Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 25.09.18

Comi pombo... e gostei

Purpurina
 Tinha começado a viver em Lisboa há pouco tempo quando me deparei com uma realidade muito curiosa para mim. Os pombos eram considerados algo nojento, verdadeiros "ratos com asas" e animais muito pouco bem vindos. Ora na vila onde cresci os pombos eram... alimento. E que boa era a canja de arroz com pombo. Adorava a carne em si e os miúdos de pombo também. Lembro-me perfeitamente do sabor diferente e mais forte da carne de pombo, mais escura que a de galinha e, para mim, muito mais (...)
Qui | 28.04.16

Banda Desenhada, um dos meus vícios de infância

Purpurina
 Uma das melhores e mais marcantes memórias que tenho da minha infância está relacionada com livros de banda desenhada da disney. Foram os meus tios mais novos, o meu tio António e o meu tio João Paulo, que me apresentaram estes livros, em Torres Novas, numa quinta onde viviam com o meu avô e a minha tia Maria da Luz. Eles emprestaram-me logo uma série deles e fiquei viciada durante anos. O dia em que eles me mostraram os livros e me emprestaram alguns pode ter sido um dos mais (...)