Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 22.11.18

A primeira vez que o Eduardo chorou mesmo a sério

Purpurina
Foi aos dois meses e meio e, quando o ouvi a chorar na sala, fiquei um pouco aflita.Desde que nasceu nunca o tinha ouvido a chorar de forma tão estridente. Geralmente só mostra desagrado quando tem fome ou quer colo e só chega a choramingar se não for atendido logo (e ainda tem uma tolerância de alguns minutos).Mas naquele momento estava a chorar a plenos pulmões, aos gritos.Cheguei à sala e vi-o na espreguiçadeira, vermelhíssimo e aos gritos. Fiquei um bocado assustada e pensei (...)
Seg | 29.10.18

Conversas da Lara #17

Purpurina
 Num dia destes a Lara ficou comigo em casa porque tinha tido um pouco de febre no dia anterior. Como estou de licença de maternidade também gosto de aproveitar para ficar com ela em casa o que já corre muito bem, mesmo com o Eduardo tão pequeno.Estávamos nós a brincar com uns blocos no quarto e a conversar quando lhe pergunto o que é que ela gosta mais no pai.Diz a Lara:"Eu e o pai gostamos os dois de maionaise. E de camarão."Eu expliquei-lhe que isso era o que ela e o pai (...)
Qui | 18.10.18

Coisas de pai e filha

Purpurina
 O Milton e a Lara têm as suas próprias "tradições" e as coisas que gostam de fazer só os dois. Cozinhar é uma dessas coisas.Eu não tenho tanta paciência para ficar a cozinhar com os miúdos. Normalmente quero despachar as coisas e cozinho a uma hora em que estejam todos a dormir (ou à noite, depois das 22h00, ou logo de manhã, antes das 7h00).Já o Milton tem muito jeito e paciência para colocar as miúdas a cozinhar com ele (até a Maria já o faz). Eles deixa-as fazer (...)
Qua | 23.05.18

Os pais de hoje

Purpurina
 Serão os pais de hoje muito diferentes dos pais de há 20 ou 30 anos atrás?Se calhar a maior parte sim, mas talvez nem seja assim tanto.O facto é que não sei dizer como eram a maioria dos pais de antigamente, tampouco como são todos os pais de hoje. Mas posso dizer como é o pai que temos cá em casa.Nas coisas que faz é bem parecido com a mãe, na personalidade e forma de agir, é bem diferente. E ainda bem.Ora vejamos:- O pai cá de casa cozinha, passa a ferro, limpa a casa, lava (...)