos: a descoberta do mês

Purpurina
Lembro-me de ter uns 5 ou 6 anos e adorar uma disciplina na escola que se chamava "Expressão Plástica". Alguém se lembra disso? Pessoas dos anos 80? Havia colagens, picotagem, pinturas, plasticina... e eu adorava aquilo tudo. Era mesmo o que eu mais gostava de fazer. Sentia que construía mundos, inventava coisas bonitas e adorava sentir que podia criar com as minhas mãos aquilo que a minha mente ditasse. Dito assim parece um pensamento muito profundo para uma criança de 6 anos (...)
Qua | 06.11.19

O que eu diria à Carla de há 15 anos atrás

Purpurina
Uma amiga colocou esta foto no Facebook. Foi tirada há 15 anos atrás. Tinha 22 anos e andava na universidade. Nesta foto estão alguns dos meus colegas os quais, graças ao Facebook, não me parecem ter a distância dos quilómetros que nos separam. Não consigo deixar de reparar que, hoje mesmo, vesti uma top igual ao que tenho vestido na foto. Na altura vestia-me quase sempre de preto. Deixei esta cor desde que tive a minha primeira filha. Acho que quis estar mais colorida e leve (...)
Ter | 05.11.19

Lara #28

Purpurina
Depois de lhe chamar a atenção, de forma muito paciente e simpática, para o facto de estar, potencialmente, a estragar o chão do quarto ao usar brinquedos de plástico como patins, diz-me a Lara, abraçando-me: "A mãe é muito fofinha e quentinha." "O que será que eu vou fazer no dia da mãe? Hum?! O que será?"
Seg | 04.11.19

Maria #30

Purpurina
Estamos na biblioteca e a Maria rabisca num papel, dizendo que está a escrever nomes. Diz ela: "Olha, estou a escrever Maria." "Agora estou a escrever Lara." Qual seria o seguinte? Alguém importante na sua vida? Alguém de quem goste muito? Seria de prever "Carla", "Milton", "Eduardo", "Pai", "Mãe" ou até o nome de um amiguinho ou de uma professora. Bom... esperava um "influencer" qualquer. Diz a Maria: "Agora vou escrever Lobo Mau."
Qua | 30.10.19

Tag maternidade

Purpurina
Nesta foto estou eu a dar o primeiro banho à Lara, sem fazer a mínima ideia do que estava a fazer. A outra rapariga que estava no quarto teve a gentileza de tirar estas fotos com o seu iPad. A qualidade é menor mas são as únicas que tenho deste momento e sou muito grata por elas. Achei, portanto, que esta seria uma boa foto para ilustrar este tag sobre maternidade.  1. Trabalhas fora ou és dona de casa? Trabalho fora. 2. Gostarias que fosse diferente (referente à pergunta acima)? Nem por isso. Gosto de estar em casa mas também gosto muito de trabalhar fora, de ver pessoas diferentes e mudar de ambiente todos os dias.
Dom | 27.10.19

"Queria tanto ser uma mãe perfeita"

Purpurina
  Esta expressão, assim mesmo: "queria tanto ser uma mãe perfeita", foi uma das pesquisas que levaram alguém do google até ao meu blogue no último mês. "Coitada...", pensei eu, com verdadeira consternação por alguém vir parar a uma página tão desadequada às suas intenções. Depois, só por curiosidade, fiz a mesma pesquisa que a senhora, acrescentando vinil e purpurina aos termos de pesquisa, e vim parar a esta página do meu blogue  (...)
Sex | 25.10.19

Como lidar com uma criança de 3 anos com personalidade forte e o "Dia de filho único"

Purpurina
Quem já anda por aqui há algum tempo sabe que a minha maravilhosa filha do meio, a Maria, é uma criança dotada de uma personalidade forte e determinada, que nos achincalha os nervos praticamente todos os dias. A Maria é uma menina muito querida, inteligente e atinada mas lida com a frustração de uma forma bastante emocional. Claro que tem apenas 3 anos e é a filha do meio numa família com 3 crianças pequenas, onde ambos os pais trabalham e a atenção é limitada mas, para (...)
Ter | 22.10.19

Eduardo #1 O comilão

Purpurina
  Com 14 meses parece-me que o Eduardo já merece uma rúbrica própria neste blogue.  O Eduardo é um menino fofo e calminho que, na creche, parece destacar-se pelo grande apetite que demonstra à hora das refeições. Várias funcionárias já me tinham referido que o rapazinho é uma maravilha para comer e que consolava dar-lhe o almoço. Também me tinham dito que ele "exigia" ser o primeiro a comer e que repetia o segundo prato. Ontem, quando fui buscar os miúdos, a senhora que (...)
Sex | 18.10.19

Maria #29

Purpurina
A Maria, até há pouco tempo, não parecia interagir muito com as outras crianças da sua escola. Com a Lara também era assim, só a partir de uma certa idade é que deixam de brincar sozinhos para brincar em grupo. Este ano tudo mudou. A Maria começou a falar mais dos amiguinhos, referindo especialmente quatro meninos e uma menina. A professora e auxiliares também comentaram que a Maria estava a "revelar-se" e a sociabilizar bastante mais. Nisto, comecei a observar a Maria uns (...)
Seg | 14.10.19

Diferenças entre o primeiro, segundo e o terceiro filho

Purpurina
Quando a Lara, a minha primeira filha, começou a andar foi muito cansativo para nós. Andava sempre à volta dela a fazer uma espécie de escudo com os braços para que não caísse. Assim que ela se punha a andar, lá íamos nós atrás dela a supervisionar tudo a poucos centímetros de distância. Isto durante meses e meses, mesmo depois dela já saber andar bastante bem. Vale a pena referir que isso não a impediu de dar umas boas cabeçadas.  Com a Maria a história já foi (...)
Qui | 10.10.19

Maria #28

Purpurina
Estou a dar o almoço à Maria (excecionalmente porque ela está constipada e mais mimosa) quando ela me começa a passar o dedo indicador na cara. Diz a Maria: “Mãe, o dedo está sujo?” Eu: “Espero que não.” Maria. “Está, está.” Eu: “Então não limpes o dedo à minha cara.” Maria: “Não estou a limpar mãe. Estou a fazer festinhas com o dedo.”
Qua | 09.10.19

Eduardo, 14 meses

Purpurina
Está um rapazinho muito crescido. Já anda sozinho, come tudo o que lhe damos a provar e já tenta reproduzir algumas palavras (embora nada de muito percetível). Em termos de desenvolvimento motor é bem diferente das irmãs. É mais cauteloso que a Lara mas  já sobe para cima do sofá, para cima de bancos e de tudo o que consegue. No que diz respeito à linguagem é muito tagarela e farta-se de conversar connosco, não se percebe é nada. Bom, perceber percebemos, mas não por ele (...)
Dom | 06.10.19

Dicas de lanches para as crianças levarem para a escola

Purpurina
Por aqui temos que preparar 3 lanches por dia para os miúdos levarem para a escola, o que dá um total de 15 lanches por semana. Nem sempre tenho grande imaginação (ou tempo) para preparar algo muito elaborado sendo que a minha prioridade vai para a preparação de lanches saudáveis e rápidos. Assim, tento ter em casa alguns ingredientes base que me permitam preparar alguns lanches variados e aceitavelmente saudáveis para as crianças levarem para comer à tarde na escola.  Tirei (...)
Qui | 03.10.19

Carla opina sobre restaurantes em São Miguel #1 Saca-Rolhas

Purpurina
Procurávamos um restaurante na Relva que estava fechado. Mesmo em frente vimos uma tabuleta que dizia: "Saca-Rolhas". A fome apertava e já tínhamos ouvido falar bem do restaurante por isso caminhámos com alguma confiança na direção do restaurante. Tínhamos passado a manhã a comprar umas coisas para a casa e julgo que nesse dia, ao contrário do que é meu hábito, nem tinha tomado banho de manhã. Estava portanto "à vontade". Convencidíssimos de que se tratava de uma (...)
Ter | 01.10.19

O nosso fim de semana em imagens #5

Purpurina
O nosso fim de semana foi fantástico! A primeira coisa excelente foi termos começado a fazer coisas com os miúdos na sexta-feira à noite, o que nos deu a sensação de que o fim de semana "alargou" e que durou mais do que dois dias. O tempo esteve bom, existiram atividades giras para os miúdos em Ponta Delgada e pudemos reunir-nos com amigos. Temos aqui a fórmula de sucesso para um bom fim de semana: boa disposição + boa companhia + bom tempo. Na verdade só precisamos de boa (...)
Seg | 30.09.19

Pinkalicious: O novo livro preferido da Maria e uma atividade doce

Purpurina
A Maria tem um novo livro preferido: o livro Pinkalicious. É a história de uma menina muito teimosa que fica cor de rosa depois de ter comido demasiados queques dessa cor. A história é simples mas contada com muita graça e eu interpreto o livro de uma forma muito teatral o que resultou num entusiasmo tal, pela parte da Maria, que desde que o trouxe da biblioteca até ao dia em que o devolvi, tive que o ler todos os dias. À volta desta história e tendo em consideração o (...)
Sex | 27.09.19

5 dicas para incentivar a leitura nas crianças

Purpurina
Sou um "rato de biblioteca" desde os 13 anos, mais coisa menos coisa. As minhas filhas gostarem de livros é a coisa mais natural do mundo. Nem consigo imaginar como poderiam não gostar. Olhando "de fora" para o que têm sido os nossos hábitos com os miúdos em relação aos livros, consigo destacar alguns comportamentos nossos que podem ter estimulado este gosto pela leitura nas nossas crianças. Seguem, então, algumas dicas para incentivar a leitura nas crianças: Gostar de ler. (...)
Qui | 26.09.19

A verdadeira questão que se coloca em relação à "polémica" música do Valete BFF

Purpurina
Vi hoje, pela primeira vez, o "polémico" vídeo (da música BFF) do rapper Valete. A letra da música e o vídeo retratam uma situação de adultério e de violência, o que gerou uma onda de indignação nas Redes Sociais. As opiniões dividem-se entre os que consideram o vídeo extremamente ofensivo e os que o consideram apenas uma obra artística que, como tal, não deve sofrer nenhum tipo de censura. A discussão tem-se centrado à volta dos limites da liberdade de expressão (...)