Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 05.12.17

Conversas da Lara #10

Purpurina
Criei para a Lara um jogo de que eu gostava muito quando era pequena.Hei-de falar disso mais à frente mas o facto é que ela adorou.O problema é que o jogo envolve muitas notas (de brincar claro) e a Lara, já passada a hora de dormir, decidiu espalhá-las metodicamente pelo tapete da sala e arruma-las uma a uma na carteira.Aquilo era coisa para levar umas dezenas de minutos e eu ofereci-me para a ajudar, pelo que peguei num maço de notas e dispus-me a arrumá-las rapidamente.A Lara (...)
Qui | 23.11.17

Conversas da Lara #9

Purpurina
  Logo de manhã, assim que a Lara acorda, vou ter com ela e ao trazê-la para a casa de banho para fazer chichi (se calhar é informação a mais). Aproveito para lhe dar muitos abraços e beijinhos. Digo-lhe eu antes que ela se queixe: “Gosto tanto de te dar beijinhos porque és tão fofinha e quentinha… olha como uma girafa bebé (sai-me com esta nem sei porquê).” Diz a Lara: “Uma girafa?! Mas eu nem sequer tenho o pescoço grande como uma girafa!!!!!”
Sex | 10.11.17

Elas dão connosco em doidos

Purpurina
Nisto de ter duas filhas pequenas sinto que agora é que estamos "a ver como é que é". Bom... sublinho, sempre, que foi a melhor ideia que já tive na vida e a melhor coisa do mundo isto de ter duas filhas. Mas é também o maior trabalho e o maior desafio que já tive.Elas estão numa idade bem interessante. A Lara, já com personalidade bem definida, quer continuar a controlar o território físico e emocional que sempre foi seu.A Maria, com 16 meses, começa a definir a sua (...)
Ter | 07.11.17

Conversas da Lara #9

Purpurina
“De que cor são os teus olhos Lara?” Diz ela: “ São verdes.” Respondo: “Não Lara, os teus olhos são azuis. Azuis acinzentados.” Ela: “Mudaram de cor. Agora são verdes.” Eu: “São azuis Lara.” Ela, rematando a conversa: “Vê melhor.”   
Seg | 09.10.17

Recortes dos nossos dias

Purpurina
 Hoje, quando estavamos a sair de casa de um casal de amigos, o nosso amigo tinha a Maria ao colo e a determinada altura dissemos à Lara que a Maria ficaria na casa dos nossos amigos naquela noite (ou durante uns dias, não sei). A Lara voltou imediatamente para trás, aflita e disse que não, que a Maria tinha que vir connosco para casa. Eu perguntei porquê, já que têm tido tantos desentendimentos.  Ela, com um ar mesmo aflito disse: "Porque eu gosto dela." E havia tanta verdade (...)
Seg | 25.09.17

A minha filha de 3 anos já sabe escrever

Purpurina
Ontem, antes de dormir, a Lara estava a brincar com as letras do Scrabble. Ela ia pedindo para escrevermos palavras e eu ia-lhe dando as letras certas para as palavras que ela queria escrever: pai, avó, mão, Carla, Maria. Eu ia-lhe dando as letras e ia dizendo qual a ordem certa, claro. De repente ela disse que ia escrever Lara. E escreveu. Quando fomos ver tinha escrito Lara com as letras do scrabble. Pronto, ela já viu Lara escrito muitas vezes e com certeza decorou mas fiquei (...)
Sab | 09.09.17

Fiz um questionário à minha filha de 3 anos

Purpurina
Encontrei aqui, no blogue de uma amiga, um desafio que me pareceu muito giro para fazer com a Lara.É um conjunto de perguntas cujas respostas prometem ser, no mínimo, engraçadas. :DVerifiquem. :DQual é o teu nome?- Lara Quantos anos tens?- 3 Quando fazes anos?- Não sei Qual o nome da mãe?- Carla Qual o nome do pai?- Milton Quantos anos tem a mãe?- Não sei! Quantos anos (...)
Ter | 05.09.17

Ser mãe também é isto #1

Purpurina
Não ter tempo para tomar banho ou sequer pentear o cabelo.Então, prende-se o cabelo como se pode, repuxando ao máximo à frente e prendendo atrás de uma forma mais ou menos criativa, mais ou menos despenteada, e fingir que o efeito foi propositado.E fazer o mesmo com o cabelo da nossa filha mais velha (a que tem cabelo suficiente para isso) e achar que ela está lindíssima. Só que não. :DE fazer disto uma espécie de forma de estar ao fim de semana e nas férias. E sentirmo-nos (...)
Qui | 10.08.17

As fadas dos doces

Purpurina
Na creche da Lara, quando uma criança faz anos, os pais levam um bolinho para o lanche dos meninos. As educadoras recomendam sempre que seja um bolo simples, sem cremes e sem recheio. Em alguns aniversários, existem lembranças para todos os meninos. A Lara já trouxe para casa bolachinhas, uma bandelete com orelhas de Minnie, chocolates, pipocas e rebuçados. As educadoras não dão as lembranças às crianças. Em vez disso, colocam-nas nas mochilas para trazerem para casa ao fim (...)
Qui | 20.07.17

Lara #19

Purpurina
Se pudesse descrever a Lara com uma só palavra seria: energia. Acredito que, aos 3 anos, todas as crianças sejam muito enérgicas e passem o tempo a correr, a pular e a trepar mas não deixo de me surpreender com ela.Na verdade, não vejo muitas meninas assim. Quando vamos a um parque infantil, o que ela mais gosta de fazer é trepar a coisas. Desde pequena que é assim. Se não conseguia trepar sozinha, depois de tentar bastante, pedia ajuda e insistia para que a ajudássemos a (...)
Sab | 15.07.17

Conversas da Lara #5

Purpurina
A sabedoria de uma menina de 3 anosNo sábado de manhã oiço a Lara e a Maria a rirem na cozinha.A Maria dá imensas gargalhadas com a Lara, basta vê-la a rir que começa logo a rir também.Curiosa com aquela risota toda pergunto à Lara do que se estão a rir.Então ela diz que estão a rir da porta da cozinha, que está maluca, a bater e a fechar-se sozinha (corrente de ar, portanto).Eu explico que a porta não está a fechar sozinha, que está a fechar porque o vento que sai da janela (...)
Ter | 27.06.17

Cortei-lhe o cabelo curtinho

Purpurina
O Milton já andava há algum tempo a querer cortar o cabelo da Lara bem curto mas eu ainda não tinha tido coragem. Aos 3 anos, finalmente tinha o cabelo a chegar às costas, o que para além de dar um ar super feminino e querido, dava para fazer montes de penteados amorosos. Por outro lado, estava com algum receio da Lara perder a cor dourada do cabelo com o corte, já que as pontinhas eram as mais clarinhas. Mas tive que concordar que o melhor era cortar-lhe o cabelo. Nunca lhe (...)
Qua | 07.06.17

Conversas da Lara #4

Purpurina
À noite, depois de lhe ler uma história, fico com a Lara um bocadinho na cama.Como já sei que ela gosta de ficar a tagarelar e a brincar durante muito tempo, e já passa um bom bocado da hora de dormir, digo-lhe que ela ficar em silêncio e sossegada para dormir. Ela diz que está bem. Eu fecho os olhos e fico ali deitada ao lado dela.   Dois segundos depois ela diz:"Mãe já estou a dormir. Vê. Estou com os olhos fechados e a boca calada."Really?!!!!!!
Sex | 02.06.17

Lara #18

Purpurina
 À noite, quando vou deitar a Lara, depois de lhe ler duas histórias, costumamos inventar uma história as duas. Minto. Ela é que conta a história toda, eu limito-me a dar as deixas e a perguntar: "E depois?"Então a história de uma destas noites foi assim:O chichi foi dar uma volta até à praia. Depois encontrou lá o cocó e disse-lhe: "Olá cocó, vamos passear?"O cocó disse que sim e decidiram ir passear até à sanita.Flushhhhhhhhhhhh."Já está" remata a Lara.É isto.
Seg | 22.05.17

Lara, a intolerante

Purpurina
A Lara está a jantar e aqui a mãe faz o papel de animadora do evento, imitando a mais inusitada gama de coisas: uma galinha, um galo, uma lua, um melão, uma uva... e por aí fora.   A determinada altura a Lara pede:-Mãe faz (como quem diz: "imita") uma ???!!!!!?????!!!Eu: Faço o quê?Lara: Uma ???!!!!!?????!!!Eu: Filha não percebi nada. Podes repetir novamente por favor?Lara (cruzando os braços com um ar muito zangado): Não. Não quero dizer mais vez nenhuma.E não diz mesmo. (...)
Qua | 17.05.17

Lara #17

Purpurina
 Estamos a ler a História do Elmer (o livro preferido da Lara neste momento).A determinada altura, pergunta-me ela:- Podemos entrar na história?  Ir ali, para dentro da história, para eu abraçar o Elmer?Depois entramos na outra página e eu vou abraçar o leão, a zebra, o hipopótamo...Acho que a Lara anda a ver muito "O show da Luna". :P
Sab | 13.05.17

Conversas da Lara #3

Purpurina
 Estávamos a jantar com um casal de amigos lá em casa e a Lara estava muito divertida a brincar com eles. Às tantas está a dar pulinhos na cadeira e eu, com um ar nada zangado e até bem disposto, digo-lhe que não deve saltar na cadeira para não correr o risco de se magoar e que o indicado é sentar-se direita e voltada para a frente. Ligeiramente contrariada mas sempre bem disposta (sai à mãe)  responde-me: - A mãe é um cocó e vai para o lixo. Vai para o lixo mãe! E (...)