Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 07.05.15

Livros para bebés de 1 ano

Um dos meus locais preferidos é a biblioteca. Consigo ficar horas a procurar livros, sem nenhum alvo determinado, apenas a percorrer estantes e filas, demoradamente, como quem descobre um tesouro no sótão dos avós.

Desde que a minha filha é capaz de segurar um objeto na mão com alguma destreza, passei a frequentar a sala infantil da biblioteca, uma a duas vezes por semana.
Adoro escolher livros para ela! Acho que me dá mais satisfação que escolher livros para mim!

Já trouxe da biblioteca pública de Ponta Delgada dezenas de livros diferentes. Nem sempre acertei mas, à medida que a Lara vai crescendo e mostrando as suas preferências, é cada vez mais fácil trazer os livros certos.

Também tenho alguns comprados e oferecidos mas, antes de investir em livros infantis, achei preferível perceber quais valeriam mais a pena. Existe uma oferta muito variada de livros infantis e, sem qualquer experiência com crianças, não saberia mesmo o que escolher. Agora já sei.

Hoje, trouxe estes (da biblioteca):

"Na Quinta", é um livro bem pequenino que faz parte de uma coleção muito fofa de livros com janelinhas. Ela adora! É capaz de ficar muito tempo sozinha a folhear o livro e a abrir as janelinhas. Cada janelinha de papel esconde um desenho amoroso de um animal. Sempre que trago um destes, a Lara anda com ele para todo o lado.


Este, é de uma coleção que tem texturas diferentes para as crianças tocarem. Gosto muito dele porque para além das imagens, tem texturas, brilhos e espelhos, o que o torna muito mais interessante  e estimulante para um bebé pequeno.


Gosto especialmente desta coleção de "Dicionários de Imagens". 
Primeiro, porque tem imagem reais, e depois porque tem tantas páginas que mantém o interesse da Lara por muitos dias. Ela aponta para as coisas para lhe dizermos o que é e, depois, eu pergunto-lhe onde estão determinados objetos e ela aponta para eles. É giro.

Esta é uma das minhas atividades diárias preferidas com a Lara. É divertida, didática e tenho esperança que faça crescer nela o mesmo gosto pela leitura que os pais têm.