Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Dom | 10.03.19

E aplicar o minimalismo aos pensamentos? Isso é que era.

Purpurina
Gosto de pensar que sou minimalista e, de facto, acho mesmo o que sou. Materialmente falando, pelo menos. Tenho poucas coisas: pouca roupa, poucos sapatos, poucos acessórios, poucos móveis e poucos pertences em geral.  Agora há uma secção que me pertence que está mesmo a precisar de ser destralhada: a minha mente. A minha mente bem podia ser minimalista. Tenho tantos pensamentos desnecessários, tantas ideias que não tenho tempo para concretizar que fico zonza só de pensar nisso.
Sab | 08.12.18

Atividades de uma mulher no dia do seu aniversário

Purpurina
Ora bem: a) Passa o dia todo num spa a fazer massagens e a mimar-se; b) Passa o dia sentada numa bela esplanada a ler os muitos livros que ainda não terminou. E aproveita para comer um geladinho artesal de chocolate preto e coco. c) Vai ao cinema sozinha, uma das suas atividades preferidas. d) Aproveita que o bebé dormiu uma sesta grande e põe-se a lavar as paredes da casa (ninguém consegue fugir à humidade dos Açores e às paredes sujas) e já agora a lavar roupa e já agora a (...)
Dom | 11.11.18

Como organizar os brinquedos dos miúdos e manter a casa arrumada

Purpurina
Posso dizer que passei meio domingo a arrumar e organizar os brinquedos todos das crianças porque já não podia ver todos os baús, caixas e armários de brinquedos da casa cheios de um mix de tralha sortida que ninguém conseguia identificar. Se há coisa que me atrofia a cabeça é ver peças de puzzles, roupas de barbies, peças de lego e todo o tipo de tralha misturada em todo o lado. Não é bom para os adultos que vivem na casa e também não é bom para as crianças que, não (...)
Sex | 05.10.18

Dica minimalista #1

Purpurina
  Quando se parte ou estraga algum objeto cá em casa aproveito para não o substituir. Fico alguns dias sem esse objeto até perceber se ele realmente me faz falta ou não. Normalmente não faz porque desde que tomei esta resolução (há vários meses) já se partiram várias coisas e nada foi substituído.  
Qui | 23.08.18

Umas das minhas formas de organização preferidas

Purpurina
  Um dos meus objetos preferidos cá de casa é um mix de quadro branco e quadro de cortiça que tenho na cozinha. Comprei-o no AKI e custou cerca de 15 euros. É a melhor coisa para me organizar todos os dias e não me esquecer de nada que tenha para fazer de urgente. Anoto de tudo ali: as tarefas diárias ficam no quadro branco e vou apagando à medida que as vou completando. Também anoto ali os menus da semana e os copos de água que vou bebendo ao longo do dia (aqueles riscos na (...)
Seg | 23.07.18

Coisas que me fazem impressão #1

Purpurina
  Ter coisas partidas, estragadas ou "mal amanhadas" em casa. Não sou nada maníaca das limpezas ou uma "fada do lar" brilhante mas não gosto mesmo nada de ter pendências em casa seja uma cadeira partida, um buraco na parede, um edredão manchado ou uma torneira a pingar. Logo que uma coisa se parte ou avaria é urgente mandar arranjar ou substituir, faço questão. Nos últimos tempos andámos a tratar das cadeiras que, sendo de pele sintética, começaram a desfazer-se e a deixar (...)
Ter | 22.05.18

Este blogue mudou

Purpurina
    Para melhor, espero. O meu objetivo era te-lo mais organizado e mais simples para quem quiser procurar assuntos específicos como determinadas receitas, dicas de maternidade, opiniões sobre livros, dicas de poupança, etc. Eu uso o blogue desde que o criei como arquivo de receitas e confesso que tinha alguma dificuldade em chegar rapidamente às receitas que queria. Outras vezes queria ler textos sobre o sono dos bebés escritos sobre a Lara, para aplicar com a Maria, e nunca (...)
Ter | 15.05.18

Beliches mesmo giros para 2 ou mais irmãos

Purpurina
  A Lara ainda dorme na sua caminha baixa, montessoriana, que não é mais que um colchão sobre um estrado muito baixinho. A Maria dorme no berço e aí vai dormir durante mais um ano, aproximadamente. Mas já tenho pensado numa solução de cama para as duas há bastante tempo. Sem chegar a grandes conclusões, confesso. O primeiro obstáculo é logo a minha opinião e a do Milton em relação a isso: completamente opostas. A única coisa em que concordamos é que, tendo em (...)