Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 20.11.17

Quando deixei de me importar com o que os outros pensavam de mim

Purpurina
Mais ou menos por volta dos 16 anos comecei a usar saltos de plataforma com 12 cm ou mais. Ficava mais alta e, consequentemente, mais magra e , na minha opinião, mais bonita. Na altura usava base todos os dias e esticava o cabelo com o secador. Nunca me maquilhei muito mas esforçava-me para disfarçar as borbulhas e imperfeições da pele. Lembro-me vagamente de querer agradar os outros, de querer parecer bonita e, apesar de não ter nada de especial contra esse conceito em si, não (...)
Qui | 02.11.17

Porque é que, nós mulheres, gostamos tanto de sapatos?!

Purpurina
  Trabalhei durante 4 anos numa loja no Centro Comercial Colombo. Foram os anos mais consumistas da minha vida, até hoje.Estando no Colombo, tinha fácil acesso às novas coleções das lojas, via as novidades todas e tinha a possibilidade de ser das primeiras pessoas a comprar as coisas mais giras. Acreditem (e muitas pessoas sabem) que em Lisboa, aas peças esgotam mesmo em pouco tempo. Não gostaria de voltar àqueles tempos de consumismo absurdo em que comprava roupa todas as (...)
Ter | 14.02.17

Até podia dizer que ia começar a vestir-me como uma senhora

Purpurina
   Mas não. Aderi às saias midi. Entrei numa loja e comecei a olhar para elas com muita atenção. E, quanto mais tule e brilhos tinham, mais me atraíam. Comprei duas: uma preta (como não podia deixar de ser) e uma prateada, maravilhosa. E com o que é que vou usar as saias? Como é evidente com camisolas simples, de algodão ou malha, e com ténis. :D Acho que as saias midi são as minhas novas “calças de ganga” com a vantagem de poderem levar com uma margem de 5 quilos a (...)