Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 21.03.19

As nossas conversas #13

Purpurina
  Depois do jantar, estou eu e o Milton a fazer o almoço do dia seguinte (depois das 22h00 por causa da tarifa de eletricidade tri horária), quando digo assim: "O que achas de fazermos hambúrgueres de cenoura um dia destes? Com cenoura e feijão?" Responde ele, com um ar indignado: "Não sei porque chamas a isso hambúrguer. Quando muito são umas bolas de cenoura achatadas. Ou cenouburguer, vá." Reparem como a foto está relacionada com o tema. 
Seg | 18.03.19

Reações no Youtube a músicas do Conan Osíris

Purpurina
Decididamente gosto do Conan Osíris. Para mim é totalmente impossível não gostar. Adoro as performances, as letras, a personagem, a pessoa que parece ser e, acima de tudo, o facto de ser genuíno e pouco (ou nada) se importar com o que os outros pensam de si.  Felizmente, vivemos num país livre e as pessoas têm direito a expressar as suas opiniões embora nem sempre o façam de uma forma muito educada, principalmente nas Redes Sociais. Ainda assim, tenho tendência a procurar a (...)
Dom | 17.03.19

Prática para todos os dias#1

Purpurina
Obriga-te a ser lento. "Pode-se trabalhar imenso mantendo sempre um estado de espírito de lentidão e descontração conscientes." "É preciso evitar que as nossas ações se tornem automáticas, os nossos pensamentos e palavras irrefletidos". Guia do Yoga
Sex | 15.03.19

Livros para crianças a partir de 2 anos #1

Purpurina
Ultimamente tenho optado por trazer da biblioteca livros simples, sem grande moral ou filosofia. Deixo aqui a sugestão dos 3 últimos que trouxe e de que as miúdas têm gostado bastante: 1- "Um dia especial com o meu papá": um fiel retrato de como são as coisas quando os pais ficam a tomar conta dos miúdos. Giro e muito fiel à verdade.  2 - "Vegetal como sientes": este é um livro espanhol mas, dada a simplicidade das frases, não apresenta problema nenhum. É um livro sobre (...)
Ter | 12.03.19

10 atividades aleatórias para fazer com os miúdos ao fim de semana

Purpurina
1- Teatrinho de papel 2- Explorar a natureza com um mini microscópio. 3- Ler uma história. 4- Comer um gelado.  5- Deixá-los brincar livremente, dando asas à sua imaginação. 6- Fazer jogos de tabuleiro na biblioteca. Ou em casa. 7- Fazer colares e pulseiras. Adoramos esta! 8- Fazer jogos de construção com Magnatiles e bonecos de Lego. 9- Ver um filme a comer pipocas. Clássico. 10- Colorir desenhos.  
Dom | 10.03.19

E aplicar o minimalismo aos pensamentos? Isso é que era.

Purpurina
Gosto de pensar que sou minimalista e, de facto, acho mesmo o que sou. Materialmente falando, pelo menos. Tenho poucas coisas: pouca roupa, poucos sapatos, poucos acessórios, poucos móveis e poucos pertences em geral.  Agora há uma secção que me pertence que está mesmo a precisar de ser destralhada: a minha mente. A minha mente bem podia ser minimalista. Tenho tantos pensamentos desnecessários, tantas ideias que não tenho tempo para concretizar que fico zonza só de pensar nisso.
Qui | 07.03.19

Maria #21

Purpurina
A Maria pega num livro (que tanto pode ser um livro de histórias como uma daquelas enciclopédias ilustradas para crianças) e põe-se a “lê-lo” da seguinte forma: descreve o que vê nas imagens da página e diz: “então...” e vira a página começando a descrever a página seguinte. Volta ao “e então” e assim continua até ao fim do livro. E eu fico maravilhada a ouvi-la. Coisa mais boa da sua mãe. 
Ter | 05.03.19

Bitaites sobre moda

Purpurina
Indico já no título que estas reflexões estão ao nível do bitaite, ou seja, não se colam muito à necessidade, pertinência ou erudição. Vamos assumir, então, que são reflexões superficiais e lúdicas. Posto isto, passo a refletir. Pergunto-me eu, que até uso algumas marcas por considerar que têm qualidade e um design interessante, porque é que alguém há de investir um valor acima da média num produto que tem em letras garrafais o nome da marca? Fazer publicidade de (...)
Dom | 03.03.19

Livros para crianças a partir de 2 anos

Purpurina
  Descobri mais uma coleção de livros fantástica na biblioteca! São os livros do "Nino, Nina e Guau" - dois gémeos e o seu cão - cada um com 3 histórias muito simples e engraçadas sobre o quotidiano das crianças. Gosto especialmente do estilo das ilustrações do livro e do facto de cada página ter apenas uma frase, o que faz com que uma criança de 2 anos consiga manter a atenção durante mais tempo. A Lara também gosta muito destes livros e tenho-os lido todos, todos os (...)
Qui | 28.02.19

Ela já sabe escrever

Purpurina
Bom... O seu nome, o nome da irmã, pai, mãe ... e cocó (cada um com os seus interesses). Também me pede para soletrar o nome dos amigos e vai escrevendo num papel, com maiúsculas cada vez mais bem desenhadas. Conhece todas as letras há muito tempo mas não me tinha apercebido que já as desenhava tão bem. Fiquei surpreendida na última vez que vi o que escreveu e perguntei-lhe se estão a ensinar na escola. Ela disse que não, que estão a ensinar os números. A professora, (...)
Qua | 27.02.19

Eduardo, os 6 meses

Purpurina
Aos 6 meses o Eduardo continua um fofinho sorridente e bem disposto, embora um pouco mais refilão. Alimentação Já come duas sopas por dia, uma delas com carne de frango ou peru e fruta. Ainda só lhe demos puré de pera crua. Come bem a sopa mas tem preferência por puré de cenoura e de brócolos (sempre com batata doce). Não gosta muito de curgete nem de couve flor. Por conselho da pediatra optamos por não lhe dar papa. Para além da sopa tem o leite materno. Personalidade Co (...)
Seg | 25.02.19

Adoro esta família de 10 filhos

Purpurina
Descobri esta família nas sugestões do Youtube e fiquei logo viciada nos vídeos. Sempre que tenho uma oportunidade (normalmente enquanto dou de mamar ao Eduardo) vejo os vídeos que a mãe, Taina, coloca no seu canal. São finlandeses (mas a mãe cresceu na Austrália) e vivem com os filhos (têm 10) numa casa maravilhosa numa zona rural da Finlândia. Na verdade vivem com 9 filhos (que têm idades que vão do bebé de 1 ano a uma rapariga de 18 anos) porque o filho mais velho, de 20 (...)
Dom | 24.02.19

Sobre as diferenças entre as minhas filhas

Purpurina
  Já tinha dito aqui que são totalmente diferentes: física e psicologicamente. E, à medida que crescem e as suas personalidades se vão definindo, essa diferença é ainda mais notória. Acho isso maravilhoso com todos os desafios que proporciona, tal como estar sempre um pouco impreparada para os 2 anos da Maria, apesar de já ter passado por isso com a Lara.  Não as vou comparar, até porque ando a tentar evita-lo de forma consciente, mas vou tentar resumir a personalidade de (...)
Qui | 21.02.19

5 coisas que tenho a dizer sobre o Conan Osíris

Purpurina
Ora quem vem a ser o Conan Osíris? Sei pouco sobre ele, mas posso partilhar. É um jovem que está a participar na Eurovisão com uma música pouco consensual. Nas suas atuações faz-se acompanhar por um bailarino cuja performance também é pouco consensual. Podemos considerar o Canan Osíris uma personagem daquelas se geram emoções muito fortes: ou se ama ou se odeia. Há quem o compare ao António Variações, há quem considere a sua música inovadora e muito "à frente no (...)
Qua | 20.02.19

E, de repente, elas são as melhores amigas

Purpurina
Quando a Lara soube que a Maria ia nascer ficou muito feliz. Apesar de ter apenas 2 anos quando lhe dissemos posso dizer com clareza que ficou feliz e entusiasmada. Ela sempre foi muito sensível e percebia quando lhe dizia que a irmã ia crescer e ser muito amiga dela. A Maria nasceu e a Lara desde o primeiro dia que era carinhosa e cuidadosa com ela. Correu tão bem que eu senti, mesmo, que era mais fácil ter duas filhas que apenas uma. Até que a Maria cresceu mais, começou a (...)
Seg | 18.02.19

Quem tem amigas artistas tem tudo

Purpurina
Já conhecem o meu (pouco) jeito para fazer as coisas artísticas que pedem na escola dos miúdos. Claro que quando os educadores e professores pedem para fazermos as tais "artes" não nos pedem nada fenomenal ou digno de um prémio, mas nenhum pai que se preze quer deixar os filhos "ficar mal". De modo que eu faço sempre um esforço para fazer coisas giras (o que mete sempre glitter e cor de rosa ao barulho, já se sabe). Mas, na última vez que pediram algo, fui apanhada desprevenida (...)
Dom | 17.02.19

O meu vício desde que engravidei da Maria

Purpurina
É comer gelados. Sempre gostei de sobremesas lácteas mas nunca liguei especialmente a gelados. Lembro-me que a primeira vez que gostei mesmo de comer um gelado foi em Itália mas, mesmo depois disso, nunca comi muitos gelados apesar de passar a preferir os artesanais italianos. Quando engravidei da Maria e depois de perceber que não tinha diabetes gestacional, passei a comer quase um Magnum amêndoa por dia. E, a partir daí, como gelados sempre que posso (mas não todos os dias, claro).
Qui | 14.02.19

Maria #19

Purpurina
A Maria, de há uns dias para cá está sempre a perguntar-me se estou contente, principalmente depois de se portar mal. Anda atrás de mim a repetir: "Estás contente? Estás contente? Estás contente?" e só fica satisfeita quando digo que sim.  E eu, mesmo que não esteja nada contente, digo que sim para ela acabar com aquele "picar de miolo". :D
Ter | 12.02.19

Desabafo: hoje, fiquei um bocado zangada com os TPC

Purpurina
Bom... não são bem TPC mas também não deixam de ser, uma vez que são feitos em casa e a pedido da escola. O que se passa é que aqui nos Açores comemora-se o "dia dos amigos" e o "dia das amigas" que é um dia em que se celebra a amizade (entre pessoas do mesmo sexo) através de jantares e convívios. As escolas aderem à festividade e a das minhas filhas pediu que levássemos um chapéu criativo no dia dos amigos e um avental criativo no dia das amigas. Isto seria tudo muito (...)