Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 16.09.21

Eduardo #25 3 anos

O comilão desenrascado

Purpurina
Talvez por ser o meu terceiro filho e eu querer muito mantê-lo pequenino enquanto for possível, parece-me que o Eduardo está a crescer mais rápido do que as irmãs. Olho para ele e vejo um mini homenzinho, cheio de personalidade e discrição, a fazer valer as suas vontades com alguma diplomacia ou usando a força bruta quando lhe apraz (ou julga que é o caminho mais eficaz). Fez 3 anos há um mês e já não usa fralda, nem de dia nem de noite. Imaginava que com ele fosse tudo (...)
Qua | 08.09.21

O meu segredo para acabar com as brigas entre irmãos

Purpurina
Isto tem duas fases e o efeito não é imediato. Vamos praticando. Ouvimos muitas reclamações. Insistimos. Vai melhorando.  Cá em casa tem resultado. Primeiro desligamos a televisão.  Depois indicamos às crianças que não haverá televisão ou quaisquer outras vantagens previstas se elas não se entenderem. Normalmente digo que, enquanto existir um dos meus filhos a reclamar do outro ou a chorar por causa de algo que outro fez ou a bater num irmão, não há vantagens para (...)
Sex | 20.08.21

Eduardo, o empático

Purpurina
  Estávamos num jardim, ao final da tarde. As meninas andavam de patins e o Eduardo de triciclo. A Lara, fiel à sua personalidade aventureira, já não se contenta em andar de patins para cá e para lá e a descer rampas a grande velocidade. Ontem, decidiu começar a saltar os degraus de uma escadaria larga com os patins. Um a um, mas ainda assim, foi suficiente para eu desatar aos gritos, de forma um pouco instintiva. A Lara, aborrecida, sentou-se no chão. O Eduardo, vendo-a (...)
Seg | 08.03.21

Os meus filhos fartam-se de bater uns nos outros

Purpurina
Os meus filhos fartam-se de brigar. E isso faz-me muita impressão, a mim, que sempre quis muito ter irmãos e nunca tive. Quando era apenas a Lara e a Maria, elas brigavam, mas as situações nunca descambavam em muita violência. Eu fui bastante assertiva na primeira vez que a Lara bateu na Maria, tinha a lara uns 3 anos, e, durante muito tempo, a Lara não se atreveu a repetir a proeza. Depois nasceu o Eduardo, com aquela força bruta e energia inesgotável, e tudo mudou. Às (...)
Seg | 22.02.21

Eduardo e a televisão

Purpurina
Neste momento estamos a dar uma grande folga à televisão mas, durante o confinamento, quando fiquei em teletrabalho e com os três miúdos em casa, que o Eduardo andava viciadíssimo no Panda e os Caricas. Fazia um grande estrondo para tentar ver o "Didi" (como lhe chama). Eu fazia o que podia para o manter afastado da televisão, mas era mesmo complicado. Ele arranjava qualquer oportunidade para me apanhar o comando e, ele próprio, ligar a televisão e desenrascar-se. Nem dois anos (...)
Seg | 15.02.21

É preciso mimar os filhos do meio

Purpurina
Creio que é preciso dar mimos a todos os filhos. Dar-lhes muitos beijos, muitos abraços, muitas festinhas, muito colo, dizer-lhe muitas vezes o quanto os amamos. Faço isso todos os dias, com todos os meus filhos. Mas, quando paro para pensar nisso, percebo que a Maria, a minha filha do meio, precisa especialmente desses mimos. Ela está entre a irmã mais velha, que admira imenso e segue para todo o lado, e o bebé que, naturalmente, requer mais atenção. Sinto que, mesmo sem (...)
Sex | 12.02.21

Como estamos15 dias depois de reduzirmos bastante o acesso à televisão?

Purpurina
Como há muito tempo não estávamos. Começo mesmo a acreditar que a televisão e os tablets são, muitas vezes, um elemento a evitar ao máximo. Começo já por dizer que usei, uso e usarei a televisão e os tablets sempre que precisar. Já os usei muito e não vou cuspir no prato onde comi e comerei.  Todavia, vou fazer por evitar sempre que possível recorrer a eles. Há 15 dias que a televisão só é ligada aos fins de semana. Os miúdos reclamaram nos primeiros dias, mas (...)
Qui | 12.11.20

Quando desligamos a televisão, acontecem coisas maravilhosas!

Purpurina
O Eduardo descobriu que tem voz. E que pode utilizá-la para exprimir a sua vontade. Com veemência. Este facto tem tornado as nossas manhãs e noites um pouco ensurdecedoras. Ocorre que temos apenas uma televisão. E o Ipad da casa avariou e não o substituimos. Ocorre ainda que existem mais duas crianças em casa que calham a não ter o mesmo gosto para programação televisiva. De modo que resolvemos a questão da única maneira que julgamos possível: ninguém vê televisão. Pronto. (...)
Sex | 27.03.20

Lara #32

Purpurina
A Lara acabou de fazer 6 anos. Espanta-me, todos os dias, o quanto cresceu e a rapariga em que se está a tornar. Na verdade é bem parecida comigo mas numa versão um milhão de vezes melhor.  A Lara é muito tímida mas isso não a impede de fazer amigos e fazer de tudo para os outros se divertirem. Está praticamente sempre a rir e a fazer palhaçadas. De tudo faz uma brincadeira e encontra funções inusitadas para todas as coisas. Adora desenhar, jogar à bola, colecionar (...)
Ter | 28.01.20

Como fazer os filhos brincarem juntos

Purpurina
Quando pensei em ter um segundo filho, tinha uma certeza ingénua de que dois irmãos iam dar-se naturalmente bem: iam ser muito amigos, brincar juntos, rir juntos e ter uma cumplicidade única. Claro que esta ideia romântica da relação entre irmãos estava totalmente condicionada pela minha mente de filha única cujo maior desejo sempre foi ter um irmão ou uma irmã. Hoje, tenho 3 filhos com idades muito próximas - 17 meses, 3 anos e 5 anos - e uma visão muito mais realista da (...)