Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 16.07.21

10 séries que vi, gostei e recomendo

Purpurina
Gosto muito de ver séries. Boas, claro.  Não vejo tantas como gostaria porque tenho outras prioridades, mas estou sempre a ver alguma, nem que seja um episódio por semana. Agora estou a ver a Seinfeld (sim, nunca tinha visto antes e martirizo-me por isso) e a Outlander. São as duas fantásticas embora bastante diferentes: uma é comédia e a outra drama histórico. Gosto de séries bem escritas, bem produzidas e bem interpretadas, mesmo que o objetivo seja só entreter. As que vos (...)
Sex | 24.07.20

Uma música, uma série e um livro

Purpurina
Primeiro veio a música - Elephant Gun, de Beirut -, por sugestão do Youtube. Andava a ouvir "Beach House" há dias, ou semanas, e Beirut aparecia sempre nas sugestões. Um dia ouvi. Elephant Gun, uma das primeiras. Depois East Harlem, Postcards from Italy e outras. Como é meu hábito quando oiço músicas de que gosto, fui procurar a descrição de emoções semelhantes às minhas nos comentários do Youtube. Foi aqui que encontrei Capitu, a série que tem Elephant Gun na banda sonora. Depois de Capitu foi fácil chegar ao livro de Machado de Assis:
Qua | 03.10.18

The Let Down: Mães, vão querer ver esta série (acho eu)

Purpurina
  Desde que o Eduardo nasceu que tenho papado séries como uma maluca. Vejo temporadas inteiras em poucos dias e estou capaz de fazer reviews de dezenas de séries do Netflix.  Coloca-se a questão: "Ah e tal, já que tens tanto tempo livre que tal fazeres algo de útil? Limpar a casa, escrever, lavar roupa, se calhar despachar as forras dos sofás da sala que estão há semanas à espera que te chegues à frente...?" Eu explico: o Eduardo é bebé fofo e querido, maravilhoso, só (...)
Sab | 22.09.18

Lembram-se da Ana dos Cabelos Ruivos?

Purpurina
    Eu lembro-me muito bem. Posso dizer sem erros e sem exageros que foi a série (em desenhos animados) que mais marcou a minha infância e mais influenciou o meu crescimento como pessoa. Se sempre tive um pouco essa noção, agora que reencontrei a Ana dos Cabelos Ruivos na série da Netflix "Anne with an A", tive a certeza absoluta da forte influência desta série em grande parte dos princípios que me guiaram na juventude e inicio da idade adulta. Chegou a ser chocante ver as (...)
Dom | 15.04.18

Sobre as coisas parvas que eu faço

Purpurina
  Cá em casa a série do momento é The Good Wife. É uma série de qualidade, com um guião mesmo muito competente e personagens deliciosas (não as principais mas muitas das secundárias). Um destes dias achei que caía muito bem acompanhar o almoço com a leitura de alguns textos de opinião sobre a série. E assim fui lendo uns blogues em que se falava da série e das suas várias peculiaridades. (...)
Qua | 28.03.18

"La Casa de Papel": o que tenho a dizer sobre a série de que todos falam

Purpurina
  Tive curiosidade em relação a esta série depois de ler em alguns blogues que era muito interessante (e  até viciante) e por ser espanhola (gosto bastante de cinema espanhol). E, de facto, graças a uma gripe que me deixou de rastos e sem conseguir dormir durante uns dias, vi a série de seguida em 3 dias. Mas... não posso dizer que tenha considerado a série uma obra fantástica. Longe disso. A história é pouco original mas, ainda assim, poderia ter potencial: um assalto (...)
Seg | 15.01.18

Super Nanny Portugal - Vi e gostei

Purpurina
Assim que ouvi falar deste programa fiquei bastante curiosa. Primeiro pelo tema da "Educação Infantil" que me é muito querido e depois pela polémica que gerou. No observador diz-se que o programa pode violar os direitos das crianças "designadamente o direito à sua imagem, à reserva da sua vida privada e à sua intimidade”. Menciona-se ainda que o formato apresenta “conteúdo manifestamente contrário ao superior interesse da criança, podendo produzir efeitos nefastos na sua (...)
Seg | 18.12.17

O que ando a ver no Netflix

Purpurina
  - Documentários sobre o David Bowie e sobre o George Harrison. Isto é coisa para levar semanas a ver. Vemos um bocadinho à noite, depois das miúdas estarem a dormir e estamos a gostar muito. Estamos a ver os dois ao mesmo tempo em dias intercalados. Sou daquelas pessoas que gostam de saber mais sobre as pessoas que criam as coisas de que gosto, sejam músicos, escritores ou outros artistas e estes documentários estão bem feitos e são mesmo interessantes. Ainda por cima (...)
Seg | 01.05.17

Vamos deixar de ver séries

Purpurina
  Há mais de 10 anos que não vejo televisão. Não tenho canais de televisão para além dos 4 nacionais e nunca os vejo.  Uso a TV basicamente para ver séries, filmes, vídeos no youtube e desenhos animados. Mesmo quando estou num hotel, sem nada de especial para fazer, não consigo ver televisão. Fazer zapping parece-me perda de tempo e os programas que passam não puxam por mim. Acho que é mesmo falta de hábito porque, de certeza, que existem muitos programas de televisão (...)
Sab | 11.03.17

Weeds

Purpurina
  É a série que mais gosto de ver neste momento. É divertida, tem personagens muito boas, interpretações bastante competentes, e é suficientemente curta para eu conseguir ver um episódio sem adormecer. Hoje em dia, este é um factor de exclusão quando escolhemos uma série para ver cá em casa.   É a história de uma viúva -  jovem, bonita, com uma personalidade engraçada, aparentemente ingénua e muito sedutora, com 2 filhos -  que começa a vender erva para conseguir (...)