Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 13.04.18

Então e a meditação, como vai?

Cheguei à oitava e última semana do programa de meditação mindfulness do livro “Aqui e Agora” de Vasco Gaspar.

 

Ali pelo meio tive umas semanas mais desafiantes devido a uma gripe que durou mais de uma semana e me deixou o nariz entupido durante ainda mais tempo. Isso dificultou muito a meditação e a concentração. Respirar com dificuldade e pela boca não é, de todo, o mais confortável em geral e durante a meditação também não.

 

Ainda assim, meditei todos os dias e em algum dia mais complexo meditava menos tempo mas nunca deixei de o fazer.

 

Nesta última semana cheguei a algumas conclusões interessantes.

 

  • A primeira é a que tenho ainda muito que trabalhar. Decidi que vou continuar a estudar sobre o tema, lendo mais e talvez fazendo um curso online. Gostei muito deste livro do Vasco Gaspar e sinto que foi um primeiro passo para uma aprendizagem maior e mais intensa. Este tema interessa-me mesmo muito e quero continuar a desenvolve-lo.

 

  • Percebi que não sou grande fã de meditações guiadas. Prefiro contar o tempo com um temporizador e meditar em silêncio. A mente continua a divagar mas, de alguma forma, sinto-me mais confortável e concentrada assim.

 

  • Sinto-me cada vez mais calma e relaxada quando medito. E o tempo passa num instante. Se tiver que me enervar com qualquer coisa mais tarde, acontece na mesma mas acredito que com a prática diária isso vai melhorar.

 

  • Tento meditar mais ou menos sempre à mesma hora mas nem sempre consigo. Vou tentar disciplinar-me mais neste sentido. Também queria meditar mais do que uma vez por dia, ainda que seja durante pouco tempo. Sinto que estas pausas podem ser mesmo muito benéficas.

 

No domingo acaba o programa de meditação mindfulness mas não a prática, que é algo para continuar sempre. Acredito que, sozinha, conseguirei desenvolver a forma certa de meditar para mim. 

 

Outra coisa em que tenho que trabalhar bastante é numa forma de estar mais focada a cada momento. Confesso que nisso não tenho colocado grande esforço o que vai mudar em breve.

 

Por aí, mais alguém nestas andanças da meditação? 

 

1 comentário

Comentar post