Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qua | 25.07.18

Já devia ter comprado isto há uns 4 anos!

Purpurina
 Um contorno (como deve de ser) para o berço.Já tive vários contornos de berço, inclusive um feito por mim, mas nenhum se revelou eficiente no seu objetivo: evitar que as crianças enfiassem os pés entre as grades do berço.Ou eram muito baixos, ou muito fininhos, ou (no caso daquele que eu fiz) muito gordinhos e roubavam muito espaço à cama.Confesso que sempre achei os contornos muito caros e gastar dezenas de euros num contorno nunca me pareceu a opção de investimento mais (...)
Qui | 12.07.18

Dois artigos para recém nascido para comprar nos saldos

Purpurina
Babygrows e pijaminhas ou fatinhos de algodão de duas peças. São as peças mais práticas para os bebés pequenos e foram o que mais usei nos primeiros meses das crianças.  Agora, em época de saldos, vale muito a pena comprar estas peças para o enxoval dos bebés. Mesmo para o inverno porque muitas peças de manga comprida e mesmo de veludo também têm desconto. Aconselho a comprarem mais peças a partir de um mês (1/3 meses) porque as de recém nascido deixam de servir num (...)
Sex | 06.07.18

Uma reflexão sobre a evolução do meu biquíni

Purpurina
A imagem que vêm ali em cima podia bem ser a do meu fato de banho há uns anos atrás (vários anos). Usava sempre uma espécie de "asa delta" ou algo mais pequeno ainda (se é que me entendem). O limite era mesmo o nudismo.Não era por nada mais do que não gostar de marcas de biquíni visíveis. Quanto mais conseguisse bronzear melhor. Não que alguma vez tivesse conseguido algo parecido com um bom bronzeado - era mais vermelho lagosta, pele a cair e branca outra vez - mas pronto, (...)
Qui | 05.07.18

Uma reflexão e vestidos mesmo giros por menos de 15 euros

Purpurina
 Acho que me preocupo de menos com o meu aspeto físico.Quase todos os dias decido que vou mudar isso mas é como com as dietas: fica sempre para amanhã.E a culpa não é de ter crianças pequenas, ou pouco tempo ou muito que fazer. Sou um bocado assim. Às vezes, não quero mesmo saber.Acredito no poder do banho, de um cabelo limpo e uma cara lavada. Também não ando com restos de verniz nas unhas (muitas vezes) nem com roupa que assente pessimamente (acho eu).De resto o mais certo é (...)