Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 29.04.14

Coisinhas agradáveis e pouco perniciosas

Para quem, como eu, gosta de comida em geral e de coisinhas doces em particular e, aborrecimento dos aborrecimentos, não pode abusar do açúcar e dos hidratos de carbono deixo uma boa notícia: existem coisitas bem gostosas onde podemos fincar o dente sem ficar com o peso de um elefante na consciência (e na anca).

Isto não tem nome (aceitam-se sugestões) porque não é assim tãoooo original e porque não me deu para inventar um mas trata-se basicamente do seguinte: 

Numa tacinha gira (para dar algum glamour à coisa) deposita-se um iogurte (natural ou de aroma). Pois bem, sobre o iogurte depositam-se pedaços de uma fruta. Costumo fazer com morangos, maçã ou pêras mas imagino que fique ótimo com pêssego, manga, frutos vermelhos, etc. A imaginação é o limite. De seguida partem-se uns pedacitos de nozes que, por sua vez, se inserem junto da fruta e do iogurte.  E pronto, papa-se tudo vagarosamente. 

Eu como assim mesmo mas quem for muito guloso pode rematar com meia colher de sobremesa de adoçante stevia em pó. 

Isto tem sido o meu pequeno-almoço mas serve perfeitamente de lanche ou de sobremesa. 

Bom apetite!

Seg | 28.04.14

Pensamentosito

A Rede Social perfeita seria aquela que possibilita mais do que a partilha de uma imagem, um texto, uma música ou um vídeo. Quando partilho algo quero partilhar uma série de pequenos choques eléctricos existenciais que acredito serem tão interessantes que gostaria que outros os sentissem. Mas é pouco provável que uma imagem, uma música ou um vídeo possam transmitir o cheiro do pó, o som do ar em circulação e as cores únicas de determinado segundo do dia.