Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 07.09.17

Felicidade dos filhos: o que podemos fazer?

Purpurina
 As escolhas dos pais têm relevância na felicidade dos filhos? Se pudéssemos escolher a personalidade dos nossos filhos certamente que, entre todas as características que poderíamos desejar para eles, estariam a calma, serenidade, a capacidade de relativizar e agir com moderação e inteligência emocional.  Creio que todos concordamos que uma pessoa calma, ponderada e otimista tem mais hipóteses de ser feliz e bem sucedida do que uma pessoa que possua características inversas a (...)
Qui | 12.01.17

Manual de Educação Intemporal

Purpurina
Encontrei este poema de Dorothy Law Nolte nos dois livros que li do pediatra Mário Cordeiro e fez-me logo todo o sentido. Nem podia ser de outra forma.   Por mais que pesquisemos e nos informemos sobre vários modelos e teorias de educação, nenhum conhecimento teórico vai superar os efeitos do nosso exemplo na educação e desenvolvimento da personalidade dos nossos filhos.   Eles aprendem o que nos virem fazer. Eles confiam em nós mais do que em qualquer outra pessoa e o que (...)
Ter | 11.10.16

Aprender a ser mãe

Purpurina
Não é coisa que se faça nos livros. Eu sei.Mesmo assim não resisto a devorar uma série de livros, blogues e sites sobre parentalidade.Já tenho uma ideia muito clara de como devo lidar com criança nas mais variadas situações mas falta-me perceber exatamente o que lhes passa pela cabeça (ahahahah como se isso fosse possível).Desde pequena que tenho uma espécie de bug mental que me faz precisar de entender como funcionam as coisas para melhor lidar com elas. Acho que é por isso (...)
Qua | 14.09.16

Ganhámos coragem e fomos...

Purpurina
Fazer umas mini férias nas Furnas. Os quatro, mais uma família de amigos.E correu muito bem! A Lara divertiu-se imenso e fartou-se de brincar com o filho dos nossos amigos que tem 10 meses a mais que ela, fizemos belos churrascos e ainda tivemos oportunidade de dar um passeio pelas Furnas e de parar em alguns jardins para os miúdos correrem à vontade. A Maria consolou-se a dormir horas e horas no canguru que se tem revelado a melhor coisa para passeios. Só começámos a usar (...)
Qui | 01.09.16

Atividades com crianças #5 - Uma tenda para brincar improvisada

Purpurina
Como improvisar uma tenda para brincar, no meio da salaEstão a ver aqueles dias em que está mau tempo e temos que ficar o dia todo em casa?É nesses dias que, para todos os que têm crianças de 2 anos, a criatividade tem que começar a trabalhar de uma forma muito rápida e eficiente, sob o risco de ficarmos todos doidos em menos de uma hora.Foi o que fizemos cá em casa. Agarrámos naquelas tendas pequenas de levar para a praia (daquelas que servem apenas para fazer um pouco de sombra (...)
Seg | 29.08.16

Adoramos a biblioteca de Ponta Delgada

Purpurina
Todos.A Lara mais que qualquer um de nós.Sempre que possível vamos com ela à biblioteca de Ponta Delgada ao sábado depois da sesta. A zona das crianças, no primeiro andar, é muito agradável, com pufs giros, muita luz, mesas e cadeiras, um tapete para bebés e crianças pequenas, jogos, livros e lápis para colorir, e um sem fim de livros muito apelativos ao alcance dos mais pequeninos.Escusado será dizer que a biblioteca é um autêntico parque de diversões para a Lara ou não a (...)
Dom | 28.08.16

Lego: um brinquedo fantástico!

Purpurina
Quando era pequena não tive legos. Acho que preferia bonecas e, por algum motivo desconhecido, talvez achasse que legos eram brinquedos de meninos.Brincava, às vezes, com legos de amigos e lembro-me de gostar bastante. Gostava principalmente de construir casas, desmanchar e construir edifícios diferentes, cercas, jardins... coisas assim. Mas era algo que não acontecia com muita frequência pelo que a minha ligação com legos não se estabeleceu.Os legos de que me lembro tinham peças (...)
Qua | 17.08.16

Porque nunca devemos deixar o pai ir sozinho ao pediatra

Purpurina
 A Lara estava adoentada há uns dois dias. O costume: febre, falta de apetite, prostração, choro, respiração acelerada... Decidimos que teria que ir ao pediatra.Por algum motivo eu não pude ir com ela ao médico (provavelmente estaria a trabalhar) e o pai levou a Lara ao pediatra. Como era uma urgência acabámos por ir ao pediatra que estava disponível na altura no Centro Pediátrico, que é o pediatra do filho de uns amigos e do qual já tinhamos ouvido falar muito bem. Estive (...)
Sex | 05.08.16

O melhor que podemos dar aos nossos filhos

Purpurina
 Para além de cuidar das suas necessidades básicas como a alimentação, a saúde e a educação devemos dar-lhes muito amor.Parece uma coisa básica (e é, sem dúvida) mas não é tão fácil como parece.Desde que sou mãe que sei mais sobre o amor dos pais pelos filhos. Sei como é, que ele existe mesmo quando não se manifesta em gestos e palavras e que ( salvo exceções que quero acreditar que são mesmo muito raras) todos os pais e mães amam os filhos mais do que tudo na vida. 
Qui | 21.07.16

Não fazia ideia que um parto normal podia ser assim

Purpurina
 O meu primeiro parto não foi exatamente fácil. Fui internada para indução do parto numa terça- feira e a Lara nasceu na quinta, com a ajuda de ventosa (na verdade foi à terceira ventosa). Apesar disso sempre quis ter mais que um filho e não ia ser o parto a fazer-me desistir da ideia.Assim, 18 meses depois da Lara nascer, voltei a engravidar e nem pensei no parto, até uma semana antes de ter de ir para o hospital fazer nova indução. Mais uma vez, passaram as 40 semanas e nada (...)
Seg | 18.07.16

5 brinquedos que continuam a fazer sucesso cá em casa

Purpurina
A minha filha é uma rapariga muito conservadora (ao contrário dos pais) e quando as coisas são feitas de uma forma, ela recusa-se completamente a alterar seja o que for na sua execução. O mesmo acontece em relação aos brinquedos. Continua a gostar exatamente das mesmas coisas a que se habituou a brincar quando era mais pequena. Claro que vai introduzindo novas brincadeiras e jogos regularmente no seu dia, mas é bastante fiel às mais antigas.Eis 5 brincadeiras que ela continua a (...)
Dom | 10.07.16

A primeira semana de um recém nascido

Purpurina
 Bem, não será bem a primeira semana de um recém nascido mas a primeira semana da Maria. Apesar das semelhanças entre bebés, provavelmente, terão alguns comportamentos bem diferentes entre eles.De modo que vou fazer um resumo do que tem sido esta primeira semana como mãe de duas meninas.  A Maria (o recém-nascido) Come, dorme e faz cocó e chichi. Vá, e choraminga de vez em quando, geralmente quando quer mamar, mas também quando quer colinho. Já está a ganhar umas manhas. Des (...)
Ter | 05.07.16

Somos quatro, cinco com o gato

Purpurina
 Isto de tirar selfies a 4 à antiga (isto é, sem "pau de selfie") é complexo. E fiquei a saber, através desta foto, que preciso de usar aparelho para um só dente, aquele rebelde que está sempre a sair nas fotos, bem ali ao meio da boca. E estamos muito felizes! Claro que eu e o Milton estamos a transformar-nos em dois zombies, ele sem dormir mais que uns toscos minutos esta noite e eu, que dormi esta noite umas 2 horas seguidas, sinto-me nova, depois de 3 noites sem dormir (...)
Qui | 23.07.15

A minha filha é uma leitora voraz

Purpurina
 Pois, ela só tem 16 meses mas adora livros.Vá, ela não lê, mas observa muito os livros, passa as páginas, aponta e "fala" sobre o que vê. Chega a passar 30 minutos a explorar os livros. Desde os 6 meses da Lara que vou todas as semanas à biblioteca buscar meia dúzia de livros para ela. Julgo que já trouxe todos os livros "interessantes" para casa. Já estou na fase de repetir. Começámos com os livros com animais fofinhos e texturas diferentes para tocar, os livros com sons (...)