Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 18.09.17

Maria, a safadinha

Purpurina
Fomos até à Quinta dos Açores beber um café e comer um geladinho de chocolate com queijo de São Jorge.A Maria estava na sua cadeirinha de bebé, com um xilofone de madeira à frente, toda contente a tocar e a "cantar" a roda do autocarro à sua maneira.Na mesa ao lado estava um casal com dois filhos, sendo que o mais novinho, com uns 3 anos, estava a olhar para a Maria a tocar xilofone.E não é que a miúda, com os seus 15 meses, começou a exibir-se e a sorrir para o miúdo?!Fartám (...)
Sab | 09.09.17

Fiz um questionário à minha filha de 3 anos

Purpurina
Encontrei aqui, no blogue de uma amiga, um desafio que me pareceu muito giro para fazer com a Lara.É um conjunto de perguntas cujas respostas prometem ser, no mínimo, engraçadas. :DVerifiquem. :DQual é o teu nome?- Lara Quantos anos tens?- 3 Quando fazes anos?- Não sei Qual o nome da mãe?- Carla Qual o nome do pai?- Milton Quantos anos tem a mãe?- Não sei! Quantos anos (...)
Sex | 08.09.17

10 atividades para fazer com crianças nas férias #1

Purpurina
  - Brincar com água de todas as formas possíveis e imaginárias. Aproveitar o quintal, as piscinas e a praia para fazer todas as brincadeiras com água que não é tão prático fazer dentro de casa. Trazer as banheiras das bonecas, os bacios e os biberões para fazer a festa do chichi e dos banhos.- Observar, conviver e brincar com animais. Durante as nossas férias em Santa Maria, fizemos uma amiguinha de 4 patas, a gatinha Manteiga, de um vizinho, pequenina e meiguinha, foi a (...)
Qui | 07.09.17

Felicidade dos filhos: o que podemos fazer?

Purpurina
 As escolhas dos pais têm relevância na felicidade dos filhos? Se pudéssemos escolher a personalidade dos nossos filhos certamente que, entre todas as características que poderíamos desejar para eles, estariam a calma, serenidade, a capacidade de relativizar e agir com moderação e inteligência emocional.  Creio que todos concordamos que uma pessoa calma, ponderada e otimista tem mais hipóteses de ser feliz e bem sucedida do que uma pessoa que possua características inversas a (...)
Ter | 05.09.17

Ser mãe também é isto #1

Purpurina
Não ter tempo para tomar banho ou sequer pentear o cabelo.Então, prende-se o cabelo como se pode, repuxando ao máximo à frente e prendendo atrás de uma forma mais ou menos criativa, mais ou menos despenteada, e fingir que o efeito foi propositado.E fazer o mesmo com o cabelo da nossa filha mais velha (a que tem cabelo suficiente para isso) e achar que ela está lindíssima. Só que não. :DE fazer disto uma espécie de forma de estar ao fim de semana e nas férias. E sentirmo-nos (...)
Sex | 01.09.17

Dois erros a não cometer num passeio com crianças pequenas

Purpurina
 Cometi os dois, claro está, no nosso último passeio.No verão temos o hábito de dar passeios longos. Já o fazíamos antes de ter as miúdas e agora continuamos a fazê-lo, embora com um horário diferente.Normalmente saímos de casa a meio da tarde sem hora para voltar. Vamos passeando, eventualmente petiscando aqui e ali, vamos a um ou outro parque infantil que fique pelo caminho, fazemos bolas de sabão (levo sempre um ou dois frasquinhos na mala, faz parte dos itens essenciais) e, (...)
Qui | 31.08.17

Coisas que mudam depois de sermos mães #1

Purpurina
 Antes gostava muito de praia, de fazer castelos na areia, e muralhas, e túneis, e esculturas...Gostava de sentir o sal na pele, gostava das brincadeiras na areia onde se ficava apenas com o pescoço de fora, considerava a areia um esfoliante natural e nem os dias ventosos na praia, qual tempestade de areia no saara, me demoviam de passar todo o tempo que pudesse na praia.Ia para a praia de autocarro, em qualquer altura do ano ou do dia, e até em roupa interior já fui.Gostava de (...)
Seg | 28.08.17

O mau feitio da Maria

Purpurina
 Quando a Maria nasceu achei-a linda.Já nasceu com a cara que tem hoje que, para mim era perfeitinha e maravilhosa, ainda que em nada parecida com a minha.Mas havia uma peculiaridade na Maria: a expressão dela. Ela estava séria, verdadeiramente séria, parecia quase zangada. A verdade é que a Maria não tinha aquele ar de bebé dorminhoco e inocente, ela estava de mau humor com aquela situação toda.Ora bem, quem é que a pode censurar?Durante 9 meses, esteve confortável, quentinha, (...)
Sab | 26.08.17

As minhas filhas já dormem no mesmo quarto

Purpurina
Quando viemos de férias aproveitámos toda a bagunça que estava criada com as roupas para lavar e a casa desarrumada, para fazer algumas mudanças. Uma delas foi colocar o berço da Maria no quarto da Lara e alterar a configuração dos móveis para transformar o quarto de uma menina no quarto de duas meninas.Até correu bem. O espaço ficou menor mas até ficou com um ar mais aconchegante e fofinho.Colocámos o berço em frente à cama da Lara e coube mesmo na perfeição. Não (...)
Sab | 12.08.17

Somos tão originais

Purpurina
Que, na noite de festa branca em Ponta Delgada, em vez de ir vestida de branco como exigia o protocolo, fui disfarçada de ventríloco. :P 
Sex | 11.08.17

Lapsos de mãe

Purpurina
 Apesar de ser mãe de segunda viagem, ainda tenho esquecimentos dignos de uma amadora. No outro dia calhou irmos dar uma voltinha à noite, com as miúdas e os respetivos lanches. Chegou a hora de dar papa de fruta à Maria e… eis que nos esquecemos da colher. Como bons portugueses que somos desenrascámos a coisa com meia bolacha Maria, transformando uma falha numa deliciosa colher comestível. :P 
Qui | 10.08.17

As fadas dos doces

Purpurina
Na creche da Lara, quando uma criança faz anos, os pais levam um bolinho para o lanche dos meninos. As educadoras recomendam sempre que seja um bolo simples, sem cremes e sem recheio. Em alguns aniversários, existem lembranças para todos os meninos. A Lara já trouxe para casa bolachinhas, uma bandelete com orelhas de Minnie, chocolates, pipocas e rebuçados. As educadoras não dão as lembranças às crianças. Em vez disso, colocam-nas nas mochilas para trazerem para casa ao fim (...)
Ter | 08.08.17

Dica para fazer uma menina de 3 anos adorar sopa!

Purpurina
  De há uns meses para cá a Lara começou a fazer grandes filmes para comer a sopa. Que não gostava, que estava quente, que estava fria, que não era boa. Lá a íamos convencendo a comer mas nunca sem algum extra: brincadeiras, recompensas, muita conversa e alguma chatice.Um destes dias lembrei-me de colocar croutons na sopa. Ela achou imensa piada! Tanto foi que, agora, chega a hora de jantar e pede para comer sopa. Vai buscar os croutons ao armário, tira um “para provar” e (...)
Sex | 04.08.17

O primeiro banho de mar da Maria

Purpurina
 Foi tão giro! Poucas coisas são tão mágicas e especiais como ver um bebé a viver experiencias pela primeira vez. A reação deles é impagável! :P No sábado foi a vez da Maria sentir a água do mar nos pés e nas perninhas (como foi a primeira vez não quis molhar muito). A Lara já tinha ido à água e estava ali ao nosso lado, toda contente a ver como reagia a Maria. O primeiro desafio superado foi colocar a Maria com os pés na areia sem ela chorar. Na última vez que (...)
Seg | 31.07.17

Como é a Maria com um aninho

Purpurina
  A Maria, aos 12 meses, é a menina mais fofa e refilona que se pode imaginar. Andar não é com ela. Gatinhar também não. A não ser na aranha. Na aranha, faz maratonas inteiras (sempre connosco a vigiar). Fala bastante: mamã, papá, papa, cocó, caca, bebé, cão, pato, olá, adeus, pé, não, já tá, dá, toma, banana, macaco... Basicamente, ela imita tudo o que tiver uma pronúncia simples e fá-lo praticamente na perfeição.Achamos que canta, porque entoa ritmos com a voz e (...)
Sex | 28.07.17

As vergonhas que passamos com os nossos filhos

Purpurina
 Numa bela tarde de domingo decidimos ir beber café e comer um gelado à Quinta dos Açores.  Um café e um gelado de Queijada da Vila para mim, e um mini cone de gelado de maçã e canela para a Lara. A Lara não quis o gelado que comprámos para ela (ultimamente não anda muito voltada para doces). Perguntámos se queria mais alguma coisa. Não quis. O Milton comeu o gelado que era para ela antes que derretesse. Passado algum tempo diz que quer o gelado. Quando percebeu que o pai (...)
Qui | 27.07.17

Rotina alimentar da Maria aos 12 meses

Purpurina
  - 7h30: papas de aveia com fruta - 11h30:  sopa com carne ou peixe + papa de fruta - 15h00:  2 iogurtes naturais ou 1 iogurte com fruta ou bolacha - 19h00:  sopa de legumes + papa de fruta Algumas considerações - O leite que bebe é meio gordo, normal, nas papas de aveia caseiras. Vou experimentar dar-lhe leite simples, para ver se bebe. Antes era leite materno até aos 11 meses.- Os iogurtes são naturais, sem açúcar adicionado. - Come carne ou peixe na sopa ao almoço (...)
Qua | 26.07.17

Gritos, gritos e mais gritos

Purpurina
  E eu que pensava que já me tinha safado sem grandes birras (cuspi para o ar aqui) eis que me deparo com um fim de tarde de intensa berraria. Fomos buscar a Lara e a Maria quase às 19h00. Estávamos cansados, depois de um dia mais chato, e com um humor menos interessante. Em casa, era preciso fazer uma cama de lavado (Lara tinha feito chichi), arrumar e lavar roupa, cozinhar o (...)
Seg | 24.07.17

Uma praia perfeita nos Açores

Purpurina
Fica na Ribeira Grande, nas piscinas municipais. Sim, é uma praia que faz parte de um complexo de piscinas. E são piscinas fantásticas: uma enorme para todos, duas de crianças,  uma só para de saltos e a praia, que fica numa pequena baía, rodeada por uma paisagem maravilhosa. Mal consigo acreditar que nunca ali tenha estado antes! Fomos este sábado, os quatro, armados com a casa às costas, logo de manhã.Acho que fomos os primeiros a entrar. Colocámos o chapéu e a tenda na (...)
Dom | 23.07.17

Tenho cá para mim que andamos a fazer um bom trabalho

Purpurina
  Pelo menos é nisso que quero acreditar. O que se passa é que a Lara não liga nenhuma a doces. Até aos 2 anos praticamente não comeu nada com açúcar adicionado (à exceção de bolacha Maria e mesmo assim com muita parcimónia). Não foi fácil fazer isso e ainda passei por uma ou outra situação menos agradável, como uma vez em que num café lhe deram um chupa chupa (tinha ela 18 meses) e ficaram ofendidos porque eu não a deixei comer (e ela nem estava a insistir porque nem (...)