Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Dom | 16.02.20

10 dicas de poupança para famílias numerosas

Purpurina
Com 3 filhos pequenos e, modéstia à parte, uma gestão muito organizada do orçamento familiar, acredito que estou em condições de vos passar algumas dicas que uso cá em casa. Sempre fui relativamente poupada mas, com uma família de 5, aquilo que era um hábito engraçado, tornou-se uma regra essencial.  Sem mais delongas, seguem algumas formas de fazer o dinheiro "esticar" e "sobrar". Usar tarifa de eletricidade tri-horária Uso desde que a Lara era bebé e creio que poupo (...)
Qui | 13.02.20

5 tipos de clientes peculiares que atendemos numa loja

Purpurina
Trabalhei durante algum tempo numa loja de roupa de criança. Foi o tempo suficiente para lidar com centenas (ou talvez milhares) de pessoas diferentes e para perceber que lidar com pessoas é mais desafiante do que posso descrever num ou dois textos. Deixo aqui uma singela amostra em forma de 5 pequenas histórias reais que aconteceram numa pequena loja de roupa beta para crianças. O tarado Entra na loja um rapaz alto, bem parecido e, aparentemente, normal. Diz procurar um presente (...)
Seg | 10.02.20

Os pais não gostam de contar histórias aos filhos

Purpurina
A não ser que sejam histórias curtas, muito engraçadas e com uma moral associada. Atire a primeira pedra quem nunca começou a bocejar logo na primeira página de um livro infantil. É automático. Principalmente quando são livros cheios de páginas, sem interesse nenhum e lidos já umas 100 vezes. A Cinderela, por exemplo, é um desses. Até me arrepio quando uma das minhas filhas me vem pedir para ler a Cinderela pela 137ª vez. É uma tortura japonesa. Mas depois, quando temos (...)
Qui | 06.02.20

Como decorar a casa de uma forma original quando somos minimalistas

Purpurina
Somos minimalistas. Vivemos com pouco: poucos móveis, poucos livros, poucas roupas, poucos sapatos, poucos acessórios e, sobretudo, poucos objetos decorativos. Ainda assim, vivemos numa casa que consideramos bonita e aconchegante, decorada em conformidade com o sentimento de alegria e felicidade que queremos imprimir aos nossos dias. Decoramos a casa sobretudo com objetos que são muito especiais para nós: na parede temos ilustrações da nossa família em banda desenhada, uma (...)
Qua | 05.02.20

Coisas de pessoas que têm 3 filhos pequenos

Purpurina
  Eu estou de férias e o Milton está a trabalhar em casa. A determinada altura da tarde, o Milton resolve dormir uma pequena sesta. Eu continuo a fazer as minhas coisas, faço a minha sessão de 30 minutos de yoga e, pelas 18h00, acordo o Milton para irmos buscar as crianças à escola (já muito mais tarde do que era suposto). Acordo o Milton a custo, pois estava a bom dormir. A cara dele é do mais estremunhado que há. Digo-lhe: "São 6 horas Milton, temos que ir." Diz ele: (...)
Seg | 03.02.20

A Lara come cascas como se fossem chocolates

Purpurina
Um dia, estava a descascar uma maçã no balcão da cozinha, quando a Lara começa a pegar nas cascas e a comê-las. Fiquei quase em estado de choque, e tirei-lhe as cascas da mão.  Ela insistiu em comer as cascas dizendo que gostava muito e que, por favor, a deixasse comer. Bom... se queria comer cascas de maçã quem era eu para me opor? Não é a parte melhor da fruta? Disse-lhe que podia comer as cascas mas que eu tinha que as lavar muito bem primeiro. Assim, sempre que (...)
Qui | 30.01.20

5 coisas maravilhosas da minha infância nos anos 80

Purpurina
Sempre vi a minha infância de uma forma pouco positiva, tendo escolhido olhar mais para o que eu gostaria que tivesse sido e pensando pouco nas coisas positivas que tive na minha infância nos anos 80, essa época maravilhosa. A minha infância foi bastante solitária porque sou filha única e não tinha primos ou outras crianças por perto. Isso sempre me deixou com a ideia de que a minha infância poderia ter sido muito mais alegre e animada. Hoje, mãe de três filhos pequenos, (...)
Ter | 28.01.20

Como fazer os filhos brincarem juntos

Purpurina
Quando pensei em ter um segundo filho, tinha uma certeza ingénua de que dois irmãos iam dar-se naturalmente bem: iam ser muito amigos, brincar juntos, rir juntos e ter uma cumplicidade única. Claro que esta ideia romântica da relação entre irmãos estava totalmente condicionada pela minha mente de filha única cujo maior desejo sempre foi ter um irmão ou uma irmã. Hoje, tenho 3 filhos com idades muito próximas - 17 meses, 3 anos e 5 anos - e uma visão muito mais realista da (...)
Sex | 24.01.20

Pessoas inspiradoras #2

Alexa Melo

Purpurina
Parece que cheguei a uma fase fantástica da vida em que, as pessoas que me inspiram são mais novas que eu! Não é maravilhoso? É o caso da Alexa Melo (terá ascendência portuguesa?), uma miúda de uns 20 e poucos anos, que faz covers no Youtube. Esta rapariga seria apenas uma entre milhares de Youtubers que, graças aos tempos maravilhosos em que vivemos, podem fazer o que bem entenderem e difundi-lo facilmente pelo mundo, se não fosse o facto de ser mesmo especial. Chamou-me a (...)
Qua | 22.01.20

Já temos beliche para as miúdas

Purpurina
Desde que a Maria nasceu que começámos a pensar numa solução para ela e a irmã dormirem, sem roubar muito espaço ao quarto. Colocar duas camas individuais no quarto nunca foi uma ponderação e estávamos divididos entre um beliche e uma cama-gaveta. Eu não queria beliches porque não os achava seguros e o Milton não queria camas-gaveta porque as considerava pouco práticas. Entretanto a Maria foi dormindo no berço e nasceu o Eduardo. E, a necessidade de encontrar uma (...)
Dom | 19.01.20

Lara #31

Perguntas e Respostas

Purpurina
  1- Qual o nome da mãe ? Mãe Marques Moura (claramente a gozar). 2- A mãe é gorda ou magra? Gorducha ihihihih. 3- Alta ou baixa? Alta. 4- O que a mãe gosta de comer? Cenoura. 5- O que a mãe gosta mais de vestir? Não sei. 6- Quantos anos a mãe tem? Não sei. 7- Quantos kg a mãe pesa? Não sei. 8- Que presente gostarias de dar à mãe? Não sei. 9- Quem ama mais a mãe? Eu. 10- O que a mãe é? É uma pessoa. 11- O que a mãe sempre te diz?  Não sei. 12- Para onde (...)
Sex | 17.01.20

Eduardo #4

O super fofo

Purpurina
O miúdo está cada vez mais fofo e mais maroto. Parece um boneco a pilhas duracel. Corre super rápido de um lado para o outro, cheio de genica. E não se limita a correr, ele trepa a tudo o que consegue, enfia-se na cama da Maria com toda a facilidade através das escadas e também consegue sair muito facilmente. Por outro lado é muito meiguinho. Está sempre a abraçar e a dar beijinhos às irmãs e aos pais. Basta pedir-lhe um beijinho ou um abraço que ele vem logo a correr (...)
Qua | 15.01.20

Eduardo #3

O fofo

Purpurina
  O Eduardo adora dar abraços e beijinhos. Do nada, vem abraçar-se às nossas pernas e começa a dar-nos beijinhos. Faz isso com os pais, com as irmãs e até com as amigas das irmãs, se elas lhes derem atenção. Também gosta muito que sejamos nós a dar-lhe abraços e beijinhos. É um mimoso como nunca vi. Cada dia que passa o miúdo está mais fofo e meiguinho.
Dom | 12.01.20

Como são: o Eduardo com 16 meses, a Lara com 5 anos e a Maria com 3 anos

Purpurina
  Eduardo Como o tempo não tem abundado por estes lados, hoje faço um texto "todos em um" para não deixar de registar como têm sido estes dias. O Eduardo está cada vez mais adorável e enérgico. Ele não pára quieto e está sempre a fazer "escadas" e "escadotes" para chegar a todo o lado. Se eu pensava que a Lara era a alpinista da família estava muitíssimo enganada! O rapaz escala tudo o que encontra pela frente, corre de um lado para o outro, dança, pula, anda sempre a (...)
Qui | 09.01.20

Conversas entre colegas #1

Bichas vs desmazeladas

Purpurina
Estamos no escritório, a trabalhar com normalidade quando um colega pergunta às senhoras da sala se porventura terão uma pinça. O colega, cuja identidade não revelarei por questões de privacidade, precisava de uma pinça para manusear peças pequenas de material de filmagem. Eu tinha uma pinça e emprestei-lhe. Pouco depois, o colega volta e pergunta se teremos uma lima. Dissemos que não e a minha espirituosa colega da frente disse o seguinte (referindo-se aos colegas que (...)
Ter | 07.01.20

Lara #30

A Festa de Natal da escola

Purpurina
  Este ano a Lara foi cantar, num coro de meninos, e declamar sozinha uma quadra de um poema sobre o Natal. Cada menino iria declamar uma quadra, saindo do coro e pegando num microfone que estava na parte da frente do palco. Ela é tímida e calculei que a parte de declamar sozinha 4 linhas seria um grande desafio. No dia da festa parecia saber tudo de cor e mostrava-se relativamente tranquila. Já no público, com o Eduardo ao colo e as meninas nas suas posições, junto das suas (...)
Qui | 02.01.20

Ano Novo Receitas Novas!

Esparregado de Banana e Queijo

Purpurina
Cá em casa costumamos pensar que somos de extremos no que à cozinha diz respeito: ou fazemos coisas muito medíocres ou coisas muito boas.  Provavelmente também fazemos muitas coisas "mais ou menos", mas essas não ficam para a História. Nesta passagem de ano, eu e o Milton invertemos papeis - o que significa que eu cozinhei e ele foi-me dizendo o que devia fazer - e, para surpresa de ambos, esta inovação resultou num esparregado maravilhoso! Foi um sucesso no jantar de dia 31 (...)
Qui | 26.12.19

Eduardo #3

Purpurina
O Eduardo não chora quando fica na escola embora também não se mostre eufórico quando o deixamos lá. O que acontece com ele é algo bastante curioso e que não me lembro de acontecer com as irmãs. Quando o levo ao colo para a escola ele vai-se tornando gradualmente mais pesado, à medida que vamos avançando para a sala. Começa a ficar mais pesado assim que entramos à porta da escola. E, quando chego à sala, já estou com os braços a latejar de dores. Parece que ele faz o (...)
Seg | 23.12.19

Feliz Natal minha gente!

Purpurina
Eu, em nome deste blogue, que é constituído por mim, desejo as todas as pessoas que têm a gentileza de estar desse lado a ler as coisas que eu escrevo, um Natal muito Feliz e cheio de coisas boas! Que tenham uma casa recheada das pessoas que amam, de saúde, comida e muita alegria! Este ano, por aqui, decidimos ser um pouco menos consumistas, mais minimalistas e mais descontraídos. Vamos fazer por passar mais tempo com as crianças, a brincar e a aprender juntos e, sobretudo, a (...)