Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 09.02.18

Os lanches que as minhas filhas levam para a escola

Purpurina
Na escola das minhas filhas as crianças podem comer na cantina mas o lanche é levado de casa (o que até acho muito bem porque assim elas levam aquilo que acho melhor e mais saudável).Existem sugestões de lanches para cada dia da semana, para que as crianças possam levar comida diversificada todos os dias e, ao mesmo tempo, para que possam, em cada dia, levar lanches semelhantes aos colegas.Estas restrições não se aplicam à Maria ainda, mas os lanches delas acabam por ter algumas (...)
Qua | 31.01.18

Eu, maníaca da alimentação saudável, às vezes compro comida processada para as minhas filhas

Purpurina
 Tento fazer sempre comida saudável e saborosa para as minhas filhas.Foram amamentadas durante os primeiros meses e quando começaram a introdução de novos alimentos optei preferencialmente por comida fresca e feita por mim como papas, sopas, segundo prato e até bolos e bolachas sem açúcar.Hoje em dia comem na escola (em geral, estou satisfeita com a ementa) e o lanche é feito por mim. Quando saímos costumo levar sempre comida para elas.Mas às vezes não há tempo ou paciência (...)
Ter | 08.08.17

Dica para fazer uma menina de 3 anos adorar sopa!

Purpurina
  De há uns meses para cá a Lara começou a fazer grandes filmes para comer a sopa. Que não gostava, que estava quente, que estava fria, que não era boa. Lá a íamos convencendo a comer mas nunca sem algum extra: brincadeiras, recompensas, muita conversa e alguma chatice.Um destes dias lembrei-me de colocar croutons na sopa. Ela achou imensa piada! Tanto foi que, agora, chega a hora de jantar e pede para comer sopa. Vai buscar os croutons ao armário, tira um “para provar” e (...)
Dom | 23.07.17

Tenho cá para mim que andamos a fazer um bom trabalho

Purpurina
  Pelo menos é nisso que quero acreditar. O que se passa é que a Lara não liga nenhuma a doces. Até aos 2 anos praticamente não comeu nada com açúcar adicionado (à exceção de bolacha Maria e mesmo assim com muita parcimónia). Não foi fácil fazer isso e ainda passei por uma ou outra situação menos agradável, como uma vez em que num café lhe deram um chupa chupa (tinha ela 18 meses) e ficaram ofendidos porque eu não a deixei comer (e ela nem estava a insistir porque nem (...)
Dom | 04.06.17

O drama da sopa - Fizemos tudo mal

Purpurina
 Ou quase tudo. Nem sei. Ainda há pouco falei neste post das birras que a minha filha não fazia.Até que teve varicela e ficou mais sensível (ainda mais do que já é) e chorava  e berrava por tudo e por nada. E, como é típico (cá por casa), depois de ter estado doente durante algum tempo, espera as mesmas abébias que teve durante dias: comer na sala, comer mais coisas e (...)
Qui | 23.06.16

Lara #3 Os 27 meses

Purpurina
Os 27 meses da Lara  Com 27 meses já consegue sentar-se num banquinho à mesa. Ficar quieta muito tempo é que é mais difícil. :) Já me tinham dito que seria assim mas, a velocidade a que uma criança cresce depois dos 2 anos é extraordinária.   Não sei se é assim com todas as crianças mas, com a Lara, a diferença tem sido muito grande.Vamos por partes: Fala Até aos 2 anos de idade, a Lara não evoluiu muito na fala. Dizia meia dúzia de palavras e, metade delas, muito (...)
Sab | 18.06.16

A minha filha é uma comilona

Purpurina
Sabem a Magali, da turma da Mónica? Aquela menina que adora gatos e é uma grande comilona, capaz de comer por 10 e ainda ficar com fome? Pois, acho que tenho uma personagem dessas em casa. A Lara adora comer.Eis alguns exemplos do que me leva a afirmar isso: - Quando preciso de a convencer a sair de uma brincadeira qualquer, como o escorrega ou uma piscina de bolas coloridas, basta dizer-lhe: "Vamos comer?" e ela larga (...)