Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 21.09.20

Adoro livros velhos e gastos

Purpurina
  Sempre que ia à biblioteca escolher livros aleatórios para os meus filhos, trazia os mais novos, mais brilhantes e bem tratados. Era quase instintivo. Por parecerem mais frágeis, tinha receio de os danificar ainda mais e devolvê-los em pior estado. De modo que trazia sempre os mais novos. Depois da pandemia de Covid-19 deixámos de poder ir à biblioteca escolher livros. Fazemo-lo online, através de um catálogo onde só podemos ver o título, o autor dos livros e pouco mais. A (...)
Qui | 30.01.20

5 coisas maravilhosas da minha infância nos anos 80

Purpurina
Sempre vi a minha infância de uma forma pouco positiva, tendo escolhido olhar mais para o que eu gostaria que tivesse sido e pensando pouco nas coisas positivas que tive na minha infância nos anos 80, essa época maravilhosa. A minha infância foi bastante solitária porque sou filha única e não tinha primos ou outras crianças por perto. Isso sempre me deixou com a ideia de que a minha infância poderia ter sido muito mais alegre e animada. Hoje, mãe de três filhos pequenos, (...)
Ter | 01.10.19

O nosso fim de semana em imagens #5

Purpurina
O nosso fim de semana foi fantástico! A primeira coisa excelente foi termos começado a fazer coisas com os miúdos na sexta-feira à noite, o que nos deu a sensação de que o fim de semana "alargou" e que durou mais do que dois dias. O tempo esteve bom, existiram atividades giras para os miúdos em Ponta Delgada e pudemos reunir-nos com amigos. Temos aqui a fórmula de sucesso para um bom fim de semana: boa disposição + boa companhia + bom tempo. Na verdade só precisamos de boa (...)
Seg | 17.06.19

Irmãos #1

Purpurina
Sempre quis ter irmãos. Desde pequena e até ser adulta. Adoraria ter um irmão ou uma irmã. Hoje, de certa forma, sinto-me a viver a "experiência de ter irmãos" através dos meus filhos. Não será a mesma coisa, claro, mas é muito bom acompanhar a dinâmica de 3 irmãos com idades semelhantes, a crescerem juntos. Estou a aprender exatamente o que é ter irmãos, no seu melhor e também naquilo que é mais desafiante. Irmãos brigam. Muito. Pelas coisas mais "parvas". Por tudo e (...)
Qua | 10.04.19

Passei um fim de semana a brincar com bonecas

Purpurina
A "Teresa" a fazer yoga no seu tapete. Neste fim de semana não nos apeteceu sair muito de casa. Saímos no sábado de manhã para um parque infantil novo onde ficámos até à hora de almoço e foi só. O resto do fim de semana foi todo em casa. O tempo não estava grande coisa e tendo em consideração a logística que implica sair com três crianças pequenas, optámos por passar o fim de semana a brincar com os miúdos no conforto do lar. Assim, entre outras atividades e (...)
Sab | 17.11.18

Uma reflexão sobre "subir às àrvores"

Purpurina
  Quando era pequena, pouco mais velha que a Lara, gostava muito de subir às árvores. Tive a sorte de crescer com um grande quintal cheio de árvores de fruto e muito espaço para brincar, saltar e pular. E era isso que fazia, por isso andava suja de terra muitas vezes. Tinha uma vizinha que tomava conta de mim, como “ama” que, em conversas com outra vizinha, me comparava com a sua neta da mesma idade. Era dito, à minha frente, que a outra menina era um primor de limpeza e (...)
Dom | 21.10.18

Momentos vintage #1 O melhor pão do mundo

Purpurina
    O pão de Ansião     O pão de Ansião, onde viviam os meus avós maternos persiste na minha memória como o melhor que já comi. Na verdade, nunca havia muita fartura na casa deles, muito menos excessos, mas havia sempre um pão maravilhoso, margarina e às vezes um queijo de ovelha caseiro maravilhoso. Acredito que não sou a única a ter esta memória do pão da casa dos avós. Os meus avós viviam numa pequena aldeia de Ansião, o Casal de São Brás, e os seus 8 filhos com (...)
Seg | 15.10.18

Vamos falar sobre a minha infância - Tag Infância

Purpurina
1. Fotos da infância. Terei fotos mais representativas da minha infância mas, de momento, não as tenho no meu computador por isso ficam estas: uma com o meu pai, na cozinha da minha avó Leontina, e uma de quando tinha uns 7 anos, acho que tirada no casamento da minha tia Ana Maria (reparem na gola dos anos 80) :)    2. Uma memória boa da infância. Tenho as melhores memórias de infância associadas à praia da Costa da Caparica e à casa da minha tia Anália. Adorava ir à (...)
Qui | 20.09.18

Como ensinar as crianças a gostar de ler?

Purpurina
    Sei que uma criança pode gostar de ler sem ser ensinada. Eu adoro ler desde que aprendi a faze-lo, com 6 anos, na escola primária. Lia tudo o que me aparecia à frente (umas coisas mais adequadas que outras) e os meus tios mais novos começaram a emprestar-me os seus livros de banda desenhada da Disney que eu lia e relia dezenas de vezes. Mais tarde, descobri as biblioteca e a minha vida nunca mais foi igual. Foi muito mas muito melhor! Na minha casa ninguém lia e chegavam a (...)
Qui | 12.07.18

Senti-me tão feliz pela minha filha! E por mim também.

Purpurina
  Sempre fui uma criança tímida.  Hoje ainda sou tímida, mas em criança a minha insegurança e a minha timidez eram muito mais acentuadas, impedindo-me de vivenciar as coisas com descontração e alegria. Nunca tive muitas crianças (ou adultos) com quem brincar e mesmo quando entrei na escola pela primeira vez (ainda tinha 5 anos) nunca fiz muitos amigos nem brincava muito com as outras crianças. Lembro-me de estar permanentemente assustada, insegura e com medo de qualquer (...)