Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sab | 17.11.18

Uma reflexão sobre "subir às àrvores"

Purpurina
 Quando era pequena, pouco mais velha que a Lara, gostava muito de subir às árvores. Tive a sorte de crescer com um grande quintal cheio de árvores de fruto e muito espaço para brincar, saltar e pular. E era isso que fazia, por isso andava suja de terra muitas vezes.Tinha uma vizinha que tomava conta de mim, como “ama” que, em conversas com outra vizinha, me comparava com a sua neta da mesma idade. Era dito, à minha frente, que a outra menina era um primor de limpeza e (...)
Dom | 21.10.18

Momentos vintage #1 O melhor pão do mundo

Purpurina
  O pão de Ansião  O pão de Ansião, onde viviam os meus avós maternos persiste na minha memória como o melhor que já comi.Na verdade, nunca havia muita fartura na casa deles, muito menos excessos, mas havia sempre um pão maravilhoso, margarina e às vezes um queijo de ovelha caseiro maravilhoso. Acredito que não sou a única a ter esta memória do pão da casa dos avós.Os meus avós viviam numa pequena aldeia de Ansião, o Casal de São Brás, e os seus 8 filhos com as (...)
Seg | 15.10.18

Vamos falar sobre a minha infância - Tag Infância

Purpurina
1. Fotos da infância.Terei fotos mais representativas da minha infância mas, de momento, não as tenho no meu computador por isso ficam estas: uma com o meu pai, na cozinha da minha avó Leontina, e uma de quando tinha uns 7 anos, acho que tirada no casamento da minha tia Ana Maria (reparem na gola dos anos 80) :)  2. Uma memória boa da infância.Tenho as melhores memórias de infância associadas à praia da Costa da Caparica e à casa da minha tia Anália. Adorava ir à praia e (...)
Qui | 20.09.18

Como ensinar as crianças a gostar de ler?

Purpurina
  Sei que uma criança pode gostar de ler sem ser ensinada.Eu adoro ler desde que aprendi a faze-lo, com 6 anos, na escola primária. Lia tudo o que me aparecia à frente (umas coisas mais adequadas que outras) e os meus tios mais novos começaram a emprestar-me os seus livros de banda desenhada da Disney que eu lia e relia dezenas de vezes.Mais tarde, descobri as biblioteca e a minha vida nunca mais foi igual. Foi muito mas muito melhor!Na minha casa ninguém lia e chegavam a dizer-me (...)
Qui | 12.07.18

Senti-me tão feliz pela minha filha! E por mim também.

Purpurina
 Sempre fui uma criança tímida. Hoje ainda sou tímida, mas em criança a minha insegurança e a minha timidez eram muito mais acentuadas, impedindo-me de vivenciar as coisas com descontração e alegria.Nunca tive muitas crianças (ou adultos) com quem brincar e mesmo quando entrei na escola pela primeira vez (ainda tinha 5 anos) nunca fiz muitos amigos nem brincava muito com as outras crianças. Lembro-me de estar permanentemente assustada, insegura e com medo de qualquer coisa. A (...)