Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 27.05.19

Coisas de irmãs #7

Purpurina
Domingo de manhã e o rapaz acordou pela 8h00. Deu-nos uma noite inteira de sono, interrompido apenas uma vez pela Lara que quis fazer chichi a meio da noite. Quando me levanto oiço as miúdas no quarto e vou espreitar devagarinho. Encontro a Lara sentada no berço com a Maria, a contar-lhe histórias de uma coleção de livros pequeninos que elas têm. Como não me viram, saio sem fazer barulho e deixo-as assim mais algum tempo. Mais tarde, já depois do pequeno almoço, a Maria (...)
Ter | 07.05.19

Maria #21 A roubar bolachas à irmã mesmo debaixo do seu nariz

Purpurina
Fomos fazer um piquenique ao parque da cidade e passar lá a tarde. Para comer levei fruta, iogurtes e umas bolachas torradas, pequeninas.  Dei uma caixinha com bolachas a cada uma das miúdas, cada uma com o mesmo número de bolachas. A Maria ficou sossegada a comer as bolachas e a Lara, como de costume, ia-se distraindo com várias coisas e estava sempre a sair do lugar para ir brincar. Sempre que a Maria a via a afastar-se, fazia um ar muito sério, compenetrado e algo suspeito (...)
Ter | 30.04.19

Coisas que se veem cá por casa

Purpurina
Primeiro oiço a Lara aos gritos a dizer que a Maria quer colar um macaco na camisola dela. Olho pela porta aberta da cozinha e vejo a Lara a correr de um lado para o outro do corredor para o quarto. Dois metros depois, vejo a Maria a correr atrás da Lara de dedo em riste.  Isto é magnífico. Bom... às vezes também estão sossegaditas a ler, como na foto. 
Dom | 28.04.19

As minhas filhas estão a dormir na mesma cama

Purpurina
Têm dormido as duas. E muito bem. Foi o Milton que conseguiu a proeza e assim têm dormido muito bem. O inicio da noite é sempre mais atribulado com muitos “Mãeeeeeee” e “Paiiiiiiii” até se dignarem a adormecer. Mas, uma vez sossegada, dormem a noite toda perfeitamente. Com isto resolve-se a questão das camas para as miúdas. Confesso que ainda não tínhamos chegado a conclusão nenhuma. Para já, ficam muito bem as duas na cama da Lara, que é uma cama de pessoa e meia, (...)
Seg | 08.04.19

Coisas de irmãs #6

Purpurina
As miúdas ainda acordam relativamente cedo (pelas 7h00) mas há dias em que são 8h00 e eu e o Milton ainda conseguimos estar na cama sem ouvir ninguém a chamar-nos. Num desses dias, já passava das 8h00 quando vou ao quarto das miúdas ver se ainda estavam a dormir. Estavam acordadíssimas. A Maria estava em pé no berço e a Lara estava ao pé dela, fora do berço, a contar-lhe uma história. Coisas mais boas. :)
Qui | 04.04.19

Esperei muito por este momento!

Purpurina
E, finalmente, chegou. O dia em que as minhas filhas passaram a ser verdadeiras cúmplices, amigas e companheiras. No início, quando a Maria nasceu, a Lara ainda era um bebé com 2 aninhos. Nunca senti que existissem ciúmes nessa altura e, mesmo tão pequenina, a Lara sempre foi muito cuidadosa e meiguinha com a irmã. Quando a Maria começou a crescer e a impor-se (mais ou menos a partir de um ano e meio) começaram os conflitos entre as duas, que se agudizaram cada vez mais até (...)
Dom | 24.02.19

Sobre as diferenças entre as minhas filhas

Purpurina
  Já tinha dito aqui que são totalmente diferentes: física e psicologicamente. E, à medida que crescem e as suas personalidades se vão definindo, essa diferença é ainda mais notória. Acho isso maravilhoso com todos os desafios que proporciona, tal como estar sempre um pouco impreparada para os 2 anos da Maria, apesar de já ter passado por isso com a Lara.  Não as vou comparar, até porque ando a tentar evita-lo de forma consciente, mas vou tentar resumir a personalidade de (...)
Qua | 20.02.19

E, de repente, elas são as melhores amigas

Purpurina
Quando a Lara soube que a Maria ia nascer ficou muito feliz. Apesar de ter apenas 2 anos quando lhe dissemos posso dizer com clareza que ficou feliz e entusiasmada. Ela sempre foi muito sensível e percebia quando lhe dizia que a irmã ia crescer e ser muito amiga dela. A Maria nasceu e a Lara desde o primeiro dia que era carinhosa e cuidadosa com ela. Correu tão bem que eu senti, mesmo, que era mais fácil ter duas filhas que apenas uma. Até que a Maria cresceu mais, começou a (...)
Qui | 03.01.19

Cá em casa não se desperdiça nada

Purpurina
(imagem daqui) A Lara gosta muito de comer sultanas douradas (passas de uva pequeninas e amarelinhas, vá). Estava ela a comer as ditas cujas na sala, enquanto via uns desenhos animados, quando a Maria também quis comer. Sabemos que a Maria não gosta de sultanas mas dissemos à Lara para lhe dar uma, nunca se sabe se passaria a gostar naquele momento. Passado um bocado (...)
Qui | 27.12.18

Como ensinar duas irmãs pequenas a dar-se bem?

Purpurina
Bom... não tenho receitas mágicas mas estou em aprendizagem constante. Tenho a Lara de 4 anos e a Maria, de 2 anos, numa fase onde as brigas têm sido diárias e muito saturantes. Com certeza que a maior parte dos pais de crianças pequenas irão identificar-se com isto: as brigas pelo mesmo brinquedo, as brigas por causa da quantidade de comida, das cadeiras, porque uma está a cantar na cama, porque a outra está muito encostada, porque uma tem a papa mais branquinha, porque a outra (...)
Sab | 08.09.18

Coisas de irmãs #5

Purpurina
  A Lara e a Maria vão deitar-se ao mesmo tempo, pelas 21h00. Na maior parte dos dias ficam uma boa hora a rir e a cantar até adormecerem. Ultimamente têm ficado também a conversar. Uma noite destas comecei a ouvir a voz calma da Lara a conversar e, curiosa, fui escutar atrás da porta (começo cedo). Estava então ela a contar à Maria sobre o seu dia da escola e a falar sobre os seus amiguinhos: quantos anos tinham, de que altura eram, as brincadeiras de que gostavam mais. E a (...)
Sex | 07.09.18

Como reagiram as miúdas ao novo irmãozinho

Purpurina
  Bom dia pessoas simpáticas e divertidas! Começo por explicar que só coloquei uma foto da Lara e do Eduardo porque é complicado apanhar a Maria numa foto que não esteja tremida ou em que apareça apenas uma orelha ou um braço. A rapariga está numa fase em que (felizmente) não para quieta um segundo. Colocada esta nota passo a descrever a relação entre os meus três miúdos. As meninas adoram o Edu, principalmente a Lara (que é mais expansiva em relação aos sentimentos). (...)
Sab | 21.07.18

Coisas de irmãs #4

Purpurina
Um destes dias a Lara encontrou a fita métrica do pai e resolveu, sentada no seu "triciclo gato", percorrer a casa toda e medir todos os móveis que encontrava. A determinada altura a Maria sentou-se atrás dela - ainda não sei como cabem ali as duas - e lá foram as duas, medir as coisas. Estavam engraçadíssimas e muito queridas. A Lara toda concentrada a fazer medições e a Maria muito concentrada a ver com atenção tudo o que a irmã estava a fazer. E assim ficaram, nesta (...)
Sex | 06.07.18

Elas fazem sempre uma festa antes de dormir!

Purpurina
  E nós não nos importamos nada. Há alguns dias começámos a deitar a Lara e a Maria ao mesmo tempo, às 21h00. Antes, a Maria dormia pelas 20h00 e a Lara pelas 21h00. Agora aguentamos a Maria até às 21h00: fazemos a rotina normal e depois brincamos e lemos histórias até à hora de dormir.  E tem corrido muito bem. Elas ficam sempre na brincadeira, cada uma na sua cama, a cantar, a rir e a fazer palhaçadas. Às vezes isso dura uma hora. No inicio nós íamos lá dizer (...)
Qui | 31.05.18

Quando um castigo é uma coisa mesmo boa!

Purpurina
    Já nem me lembro das razões, só do castigo. Naquela tarde e até ao dia seguinte nada de desenhos animados (o que havia de se prolongar por vários dias) e nada de leitura de histórias.   Eu e o Milton estávamos sempre perto das miúdas, como sempre, mas elas estavam por sua conta no que dizia respeito ao seu entretenimento (embora o castigo fosse só para a Lara).   Não estávamos zangados ou de cara feia. Simplesmente explicamos que seriam aquelas as consequências de (...)
Ter | 15.05.18

Beliches mesmo giros para 2 ou mais irmãos

Purpurina
  A Lara ainda dorme na sua caminha baixa, montessoriana, que não é mais que um colchão sobre um estrado muito baixinho. A Maria dorme no berço e aí vai dormir durante mais um ano, aproximadamente. Mas já tenho pensado numa solução de cama para as duas há bastante tempo. Sem chegar a grandes conclusões, confesso. O primeiro obstáculo é logo a minha opinião e a do Milton em relação a isso: completamente opostas. A única coisa em que concordamos é que, tendo em (...)