Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 26.03.18

Afinal aquela compra fantástica não foi assim tão fantástica #1

clothing-3135444_1280.jpg


Há uns tempos - provavelmente há mais de um ano - falei aqui de uma compra fantástica que tinha feito: um estendal para aplicar na janela e estender a roupa no exterior. Usei-o durante uns 3 anos.

Como no nosso apartamento não há varanda nem temos máquina de secar roupa, secar a roupa no inverno ( e mesmo no verão) era muito complexo.

Com a compra do estendal de janela vimos o nosso problema resolvido. Sempre que não chovia estendiamos a roupa no estendal e em cerca de um dia a roupa estava toda seca. Era uma verdadeira maravilha. Com a  roupa das crianças era a nossa salvação.

Estavamos verdadeiramente satisfeitos com a nossa compra até há pouco tempo.  De facto já tinhamos tido algumas indicações de que este estendal podia não ser tão perfeito como parecia mas sempre achámos que os problemas se deviam ao mau uso e não ao estendal em si e que, com alguns cuidados, tudo correria bem. Percebemos que não era o caso. Todavia não quero dizer que estes estendais não sejam bons, certamente que são, mas não são bons para nós, na nossa situação.

Passo a explicar.

Nos dias em que está muito vento, e se existir uma determinada quantidade de roupa no estendal ele pode cair com o balanço das peças. Nunca percebemos bem qual era a quantidade de roupa suficiente para o segurar na janela.  Aconteceu uma vez ou duas o estendal cair no pátio dos nossos vizinhos.

Passámos a controlar muito bem o tempo e a retirar o estendal sempre que havia previsão de ventania, o que resultou muito bem durante uns tempos.

Há uns dias, porém, o estendal caiu novamente e partiu-se todo. Um bocado do estendal ficou, inclusive preso à janela. O que aconteceu, desta vez, foi que o sol foi danificando a parte das pegas do estendal (enfraquecendo-as sem que se visse) até que elas cederam e o estendal caíu. 

Pronto. Percebemos que não dava.

Por aqui não vamos usar mais nada semelhante. Ainda não sei bem como vou secar a roupa. Para já lavo roupa de 3 em 3 dias e deixo a secar na marquise com a máquina de lavar mas já tenho roupa a secar há dias e ainda está húmida. Tenho outra zona perto da arrecadação, onde bate muita claridade e onde também coloco roupa.

Já pensámos em máquina de secar mas não temos grande espaço para ela e nunca me dei bem com máquina de secar (já estraguei várias peças de roupa numa máquina que tive).

Acredito que vou arranjar uma solução para a roupa, mais relacionada com a organização da lavagem do que outra coisa qualquer mas queria mesmo alertar-vos para os incovenientes de ter um estendal de janela (até porque anteriormente tinha falado muito bem do produto). As vantagens existem e continuam iguais mas, de facto, as desvantagens também pesam muito e, no nosso caso, acabaram por não compensar. O risco de cair representa um verdadeiro perigo e, de facto, é totalmente de evitar.

Entretanto se alguém tiver sugestões criativas para a secagem da roupa nos Açores e sem espaço exterior ou máquina de secar, partilhem por favor.

12 comentários

Comentar post